Páginas

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

PLENITUDE


Às vezes nos sentimos assim, como se tivéssemos feito uma longa caminhada e estivéssemos com os pés cansados.
E por mais que tentemos nos concentrar em outras coisas, pensamos nos pés, parar, sentar, tirar os sapatos.
E é assim até para muitos jovens e muitos pequenos. Vão caminhando pela vida e as dificuldades vão apertando os pés, diminuindo os passos de tal forma que o caminho em si não importa mais.
O que importa é a dor, o desespero e... parar.
E o caminho? Continua intacto.
Apenas as flores esquecidas, mas ainda assim presentes.
Não sei se você já fez a experiência de não pensar na dor.
Parece incrível, mas se concentrarmos nossa atenção em outra coisa, a dor parece doer menos. Ela não deixa de existir, mas é menos presente.
Se nos concentrarmos nos problemas, seremos cheios deles. Mas se apesar deles existirem, tivermos a força de tirar a beleza de tudo o que pudermos, seremos seres plenos de vida, dignos exemplos a serem seguidos.
O mundo precisa muito de pessoas assim, que bebem e respiram vida e, encontrando obstáculos, saltam, ultrapassam, olham para trás e riem, exaustos e felizes.

25 comentários:

Valdeir Almeida disse...

Maria,

Uma ótima analogia. Quando estamos sentindo dor e nos concentramos em outra coisa, a dor fica menos intensa. Assim também é em relação aos problemas, se vivermos em tornos deles, nossos sapatos ficarão cada vez mais apertados e não caminharemos.

Abraços e quando você puder, visite meu blog, ok?

angela disse...

Algumas vezes uso um truque que costuma dar certo, penso que meu pé doi, mas eu não sou o pé. O problema existe, mas eu não sou ele.
Beijos

Jorge disse...

Maria José,

O problema não se resolve pela preocupação. A dor, se com excesso de preocupação, na certa tende a aumentar.
Desviar o pensamento pode ser o caminho desde que movimentando o Amor. POis a dor aí está, e só o Amor tem as respostas. Seria o caso de, parado no caminho, observar a beleza das flores na lateral do caminho e sentir seus perfumes. Envolver-se neles, compreender que o caminho é longo, mas repleto de beleza e enchendo-se de amor e gratidão ao Pai, seguir o caminho. Onde, depois, a dor nos pés se está volitando?

Um beijo, de coração,

Jorge

Julimar Murat disse...

Oi Maria José

" A cada dia basta a suas preocupações"
Jesus .
Um dia de cada vez

Um grande beijo

Julimar

cantinho she disse...

Olá....adorei o seu post e realmente concordo contigo qdo esquecemos da dor, desviamos a atenção que estava focada nela, e até a esquecemos mesmo...e essa dor pode ser dor de ferida física, na alma, enfim....amei o seu post, sincero e sensível, parabéns!
Olha, tem selinho com tarefa pra vc lá em meu cantinho.
Beijinhos!
She.

seu gordo disse...

beber e respirar vida.obrigado aprendo sempre vindo aqui beijo dogordo

REGINA GOULART SANTOS disse...

Entendo que a gente colore a vida do jeito que queremos, malgrado os obstáculos e sofrimentos.
Apesar de existirem, poderemos tirá-los do centro do foco existencial, e nos concentrar nas coisas que tendem a nos dar forças e prazer, e assim, poderemos melhor lidar com os problemas que nos aflige, de forma mais controlada, de outro angulo.
Beijos

Adolfo Payés disse...

Esa plenitud de la vida..

Excelente

Un beso

Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos...

Carmem L Vilanova disse...

Maria Jose', emociona-me vir aqui e ver tanta paz, tanta luz, tanta sabedoria e bons conselhos para um dia sempre melhor...
Venho agradece-te por ser a primeira pessoa a comentar no primeiro post do meu novo blog Viver Integral. A proposta deste novo blog e' levar ajuda, como comentei, fisica, emocional, psicologica, espiritual e nutricional a todos os que necessitem... Seguirei com o meu primeiro blog, o Eu Sei Que Vou Te Amar com a sua proposta de sempre, poesias, efemerides, otimismo, mensagens em geral e tudo o que me fez conquistar tantos bons amigos nestes ultimos 5 anos de existencia... O Viver Integral e' uma ideia antiga, mas que so' agora toma corpo e ja' comeca bem, com tua presenca e a de outros bons amigos que sei, virao...
Beijos, flores e muitos sorrisos!

