Páginas

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

COMO VOCÊ CUIDA DE SI MESMO?


Cuidar de si mesmo parece uma tarefa simples, menos para o neurótico que está o tempo todo preocupado com os outros. Essa preocupação obviamente não é altruística, é comparativa e de subestima, poderia ser diferente? Ele quer ser igual aos outros, ter as mesmas idéias, o mesmo estilo, fazer as mesmas coisas... Parece que tudo que o outro faz é legal e melhor. O neurótico sofre de uma distorção de percepção, como está em conflito consigo mesmo, ele tem a impressão que suas coisas ou idéias são bobas, inferiores. Ele pode achar natural a vida que leva: de neurótico que se nega, que se compara, que é inconstante, que é inquieto, que nada está bom, porque perdeu a referência do que é fantasia e realidade.
Um passo importante para o neurótico cuidar de si é parar de se maltratar, assim ele vai recuperando sua lucidez e passa a perceber o que está acontecendo, podendo cuidar melhor de sua vida. Ao cuidar de sua vida, como um gestor de suas realizações, sua autoimagem vai se reconfigurando para melhor e, consequentemente, melhorando também sua autoestima.

Enviado por Rosani Gomes do blog Fragmentos de Uma Alma Perfumada (
http://rosani22.blogspot.com/)

Fonte:
http://wwwmariomas.blogspot

8 comentários:

GEEL - Grupo Espírita Esperança e Luz disse...

A capacidade que certas pessoas tem em se preocupar com o que ocorre com os outro é simplesmente detestável.
A auto stima é ponto de partida para a felicidade na minha opinião, porque se estiver feliz consigo mesmo terá melhores chances de fazer alguém feliz.

Beijos, Maria José.

Sonia.

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: Parece-me que tb em psicologia. são chamdas de 'NEURÓTICAS', as pessoas que teem apego em nivel demasiado a bens materiais e as determinadas pessoas; especialmente aquelas que desencarnaram. E como a 'onda' agora são os desafios via blogs, gostaria da tua opinião á respeito. BJS. Roy Lacerda.

José Gonçalves disse...

Olá Maria José Rezende,

Aqui está um trabalho de psicologia para ser intrepertado e esmiuçado por quem de direito.

Não sou eu quem vai fazê-lo. Não tenho ambição para tanto.

Porém ficam ensinamentos, pertinentes, luzes que poderão ser úteis um dia.

E o desafio do nosso Amigo Roy tem muito que se lhe diga!

Estas questões de Psicologia podem ter diversas leituras e devem ser cuidadosamente analisadas.

Fico-me por aqui, mas atento e ávido de aprender!

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)

Sergio disse...

Hola Maria José,

excelente reflexión nos dejas... es muy cierto...!

Te dejo gracias y saludos argentinos,

Sergio.

Ritinha disse...

A falta de auto-conhecimento leva o homem a conhecer os outros e a tê-los como referência.

Beijinho

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá Maria José.
Puxa que texto ótimo.
Sabe que já me deparei com pessoas neuróticas, é muito triste. Elas não vivem a realidade delas, vivem em função de controlar tudo na vida das outras pessoas.
Acredito que só com auxílio de especialistas elas poderão conseguir se equilibrar, mas precisam realmente de ajuda.
Um beijo enorme!
Lú.

ivvy disse...

Sempre por último Maria José.... mas os neuróticos querem sempre estar atualizados perante os outros e esquecem de si mesmos...
é que hj em dia nossos dias são tão corridos...
que o simples parece estar defeituoso...preciso cuidar melhor d emim...!bjs

diariodumapsi disse...

Ei Maria José!
Bela reflexão! O neurótico sofre com a sua insegurança e a baixa-estima, para ele a felicidade é para os outros e não para si.
Gd beijo