Páginas

sábado, 7 de novembro de 2009

BORBOLETE-SE!


Rudolf Steiner, pai da Antroposofia, disse que: as borboletas são flores que se desprenderam da terra... E que as flores são borboletas que a terra apreendeu...
Seja como for, se as flores marcam a primavera, as borboletas são seu símbolo maior.
São quatro fases da mesma vida: ovo, lagarta, crisálida e borboleta.
Enquanto ovo, é princípio vivo, puro. Representa a potencialidade do ser, guardada dentro de um invólucro de heranças parentais.
É fundamental para desenvolver a solidez das bases estruturais do indivíduo. Mas num determinado momento, torna-se necessário romper com essa capa de proteção, para caminhar sobre as próprias pernas.
A lagarta tem o aprendizado da terra, do rastejar, das coisas que se processam lentamente. Simboliza os cuidados com o mundo físico, com os aspectos materiais que compõem a existência cotidiana. Pode ser o lado pesado da vida.
A crisálida é o encapsular para gestar. É como se retornasse ao estágio do ovo, mas só que por escolha pessoal. É criar um casulo para si mesmo, como forma de conectar-se com seus sentimentos, sua interioridade e seus próprios desejos.
E, finalmente, as asas libertam a borboleta! Mas, para se chegar à borboleta, é preciso superar o conforto e a comodidade do “já conhecido”...
É preciso deixar morrer o velho e partir ao encontro das possibilidades em aberto, sem certezas, sem garantias.
A borboleta é a lição viva de que tudo é passageiro.
Assim também somos nós...
Uns vivem para sempre no ovo...
Outros jamais passam de lagarta...
E tem gente que vive gestando um sonho, um ideal, mas sem nada realizar...
Ainda existem aqueles que, com esforço, se libertam, ganham asas e voam leves! Pousam aqui e ali, no colorido das flores, e só de existir fazem a vida mais bela!
Identifique em que fase você está e observe como fazer para processar a sua metamorfose.
Viver é cumprir fase por fase. Desapegar-se do antigo e entregar-se ao novo até ser capaz de voar.
Desperte e tente uma nova forma! Deixe acontecer em você esse misterioso processo de se abrir para florescer! Deixe aparecer suas asas, suas melhores cores, seu vôo!

14 comentários:

vuelo de hada... disse...

María José que entrada mas hermosa a mi las mariposas me parecen tan hermosas y toda esta metáfora es de la vida misma, nos pone a pensar en que hemos hecho por nuestros sueños y en que nos hemos quedado con las alitas rotas.
Un abrazo me encanto mucho esto feliz fin de semana.

victoria disse...

Mi querida M Jose en mi blog las hadas agradecen tus premios y regalos tienes para recojer la rosa dorada para que la amistad no desaparesca de su luz al igual que la de todos los compañer@ de blog..Besitos Victoria

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.
Que bonito este termo.
A mudança sempre vem.
Nesta vida somos muitos a cada dia.
Fica feliz.

angela disse...

Muito bonito querida. vamos criar asas e voar que o mundo esta cheio de coisas lindas.
beijos

Maria José disse...

Victoria. Não consegui fazer o agradecimento da rosa em seu blog. Por isso, faço-o aqui, caso apareça neste post novamente. Obrigada pelo carinho e pela amizade, os quais retribuo a você. Estou postando a rosa neste blog, com muita alegria. Beijos.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Querida Maria José, gosto muito do simbolismo da borboleta e com suas fases de desenvolvimento. Fases estas que ocorrem em diversas etapas de nossas vidas. Este é o movimento, o ciclo do Viver. A imagem é encantadora por transmitir: suavidade, leveza e alegria. Tudo muito lindo! Beijos.

Jorge disse...

Maria José!

Muito bom este post!!!
Ótimo Simbolismo de nós mesmos.

Um beijo,

Jorge

alegria de viver disse...

Olá querida
Amo borboletas e flores, são seres leves que nos suavizam.
Obrigada pelas palavras lindas que sempre deixa no meu blog.
Que DEUS te abençõe.
Com muito carinho BJS.

ivvy disse...

Amo as borboletas...são lindas!É uma pena seu ciclo de vida ser tão curto!Mas nem por isso
seu encanto se desfaz!!!!!!!!!

Renata Pires disse...

Oi Maria José!
Que lindo!!!
Acho que na vida vivemos indo e voltando dessas fases.
E ter um pouco de cada, ao meu ver, significa sempre recomeçar para melhorar as nossas estradas e escolhas...
Obrigada por esse lindo texto.
beijo pra vc

pensesobre disse...

Fantástico o texto. Parabéns.

Rejane-Enajer disse...

Que lindo minha amiga ! quando eu era criança sempre via várias no jardim de minha casa .Coisa rara hoje em dia.Que pena!!
Um bjaõ

Viviane Moraes disse...

Oi Mááá,
Eu não havia lido esta post. Muito lida e com um conteúdo super relevante.
Super beijos
Vivi

Sandra Portugal disse...

"Viver é cumprir fase por fase. Desapegar-se do antigo e entregar-se ao novo até ser capaz de voar.
Desperte e tente uma nova forma! Deixe acontecer em você esse misterioso processo de se abrir para florescer! Deixe aparecer suas asas, suas melhores cores, seu vôo! "
mais que perfeito!
obrigada
Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//