António Valério,sj disse...

É isso mesmo, não pensar continuamente na dor ajuda a não ficar fechados num presente que não nos faz bem. O optimismo supera-nos, faz-nos maiores. Obrigado! =)

vuelo de hada... disse...

Que linda entrada María José es muy cierto lo que dices seguir el camino a pesar de los obstáculos y tener la fortaleza para que nuestros pasos a pesar de muchas veces estar en el lodo sin dejarnos salir tener el impulsos mental para así hacerlo y seguir en este largo camino de la vida con la frente en alto como guerreros que somos.
Un abrazo

Kim Sousa disse...

Estou tentando volta a ser alguém assim...preciso me sentir vivo e deixar as besteiras que fazia...esquece-las...

adorei o texto...

cantinho she disse...

Olá minha querida! Obrigadinha pelo coment em meu cantinho. Ah sim o seu selinho vc encontra no final do meu post com o nome "Qual o poder de um arco-íris pra vc?"
Beijinhos!
Sheilinha (Cantinho She)

alegria de viver disse...

Olá querida
Um belo texto, apenas sentimos o que queremos, sei que é dessa maneira, mas quando estamos com dor não temos essa consciência, e por isso fica muito difícil esquecer a dor.
É um aprendizado diário.
Com muito carinho BJS.

Arcanum disse...

Olá Maria Rezende

Seu post é uma aula de superação. Que possamos sempre elevar nossos pensamentos para o alto, pois assim conquistamos não somente coisas elevadas, como também superamos nossos obstáculos, ou mesmo nossos fantasmas mais íntimos.

Abraços para vc e para todos os seguidores.

Paulo (Arcanum)

[ rod ] ® disse...

obrigado pelas palavras moça lá no dogMas... e quanto a ela e ao aqui lido prefiro dizer que se completam... é na plenitude do pensar que nos fazemos e somo fortes. bjs.

AMOR & PAZ disse...

Oi... Adorei o seu texto!!! Concordo plenamente contigo!!!
Parbéns!!!
Tenha uma linda e abençoada sexta-feira!!!
Bjs
Fernanda

Norma Villares disse...

Muito boa analogia. A dor sempre é dor. Não podemos deixar ela intensificar para virar sofrimento, risos... Aí é o CHICLETES.
Excelente reflexão
Um grande beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia amiga.

Sabe aquele dia lindo,
cheio de coisas boas?

Poís é; este dia
que vim te desejar!

beijooo.

Reino da Fantasia disse...

Existem fatos que podemos até seguir adiante ultrapassando-os.Quanto a olhar para trás e ignorá-los, acho meio difícil.
Enfim, cada cabeça é uma sentença, não é assim?!
bjs

Mariana disse...

viver a plenitude da vida, é o que precisamos fazer todos os dias, pq a vida é uma só.
Tenhas um lindo fim de semana.
beijos

Antonio Carlos disse...

Querida irmã Maria José! Graça e paz!
Estamos disponibilizando um selo para todos aqueles que amam ao seu próximo, assim como você.
O título do selo é "S.O.S.Amor ao próximo". Para nós ele é mais que um simples selo é a marca de um compromisso, por essa razão o criamos, muito antes de existirem blogs no Brasil e a escolhemos como alguém que merece recebê-lo.
Passe lá e leia com atenção os motivos que nos levaram a distribuí-lo.
Sempre juntos em Jesus.
Antonio Carlos
www.procurandoosperdidos.com

wcastanheira disse...

pessoas q bebem e respiram vidas...belo texto foi muito bom dar um avoltinha por aqui, adorei, me fez mto bem, seu texto é leve, mas contundente, pode dser assim? Pode e é, ótimo, bjos, bjos, bjosss

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá! Maria José! Sou Adriana Pimentel e cheguei aqui atravéz do Ecos da alma.
Que boas reflexões as suas... Realmente devemos sempre encontrar soluções... Mudar o foco!

Serei mais uma visitante do seu blog!

Um abraço fraterno!

Rejane disse...

Maria José , você sempre muito gentil e sensível!! Um belo final de semana para você também. Bjos