Páginas

domingo, 22 de agosto de 2010

A DOR DO VENTO



"A maior dor do vento é não ser colorido."
Alguém deveria soprar
aos ouvidos do vento
que nada é mais terno
que o afago da brisa.
Que sua fúria enverga
os caules sem piedade
para torná-los mais fortes
e oportunizar um recomeço.
Que seu temperamento caprichoso
faz esvoaçar múltiplas sementes
que eclodem em cores e se distribuem
pelos infinitos campos desse planeta.
E quando ele passar calmo e tranquilo,
alguém deveria aproveitar
esse momento de paz,
acariciar seu corpo invisível
e cantar a melodia
que ecoa em cada dobra da dor.
Alguém deveria dizer a ele
AH, sim! Alguém deveria lhe dizer
que ninguém passa por esta vida
sem viver uma dor.

Enviado por Jorge do blog Nectan Reflexões

26 comentários:

Kelly disse...

Ninguém está livre da dor, mas é ela que nos faz crescer, sair da área de conforto e batalhar. beijos

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

Que lindo o vento se sentir triste por ñ ser colorido!!!rsrs
A dor do vento é na alma quase nunca tem cura por mais que vc cresça ela continua lá bem guardadinha, fingindo que foi embora!
Beijo amiga... já te disse?!?!??? adoro vir aqui...

Pelos caminhos da vida. disse...

Com a dor aprendemos a crescer.

Obrigada amiga por seu carinho, sua atenção, seua apoio, que Deus a ilumine todos os dias de sua vida.

Vc é um ser iluminado.

beijooo.

MALHAS DE BÉBÉ (GERTRUDES disse...

olá amiga uma boa semana chei de luz para vc um grande beijo

ValériaC disse...

Maria José querida...ninguém escapa de hora ou outra ter que aprender com a dor...o que fazer se o ser humano muitas vezes não evolui com a inteligência, com o Amor e quando isso acontece, lá vem a dor a nos fazer companhia...nos fazer crescer...
Tenha uma doce semana amiga...beijos...
Valéria

Rejane-Enajer disse...

E assim também somos nós né amiga?

Obrigada pela lindas palavras em meu cantinho
viu minha amiga? você é uma pessoa iluminada e muito especial!
Uma boa semana para você .
Bjssssssss

Mariana disse...

Como sempre diz a minha mãe,a dor ensina a gemer, e q ela nos ensine a nos tornar mais forte.

Luís Coelho disse...

A dor é a companhia de cada dia. Mais forte ou mais suave como o vento.
Por vezes é uma brisa que nem se sente, mas outras é devastadora.
A dor tem de ser entendida como uma escada.
Vamos sofrendo e vamos subindo.

Lena disse...

Mary Jo,

Eta vento bobinho... Mal sabe ele, que é importante e gostoso mesmo sem ser colorido! Esse Mário Quintana é de fato impossível! Não conhecia esse poema,mas é belo! E quanto à dor, é como vitamina, ajuda a crescer e pode torná-lo mais importante ainda! Beijo grande.

Vera disse...

“Ser mãe é ajudar o filho a largar a chupeta e a mamadeira. É leva-lo para a escola e segurar suas mãos na hora da vacina.”

“Ser mãe é se deslumbrar em ver o filho se revelando em suas características únicas, é observar suas descobertas. Sentir sua mãozinha procurando a proteção da sua, o corpinho se aconchegando debaixo dos cobertores.”

“Ser mãe é ler sobre uma tragédia no jornal e se perguntar: ‘e se tivesse sido meu filho?’”

“Ser mãe é descobrir que se pode amar ainda mais um homem ao vê-lo passar talco, cuidadosamente, no bebê ou ao observa-lo sentado no chão, brincando com o filho. É se apaixonar de novo pelo marido, mas por razões que antes de ser mãe consideraria muito pouco românticas.”

“Ser mãe é ouvir o filho falar da primeira namorada, da primeira decepção e quase morrer de apreensão na primeira vez que ele se aventurar ao volante de um carro.”

“É ficar acordada de noite, imaginando mil coisas, até ouvir o barulho da chave na fechadura da porta e os passos do jovem, ecoando portas adentro do lar.”

“Ser mãe é aguardar o momento de ser avó, para renovar as etapas da emoção, numa dimensão diferente de doçura e entendimento.”

“Ser mãe é estreitar nos braços o filho do filho e descobrir no rostinho minúsculo, os traços maravilhosos do bem mais precioso que lhe foi confiado ao coração: um espírito imortal vestido nas carnes de seu filho.”

“Mãe: a palavra mais bela pronunciada pelo ser humano.”
Kahil Gibran

José Gonçalves disse...

