Páginas

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

A GRANDEZA DO MAR



Você sabe por quê o mar é tão grande?
Tão imenso?
Tão poderoso?
É porque teve a humildade de colocar-se alguns centímetros abaixo de todos os rios.
Sabendo receber, tornou-se grande.
Se quisesse ser o primeiro; centímetros acima de todos os rios, não seria mar, mas sim uma ilha.
Toda sua água iria para os outros e estaria isolado.
A perda faz parte.
A queda faz parte.
A morte faz parte.
É impossível vivermos satisfatoriamente isolados dos problemas.
Precisamos aprender a perder, a cair, a errar e a morrer.
Impossível ganhar sem saber perder.
Impossível andar sem saber cair.
Impossível acertar sem saber errar.
Impossível viver sem saber viver.
Se aprenderes a perder, a cair, a errar, ninguém mais o controlará.
Porque o máximo que poderá acontecer a você é cometer novos erros.
E isto você já sabe como superar.
Bem aventurado aquele que já consegue receber com a mesma naturalidade
o ganho e a perda...
o acerto e o erro...
o triunfo e a queda...
a vida e a morte.
Isso é a própria felicidade,
é a tão desejada, maturidade.
Autoria de Paulo Roberto Gaefke

www.meuanjo.com.br

2 comentários:

Jeanne Geyer disse...

Olá Maria José, mudei o endereço do blog, pra não perder o contato, estou revendo os amigos pra atualizar: http://caoticossemrumo.blogspot.com.br/ te espero lá, bjs

Santa Cruz disse...

Maria José Adorei ler o teu texto parabéns ao autor e a ti pela partilha. o Mar é imenso. Bom domingo.
Beijos
Santa Cruz