Páginas

segunda-feira, 30 de julho de 2012

SÃO TÃO AMIGOS...


São tão amigos, que voltam.
São tão fraternos, que se unem.
São tão simples, que cativam.
São tão desprendidos que doam.
São tão dignos, que amam, compreendem e perdoam.
São tão necessários, que sempre se fazem presentes.
São tão grandes, que se distinguem.
São tão dedicados, que edificam.
São tão preciosos, que se conservam.
São tão irmãos, que partilham.
São tão sábios, que ouvem, iluminam e calam.
São tão raros, que se consagram.
São tão frágeis, que fortalecem.
São tão importantes, que não se esquecem.
São tão fortes, que protegem.
São tão presentes, que participam.
São tão sagrados que se perenizam.
São tão santos que rezam.
São tão solidários, que esquecem de si mesmos.
São tão felizes que fazem a festa.
São tão responsáveis, que vivem na verdade.
São tão livres, que creem.
São tão fiéis, que esperam.
São tão unidos, que prosperam.
São tão amigos, que doam a vida.
São tão amigos, que se ETERNIZAM.

3 comentários:

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Maria José que linda oração poética.
Adorei, aliás como sempre amo seus escritos...beijinhos linda e doce amiga.

Graça Pereira disse...

O sabor e o perfume da verdadeira AMIZADE! Está tudo aqui...não falta nada!!
beijo amigo
Graça

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Que lindo poema!!! amigos são tesouros nos enviados pelos céus!!

Beijos amiga querida!!!