Olá Maria José Rezende,

Que bom seria conseguir passar pela Vida sem nunca ter saboreado o amargo sabor a fel da dor!

Ou talvez não!

Saberiamos nós destinguir o certo do errado se tudo fosse "certo"?

É amargo de mais o sabor a fel de uma dor!

Quando essa dor é gravada no peito o seu efeito é ampliado à medida dos nossos Sonhos e Projectos.

E aí doi mais. Muito mais!

E custa!

Custa a superar!

E o Vento teima em não levar para longe essa dor!

Mas...

A vida continua, muitas vezes,

impávida e serena,

como se nada tivesse acontecido!

Como se nada tivesse mais valor!

Pede ao Vento que leve para longe todas as dores do Mundo,

e que traga a doçura de uma calmaria,

após uma tempestade.

Tudo isto Amiga,

apenas para te dizer que

Gostei deste Poema!

Como sempre, um abraço e um até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo texto...Espectacular....
Cumprimentos

Bloguinho da Zizi disse...

Maria José
O vento tem a cor que nosso alma reflete no momento em que o sentimos. Sendo brando ou tempestuoso ele deixará marcas.

Que haja paz em nossas mentes e em nossos corações apesar de tudo.

Beijo

Isa mar disse...

Uma poesia que expressa verdades, a dor é um alerta que nos mostra o que ainda temos que aprender, a medida que evoluímos ela vai diminuindo
Então que possamos acolher a dor como ensinamento, burilando nossa alma para dar lugar somente a alegria e ao amor
Beijos á todos e uma ótima semana!

Poeta del Cielo disse...

a dor e parte de nossa vida....aprendemos dele .. nos deixa mal al sentir mas tambem nos faz crecer al aprender dele...

lindo amiga
abracos

otima semana

manuel marques disse...

o vento, arrasta o que é leve e deixa o pesado .

Beijinho.

Mari disse...

Querida Maria Jose...

Que sua semana seja de luz e bênçãos!
A cada dor a oportunidade de aprender e melhorar, como em tudo em nossas vidas!

Um beijo

Rosane Marega disse...

Oie !!!
Tem um presentinho para você no meu blog, pega la que é seu com muito carinho.
Beijosssss

Gislene disse...

QUERIDA AMIGA,

"A alegria tonifica o espírito. A dor o enaltece.
A alegria forma o caráter; a dor, a vontade.
A alegria impulsiona em direção ao sentimento; a dor, rumo ao universo, para o verdadeiro amor.
A alegria harmoniza a nossa capacidade de viver; a dor aperfeiçoa a nossa capacidade de superação.
Ambos são essenciais para a nossa evolução."

Santo Agostinho.


Muita paz em seu coração!
Assim que puder, dê uma espiadinha no meu cantinho, e veja a postagem E A VIDA PROSSEGUE.
Fique com Deus!
Forte abraço, da amiga Gislene.

Jussara Christina disse...

Adorei teu blog! Belíssimo!
Gosto de conhecer pessoas inteligentes, observadoras e sensíveis!
Já estou te seguindo ...
Se puder visita meu cantinho tb, que é feito com muito carinho.
Parabéns!!!!
Bjs doces!

*´¨)
¸.·´¸.·*´¨) ¸.·*¨)
(¸.·´ (¸.·` *♥ Jussara Christina ♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥

Michelle Crístal disse...

Lindo, sinto o vento e com ele uma voz que chama por meu nome, seria bom se todos soubessem ouvir o vento!

Pelos caminhos da vida. disse...

Quero-te agradecer a sua atenção, apoio, carinho, só Deus mesmo para pagar.

beijooo.

Sinais no Mundo... disse...

Obrigado por este espaço rico e acolhedor...

Pax de Christi

valéria disse...

Adorei sua visitinha ao meu blog, obrigada pelas palavras carinhosas, tenho plena convicção de que minha mãe está viva. Seus posts tem me ajudado muito, sempre dou uma espiadinha, fiquei emocionada com a carta de sua filha, espero que um dia eu receba essa benção, ter notícias seria maravilhoso.
Um grande abraço fraterno.

nanda disse...

Escolhi este poema para fazer a minha entrada neste blog, mas podia escolher outro qualquer. Todos eles maravilhosos.
Prometo k vou vir cá mais vezes, até pork todo o homem precisa de conhecimento...
Um abraço e até um dia destes
FGuimares

Leila Rocha Brasil disse...

Bonito.... Faz uma diferença ler um texto assim.
Faz uma diferença navegar por essa grande rede, caminhar por essa grande roda, andar pela estrada afora , percorrer nossa própria memória ao sabor de um momento de bem estar assim, como eu estou tendo agora, ao sintonizar esse blog e encontrar afinidades.
Muito bom!
Obrigada pelo momento