Páginas

domingo, 4 de dezembro de 2011

MOMENTOS A SÓS




Todas as vitórias que alcançamos nascem do desejo do nosso coração. Mesmo os sonhos que vivemos, indevidamente, para os outros e sua felicidade, são anseios para satisfazer nosso eu. Até o amor que sela e prende o outro a nós, como se essa pessoa fosse a coisa mais importante do mundo, é a busca da nossa própria satisfação. Se assim não fosse, a libertaríamos dos laços que a prendem e sua felicidade seria nossa felicidade.
Portanto, falta-nos a consciência da nossa própria importância. Depositamos nas pessoas e bens a chave da nossa felicidade, agimos e reagimos segundo reações alheias. Olhamos o mundo como simples espectadores e navegamos nas emoções que nos proporcionam.
Deus não nos fez para sermos egoístas, mas não nos fez também para estarmos em segundo plano. Somos pessoas únicas e importantes e cada batida do nosso coração conta aos olhos dEle.
Podemos tentar fugir da solidão, mas jamais devemos tentar fugir dos momentos de estar só. São nesses momentos preciosos que aprendemos a nos conhecer, que crescemos espiritualmente, que reforçamos o vínculo que nos liga a Deus.
Tenho aprendido a tolerância e paciência para com meus semelhantes e colho frutos desse aprendizado. O que não aprendi ainda é a tolerância comigo mesma, por isso fico às vezes, sem escrever, não me sinto satisfeita com o que faço. Portanto, eu não deveria julgar e deixar fluir aos outros o que eu puder oferecer.
Todos os textos que escrevi até esse momento foram resultado de momentos em que estive comigo mesma, onde pude ouvir minha voz e compreender a voz de Deus. Esses momentos de “solidão necessária” são preciosos e penso que todos deveriam experimentar.

12 comentários:

Meire Oliveira disse...

Minha querida, adoro os textos da Letícia Thompson. Brilhante esse. Eu costumo dizer que as pessoas podem nos indicar como ascender a luz, mas só nós é que alcançamos onde fica o botão em nosso coração.

Tenha uma semana iluminada amiga, beijokitas com super carinho.

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

MARIA JOSÉ:
Ninguem pode se transformar na felicidade de outro ou aprisioná-la em quaisquer circunstância e sentido. Cada elo do casal, pode sim, ajudar e somar no crescimento do outro rumo as consquistas e felicidade. Porisso a autora escreveu:
'Portanto, falta-nos a consciência da nossa própria importância. Depositamos nas pessoas e bens a chave da nossa felicidade, agimos e reagimos segundo reações alheias', amor. Bjs. Roy Lacerda.

Marie disse...

Oi Zeze tudo bom? Como andam as coisas com vc? Estou na correria, afastada um pouco do blog, passando aqui rapidinho para te desejar uma otima semana e muita LUZ para Marcela.
Gostei muito desse texto, tambem!!
Fica com Deus e um forte abraço!!
http://cmari.blogspot.com/

Suu Munizz disse...

Eu acho a solidão muito necessária,é na solidão que reflito,crio,penso,rezo e tomo certas decisões,a solidão nunca foi inimiga minha,antes confesso que não sabia como lidar direito com ela,hoje aprendi e consigo viver muito bem com isso.
Abração Maria José e uma semana de luz e fé,=)

Cidinha disse...

Olá Maria. Letícia é brilhante sempre e vc também com os post. Maravilha amiga! Obrigada pelo carinho e uma semana de paz e realizações. Bjos.

Maria Luiza Silveira Teles disse...

Maria José: Gosto demais da Letícia! Como também gosto do que vc escreve! Seu depoimento sobre o amor à sua filha é algo tocante, talvez um dos mais belos textos que já li em minha vida! Também sou mãe de uma única filha, tendo perdido o meu menino, Fabiano, ainda bebê. Senti a sua dor no mais fundo de minh'alma...
Que Deus a abençoe sempre! O carinho da amiga,
Maria Luiza

Rô... disse...

oi minha amiga,

a solidão as vezes se faz necessária,
para ouvirmos nossos pensamentos,
sentir nossos sentimentos,
e enxergarmos as verdades...

beijinhos

josenaide coelho disse...

Lindo texto"! bom dia e uma semana maravilhosa para ti,cheia de carinho tbm.

Jorge disse...

Letícia sempre nos ensina algo.
São momentos de encontro conosco mesmo quando buscamos a "solidão". E se Deus está em nós este encontro é com Deus!

Um grande abraço, Coração!!!

ONG ALERTA disse...

Seus momentos sáo mágicos e seus textos puro coraçáo, beijo Lisette.

duendes disse...

Ola amiga ,
vim desejar uma linda semana.Beijocas.

AugustoCrowley disse...

Engraçado que apesar de acontecer por vias tortas , aprendi a aproveitar o momento de solidão, a percebê-lo de forma positiva.
Realmente faz bem poder se ouvir, até mesmo no meio do barulho social.
O que nossa alma deseja? é preciso saber, ou lembrar todos os dias de algum proposito.Bjk!