Páginas

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

POR QUE AS FOLHAS CAEM


A cada outono, certas plantas e árvores preparam-se para um repouso necessário e vital à sua vida e continuação.
Algumas espécies de árvores matizam-se de várias cores, num maravilhoso contraste entre a melancolia e a beleza extrema. Depois, uma a uma, as folhas caem, como lágrimas, até que as árvores, nuas e tristes, abram os braços ao inverno e esperam, pacientemente, a primavera, que restaurará cada folha caída.
Por que para nós seria diferente? Por que não perder antes de reencontrar, por que não as lágrimas, por que não dias áridos, frios e secos? E por que não a esperança de que a primavera volte? Porque, creiam, ela volta sempre!
Talvez nos julguemos bons demais para receber o sofrimento, como se ele fosse sempre símbolo de castigo e não algo necessário ao nosso crescimento.
As folhas caem e as árvores parecem assim tão desprotegidas, tão solitárias! ... e eu me pergunto o que faz com que sobrevivam.
Elas entendem que esse período é necessário à sua renovação. Elas aceitam, doam-se e esperam e recebem de volta, no tempo oportuno.
Assim somos nós com todas as perdas que sofremos, com as lágrimas que escorrem e salgam nossa boca, com o tempo que parece interminável ou as noites longas demais.
Tanto que não entendemos e não aceitamos o sofrimento, ele se prolongará. Tanto que não vemos isso como uma fase, apenas uma fase, a ferida estará aberta e sangrará.
Não aceitar o outono e negar o inverno não faz com que não existam. Apenas nos deixam fora de uma realidade que chega pra todo mundo.
Não somos maus demais para recebê-los como um castigo e nem bons demais para que possamos não acolhê-los.
As árvores perdem as folhas e perdemos os nossos. Elas choram e choramos também. Elas esperam e nada há que nos impeça de esperar.
E elas recebem, a seu tempo determinado, novos galhos e novas folhas, novas flores e novos frutos. Sentem-se assim completas.
Somos assim o que somos e o mesmo Deus que sustenta as árvores, nos sustenta a nós!

15 comentários:

*Adriana* disse...

Boa noite, querida Maria José!

Passei pela tristeza, recentemente, e agora estou na primavera. Minha vida tem sentido e me sinto completa.
Bjs e bom fim de semana

Rejane disse...

Exatamente!!o sofrimento provoca mudanças internas e como dizia Fernando Sabino,TODA MUDANÇA É PARA MELHOR . E melhor ainda , é saber que NADA É PARA SEMPRE!! bjos

Zininha disse...

A ISSO CHAMAMOS DE RESILIÊNCIA...TIRAR PROVEITO DO SOFRIMENTO PARA SE RECUPERAR E VOLTAR MAIS FORTE...

A NATUREZA MUITO TEM A NOS ENSINAR, TEMOS QUE ENTENDER SEUS SINAIS...

BEIJOS...SAUDADES...

angela disse...

Bonito texto, que nos remete ao que somos, seres da natureza.
beijos

Elisabete Tavares Affonso CRT 44107 disse...

que lindo o texto, relamente folhas caem...folhas nascem... estamos num constante renascer, hoje mesmo perdi uma folhinha querida em meu bosque ... um tio muito amado, e foi tão bom estar aqui em teu blog, obrigada e um belo final de semana...

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Estes dias estava ouvindo uma música de Plínio Oliveira, um músico espírita, intitulada pai e filho.
Nesta canção ele diz que se pudesse perguntaria ao pai a causa de tantos sofrimentos, pois como homem não os entende mas como filho os aceita.
Penso que somos muito pequenos para entender tudo o que nos ocorre, mas uma lição é muito clara:
Jamais podemos perder a fé no amor.
Fica feliz

Cris Tarcia disse...

Bom dia!

Lindo texto, quando sofremos reclamamos tanto, é um verdadeiro castigo dos deus, e muitas pessoas depois que passaram por momentos dificeis mudam o rumo de suas vidas, valorizam mais as pequenas coisas, as pessoas, renovam

Um beijo e um dia iluminado

Mãos em prece

Peregrina da Luz disse...

Obrigada pelo selinho.
Tudo na natureza tem o repouso necessário. Lindo!
Beijinhos

António Valério,sj disse...

Utiliza imagens lindíssimas que dão tanta esperança. Obrigado e bom fim de semana!

Jorge disse...

Maria Jo´se. Adoro textos da Letícia.
Parece que quanto mais queremos fugir do sofrimento, mais ela nos alcança.
Refletir acho necessário, mas a resposta vem é do coração.

Minha amiga, deixo um super beijo em teu coração e tenha um excelente fim de semana!

Beijo

Ritinha disse...

A árvore é podada crescer mais bela e forte.
Somos assim també. A vida como que nos poda pela dor e sofrimento para nos tornarmos mais fortes e firmes.

Um beijinho,
Ritinha

Kelly disse...

é que a poda as mudanças nos causam certo incômodo por medo do que virá...ótimo fim de semana bjs

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Maria José, até que enfim consigo voltar por aqui. Na Natureza encontramos sábias lições de Vida! O livro de Roberto Otsu: "A Sabedoria da Natureza" é muito lindo e nos faz refletir sobre cada elemento da mesma e sua associação com nossas vidas. Beijo.

Luísa disse...

Bom dia!

Amanhã, 16 de Novembro é o aniversário do João Menéres.
Gostaria muito que nos unissemos para o parabenizar.
Para tal, estamos a combinar fazer uma postagem com a foto dele (que segue em anexo), acompanhada da mensagem de parabéns que cada um gostaria de lhe enviar.Assim, quando ele abrir o Grifo o sidebar dele estará preenchido com a sua foto. Ele vai adorar.....(acredito eu!).
Sugiro a hora de publicação se programe para as 6h00, horário de Portugal Continental.

Por favor, divulguem por todos os que são amigos do João. Obrigada!

Votos de um excelente domingo, antecipadamente grata pela vossa colaboração,

Luísa

Carmem L Vilanova disse...

Porque renascer e' preciso, minha querida! Renascemos a cada novo amanhecer, junto ao novo dia, com novas esperancas e novos planos a concretizar... isso e' o que move o mundo e o que faz o Viver valer a pena! :o)

Muitos beijos, flores e muitos sorrisos... renascidos a cada manha! ;o)

Eu Sei Que Vou Te Amar
Viver Integral

PS: Outras pessoas tambem ja me reclamaram da dificuldade em comentar no Eu Sei Que Vou Te Amar, deve ser prolema com o layout que e' novo... vou ver como soluciono este problema! :o)