Páginas

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

ALGO MAIS... UMA LUZ, UM AMOR



Ah, bem poucos escutam a canção do espírito em seu próprio coração. E, por isso, vemos tantas pessoas perdidas em si mesmas. Esquecidas de sua essência espiritual, elas se deixam levar por aí... E seguem batendo cabeça, sem noção de alguma coisa maior na vida.
No entanto, tudo tem um preço. E esse é o mais caro de todos. Sim, custa muito caro viver anestesiado diante de si mesmo. Porque o vazio de consciência dói muito mais do que se pensa. E nada do mundo pode completar um coração sem luz. Nem homem ou mulher. Nem dinheiro, bebidas ou posses. Porque ninguém compra amor real ou consciência serena. E não existe remédio algum que cure as feridas do coração. E alguém que sequer conhece a si mesmo, facilmente perde o rumo.
Contudo, a canção do espírito permeia a tudo e a todos. E, quem a escuta, sente algo mais, mesmo que nada possa provar. Sim, algo mais... Uma luz, um amor, e alguns toques secretos.
Ah, quem sente o Sopro Vital do Eterno em seu coração, reconhece isso. E mesmo diante das provas do mundo, permanece fiel ao espírito que é. E nem a iminência da morte pode tomar o amor que está em seu coração. Porque a canção do espírito fala de coisas que estão além... E de outras, que estão dentro do próprio ser... E mais: fala de consciência. E de estrelas que brilham nos olhos.
Ah, viver não é só comer, beber, dormir, copular, e um dia morrer. Não é só isso, não. Também é pensar, sentir e fazer o melhor possível. Porque há algo mais, dentro e fora de cada Ser... Uma luz, um amor...
E não dá para pesar ou medir isso, mas dá para sentir e se tocar. Ah, dá sim! E ninguém precisa ver ou saber. E, se o próprio coração sabe... Então a canção é ouvida, em espírito... Junto com a luz e o amor. E não há dinheiro no mundo que pague isso. E nem ninguém que explique. Porque a canção do espírito fala do despertar da consciência.
Ah, isso não se explica, só se sente... Uma luz, um amor e toques sutis. Sim, algo mais... Que transforma os olhos em estrelas e o coração em sol. E que é capaz de ver o Divino nas coisas simples, e o Eterno no transitório. Há algo mais, dentro e fora, e além... Uma luz, um amor.
E quem ama, sabe. E continua escutando a canção do espírito... E ela fala de consciência e de que vale a pena viver, aqui e além... Sempre!

12 comentários:

josenaide coelho disse...

Sempre vai existir algo fora e dentro muito mais!!!
E o que os olhos conseguem decifrar logo chega ao infinito do coração.

josenaide coelho disse...

Provar uma vez de um olhar jamais você vai esquecer o que vc por fora viu o lado especial que está por dentro.Lembra sempre disso tá!

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Verdade,é nossa obrigação conduzir a vida de uma forma a suportar as dificuldades e ter paciência,na certeza que tudo com fé se resolverá.
Bjs,fica com Deus,tenha uma ótima noite.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa noite,
A vida é complicada, tudo pode acontecer inesperadamente, devemos estar preparados para ultrapassar barreiras com a cabeça fria.
Abraço
ag

Adriana Paz disse...

Lindo,Maria José.

Temos que aceitar a vida que temos,porque Deus sabe os melhores caminhos para cada um.

Terminou às 22 h de hoje,dia 11/12,a votação para o melhor blog de 2013.

O resultado sairá dia 14,meu aniversário.

Estou agradecendo a cada amiga que votou em mim.E você foi uma delas.

Mesmo que eu não vença,ficará gravado em meu coração a amizade e apoio de quem me quer bem e que está sempre presente no meu blog.
Deus a abençoe,amiga.

Beijinhos e linda noite

Dryka




Blog Suas Histórias Nossas Histórias

Cores do Caminho por Alice Meca disse...

Oi Maria Jose, vim agradecer sua presença no meu bloguito e ja ficando pois amei por demais tudo por aqui.
Acredito que viver é faze valer a pena cada instante que ganhamos de presente em nossa vida.
Bjks e linda quinta colorida p/vc flor;

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Maria José, oportuna reflexão neste momento em que cada vez mais se torna necessário olharmos para nosso interior e refletir sobre nossas intenções e necessidades íntimas de afeto, solidariedade e compreensão.Ao longo da leitura fiquei pensando que talvez muitas pessoas se perdem no consumo material e na ganância como uma espécie de anestesia para não pensar em sua própria carência, colocando na posse e ostentação uma valoração daquilo que eles não querem admitir que realmente precisam no
atendimento de necessidades espirituais.Um Natal feliz e pleno de amor e alegria compartilhados para você e os seus.
Um abraço

Bell disse...

oi Ma

a vida nem sempre é perfeita do jeitinho que sonhamos, mas não podemos desistir nunca, Força e Fé sempre.

bjokas =)

LENAPENA disse...

Penso que a vida é o maior presente que recebemos. Vivê-la bem, cultivando o autoamor e o amor ao próximo, dá-nos serenidade. E creio que a felicidade mora numa consciência pacificada, independente das tempestades que tenhamos que atravessar. Linda página, mostrando o valor da fé e da esperança. Um bom dia a vc.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Quem vive só em função do que é material, perde-se no rodamoinho da vida e nunca encontra-se consigo. Só a luz espiritual, ilumina por dentro e por fora de si,mostrando o caminho a seguir!
Sua crônica, remete à grande reflexão, Maria José!Obrigada, amiga.
Beijos, da Lúcia.

Mirtes Stolze. disse...

Boa tarde Maria José.
Que lindo e verdadeiro.
Que se ama e ama a vida ,suporta as aprovações com a cabeçá erguida,nada apaga a sua luz interior,nem a força do amor.
Uma linda noite.
Beijos.

Maria Luisa Adães disse...

O vazio de uma alma um dia será cobrado!

Mas será muito triste e complexo!

Aceitemos com humildade o que nos é dado...
E mais felizes seremos
num mundo de desigualdades!

Grata por suas palavras,

Maria Luísa