Páginas

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

O PODER DO PENSAMENTO


O maior instrumento de poder de que se tem notícia se encontra dentro de nós: O NOSSO PENSAMENTO.
Como a eletricidade, o dinheiro e tantas outras coisas que, em essência, não são boas nem más, o pensamento produz resultados de acordo com o uso que se faz dele.
O fato é que estamos continuamente interagindo com o cosmos, emitindo e recebendo vibrações, e assim, criando as experiências que vivemos.
Ao tomarmos consciência do poder do pensamento, conquistamos a chave para abrir as portas que levam à realização dos nossos desejos mais profundos.
Depois de Einstein e da física quântica, não há como negar que, em essência, somos energia.
É essa energia que se consubstancia na matéria, transformando-se em corpo, mente, emoção.
Se temos bons pensamentos e nos mantemos em sintonia com as correntes vibratórias carregadas de energia positiva, nos tornamos capazes de realizar as ações que nos levarão à felicidade.
Se, ao contrário, abrigamos pensamentos negativos de inveja, maldade, crítica, intolerância, por exemplo, as nossas ações não irão resultar em experiências positivas.

Os pensamentos nos fazem sentir emoções variadas, das mais alegres e elevadas às mais deprimentes e assustadoras.
Essas emoções, por sua vez, influenciam a nossa mente, o nosso organismo e a nossa saúde, nos tornando depressivos e doentes ou ajudando a nos manter saudáveis e bem dispostos.
Cria-se assim, um círculo virtuoso ou vicioso, dependendo do cuidado que temos
com aquilo que abrigamos em nossas mentes.
Assim, se queremos ter relacionamentos diários felizes, o primeiro cuidado a ser adotado é em relação aos nossos pensamentos.
A lei da sintonia, como toda lei espiritual, pode não ser aceita ou compreendida,
mas nem por isso deixa de produzir efeitos.
Assim como a gravidade atrai os corpos para o centro da Terra, os nossos pensamentos têm o poder de atrair para nós aqueles relacionamentos que desejamos viver.
Se nos dispomos a ver o que o outro tem de bom, nossas atitudes refletirão esses pensamentos e serão agradáveis e amorosas, despertando uma reação de igual natureza.
Se pensarmos positivamente sobre as pessoas com quem nos relacionamos, naturalmente, as nossas palavras o nosso modo de agir se tornarão muito mais leves e atraentes.
Quando focamos os pensamentos no que não gostamos em alguém, desconfiando que seremos desapontados ou traídos, nosso comportamento muda.
Tornamo-nos mais agressivos, ríspidos ou impacientes e a sintonia vai perdendo a graça e se tornando pesada.
Para pensar bem do outro é preciso antes que pensemos bem sobre nós mesmos.
É necessário reconhecermos as nossas próprias qualidades e a potencialidade que trazemos dentro de nós e que nos torna capazes de crescer, aprender e avançar.
Só é possível dar aquilo que se possui.
Apenas quem é capaz de se amar e de se valorizar pode amar e valorizar o outro.
O caminho para uma boa auto-estima está em cultivar bons pensamentos e ter em mente que eles são a nossa companhia mais constante.
Temos a opção de escolher, a cada momento, o que abrigamos em nossas mentes.
Com atenção, esforço e responsabilidade é possível detectarmos um pensamento menos bom na sua origem, e substituí-lo por outro que irá produzir resultados positivos.
A melhor estratégia para se encontrar a pessoa ideal para estar ao nosso lado é tornamo-nos a pessoal ideal para estar ao lado de alguém.
O universo funciona como um espelho e tudo aquilo que transmitimos, retorna para nós, amplificado.
Para despertarmos os melhores sentimentos em alguém é preciso pensar o melhor desta pessoa.
Só assim estaremos irradiando o tipo de energia e de vibrações que desejamos receber, estabelecendo uma sintonia de amor e de harmonia nos nossos relacionamentos diários.
Pensemos o melhor das pessoas que estão ao nosso redor.
Acreditemos na harmonia e na felicidade com toda a força de nosso ser.
Trabalhemos para isso, cultivemos bons pensamentos e o resultado será surpreendente e grandioso.

10 comentários:

Monica Dib disse...

Teu blog tocou-me o coração.
Abraço fraterno.

Senhor da Vida disse...

Por mais dificil que pareça ser, de fato o pensamento positivo é a grande arma que temos para de fato vivermos uma vida plena e feliz.
Beijos!

angela disse...

Como sempre um precioso texto.
beijos

Maria José Speglich disse...

É muito difícil isso, ser positivo diante de calamidades.

Feliz ano pra você!

Kelly disse...

Me desculpe por não passar aqui antes, parabéns pelo aniversário do blog. Adoro seu cantinho e sempre estou acompanhando seus pensamentos. beijos

Uman disse...

Maria José,
Ainda não nos preocupamos com o que pensamos.
Seria bom estudarmos mais sobre a ideoplastia para compreendermos a necessidade de trermos e vivermos o pensamento positivo.

Um beijo, sempre com o coração,
Jorge

RENATA PIRES disse...

Tem uma frase que eu gosto que diz: " Vc é o que vc pensa".
Somos o que habita dentro de nós.
Adorei o texto.
Adorei te ver tbm.
beijão

Antonio Campos disse...

Todo planejamento feito por nós. E como eu digo na minha simplicidade. Deixado de molho lá no nosso cerebro acaba materializando-se com certeza. Somos na verdade umas antenas que interligadas umas as outras acabam por encontarem-se e dependendo a faixa vibratória estaremos colhendo o bem ou o mal. Corrija-me amiga mas somos espíritos e como tal energia. Um abraço desse gaúcho quase centenário.

Fernando Christófaro Salgado disse...

Olá Maria José,

Ainda não lhe desejei um feliz ano novo, então seguem pensamentos carregados de amor, carinho e alegria para serem transmitidos para a você e a todos as pessoas que fazem parte de sua vida!
Realmente são nossos pensamentos que nos guiam e que atraem coisas boas ou más, depende apenas da forma com que utilizamos o pensar!

Abraços,

Fernando Salgado.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

O poder do pensamento é altíssimo sobre: nosso corpo, emoções e espírito. Além de sua carga energética, poder afetar as pessoas com quem convivemos e/ou nas que acessamos ao pensar nas mesmas. Ao se ter consciência disto, torna-se muito importante o selecionar adequado do que pensamos, para obtermos uma vida saudável ou não. Beijo.