Páginas

quarta-feira, 17 de março de 2010

A ARTE DOS ELOGIOS


Muitos de nós temos facilidades para fazer novos amigos. Mas, nem sempre temos habilidade suficiente para manter essas amizades. É que, pelo grau de intimidade que os amigos vão adquirindo em nossas vidas, nos esquecemos de os respeitar.
Assim, num dia difícil, acreditamos que temos o direito de gritar com o amigo. Afinal, com alguém devemos desabafar a raiva que nos domina.
Porque estamos juntos muitas horas, justamente por sermos amigos, nos permitimos usar para com eles de olhares agressivos, de palavras rudes.
Ou então, usamos os nossos amigos para a lamentação constante. Todos os dias, em todos os momentos em que nos encontramos, seja para um lanche, um passeio, uma ida ao teatro ou a cinema, lá estamos nós, usando os ouvidos dos nossos amigos como lixeira.
É isso mesmo. Despejamos neles toda a lama da nossa amargura, das nossas queixas, das nossas reclamações. Quase sempre, produto da nossa forma pessimista de ver a vida. Sim, nossos amigos devem saber das dificuldades que nos alcançam para nos poderem ajudar. O que não quer dizer que devamos estragar todos os momentos de encontro, de troca de afetos, com os nossos pedidos, a nossa tristeza.
Os amigos também teem suas dificuldades e para nos alegrar, procuram esquecê-las e vêem, com sua presença, colocar flores na nossa estrada árida.
Outras vezes, nos permitimos usar nossos amigos para brincadeiras tolas, até de mau gosto. Acreditando que eles, por serem nossos amigos, devem suportar tudo. E quase sempre nos tornamos inconvenientes e os machucamos.
Por isso, a melhor fórmula para fazer e manter amigos é usar a gentileza, a simpatia, a doçura no trato com as pessoas.
Lembremos que a amizade, como o amor, necessita ser alimentada como as plantas do nosso jardim. Por isso, a amizade necessita, para se manter da terra fofa da bondade, do sol do afeto, da chuva da generosidade, da brisa leve dos pequenos gestos de todos os dias.

18 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Se bem soubermos nos permitir ao amor entramos numa sintonia tão fantástica quanto exuberante.
Cadinho RoCo

Simone Anjos disse...

Devemos respeitar os amigos, saber ouvi-los, aconselhar quando necessário, calar quando preciso. Oferecer o ombro, uma palavra amiga, segurar na mão simplesmente. Compartilhar os momentos de alegria e de tristeza. Incentivá-los, vibrar com suas conquistas. Acima de tudo amá-los.
Beijos na alma,

ONG ALERTA disse...

Amigo de verdade esta lá quando precisamos, sem cobrança...disponível, atenciosos, apenas amigo que faz parte de nossa história, paz.

Crista disse...

................
a amizade necessita, para se manter da terra fofa da bondade, do sol do afeto, da chuva da generosidade, da brisa leve dos pequenos gestos de todos os dias.

angela disse...

Como diz a canção do Milton: amigo é pra se guardar no lado esquerdo do peito...e com muito carinho.
beijos

netuno artes disse...

Eu concordo com tuas palavras construir uma amizade é uma tarafe árdua, é trabalho de uma vida; mas para destruí-la . . . basta uma atitude impensada.

Agradeço de coração teu incedntivo , tua amizade e carinho para incentivar meu trabalho, demorei para escrever, pois aquele comentário que fizestes , me deixou sem palavras, não sabia bem o que escrever, e até mesmo envergonhado, pensamos sempre que nossos problemas são os maiores, e isto muitas vezes é até um pouco de egoismo ... , obrigado pela " força " , se precisar de um ombro amigo , é só escrever.

bjs netunianos

Graça Pereira disse...

Delicioso este post e...como eu concordo contigo!
Muitos pensam que a amizade é portão para tudo... e de certa forma é mas... como em tudo, há limites. Se ele me oferece o seu ombro para eu chorar, não devo ficar lá encostada todo o dia! Levanto a cabeça e olho-o nos olhos e descubro sombras e digo-lhe: É noite aí dentro...então vem comigo encontrarmos a manhã".
Beijo amigo
Graça

*Teresa Cristina* disse...

Linda mensagem, amigos pra ter tem que saber ser, respritando seus limites e nunca deixando de dar carinho e atenção.....é como regar uma plantinha tem q ser td na medida certa....muita água afoga e pouca dependendo do tipo de planta pode até morrer.....tem q adubar....afofar a terra....enfim não deixar tomar sol demais e proteger do frio....e assim vamos fortalencendo as raízes que representam o laço da amizade verdadeira.
Bjss e lindo dia pra ti.

Kelly disse...

A amizade precisa ser cultivada, e elogio, quem é que não gosta?? beijos

Mari disse...

Maria José querida,
A leitura aqui está se tornando um remedinho para a alma!
Se todas as pessoas tivessem a mesma capacidade para elogiar que têm para criticar....
Um beijo
Mari

[ rod ] ® disse...

Um elogio sincero vale mais do que mil palavras, mas infelizmente nos preocupamos como coisas fúteis do dia a dia e desprezamos os amigos! Vim e vou sim de coração ter elogios aos seus escritos, sempre centrados no correto desejo de ser feliz.

Bjs e obrigado pelo comentário no Confraria.




Aliás, hoje estou tanto no dogMas quanto na Confraria!

http://confrariadostrouxas.blogspot.com/2010/03/dama.html

Uman disse...

Maria José, querida amiga!!
Lindo mesmo!!

Deixo um beijo de sincera amizade,
Jorge

Sarah El Khouri disse...

linda postagem, com lições importantes.
todos precisamos aprender a ser amigos de verdade. E amigo é o que ampara em silencio, é o que compartilha a alegria e apoia na tristeza. Quero mais aprender a ser amiga do que ter amigos.
beijos

manuel marques disse...

Lindíssima mensagem.
Beijos.

Rener Brito disse...

passando para lhe dizer que indiquei seu blog ao selo blog vip, quando tiver um tempinho passe no meu blog e pegue.

Abraços.

Rener

alegria de viver disse...

Olá querida amiga
Amigo tem a responsabilidade de nos amar sem nada cobrar. Lógicamente que este é o meu ponto de vista. Somos livres para dicidir se queremos amigos.
Eu amo pessoas, costumo dizer eu sou amiga, mas se não quiser ser minha amiga não tem problema eu serei sempre amiga.
Com muito carinho BJS.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Infelizmente não temos aprendido nas escolas,
nem nas famílias a arte da gentileza.
Com isso magoamos em nome de uma alegria vã,
criticamos apenas para marcarmos posições,
e muitas vezes não temos a sensibilidade
de observar se a crítica é realmente necessária.

Mas sempre há um tempo para aprender
e quando aprendemos, evoluímos em direção
a uma amor que realmente faz a vida ter sentido.

Que teu coração seja sempre casa de alegria.

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

Maria José: Confuncio e Buda disseram: "O saber ouvir" é tão importante que o criador nos dotou de dois ouvidos". Em muitas oportunidades o escutar as 'mágoas/reclames" de alguem, é muito mais benéfico que um beijo, abraçoou até mesmo ajuda financeira. 'Conselhos' em determinadas situações tornam-se desnecessários e só desejamos sermos ouvidos. Abraços Roy Lacerda.