Páginas

domingo, 14 de julho de 2013

NA HORA DA ATRIBULAÇÃO



Encontro-me prostrada e abatida, Senhor.
Meus dias têm sido de grande angústia e desolação.
Minha noites têm sido de insônia e apreensão.
Os problemas com os quais me defronto são tantos e tão grandes que sinto-me sucumbir.
Permita-me, Senhor, neste instante de prece, abrir meu coração e suplicar a Sua intercessão misericordiosa, muito embora eu saiba que já conhece as minhas dores, antes mesmo que eu as confesse.
Se for da Sua vontade, afaste de mim este cálice de fel, porém, que se cumpra a Sua vontade e não a minha.
Redobre, Senhor, as minhas forças; robusteça a minha fé; renove as minhas esperanças, fortaleça o meu coração.
Dê-me calma e lucidez nesta fase de provação. A tempestade tem açoitado a minha alma, Senhor, mas ela passará como tudo nesta vida passa.
Esta noite trevosa em que hora me encontro, há de ser sucedida por um luminoso porvir.
Resgata-me, Senhor! Tu és alívio, misericórdia e consolação!

3 comentários:

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Palabras llenas de fe y de Esperanza hacia Dios para que nos proteja e ilumine...Precioso.
Abraços.

Cidinha disse...

Olá, Maria. Bom dia! Boa semana! Obrigada pelo lindo texto, que nada mais é uma prece que nos fortalece em horas tão difíceis. Desculpe pela falta! Problemas com a saúde e trabalho tem me deixado um pouco ausente. Estarei passando por aqui mais vezes breve! Agradeço o carinho amiga. Bjos! Paz e luz.

Rô... disse...

oi minha amiga,

fiz essa precede coração,
junto com você,
e me foi de grande benefício...
obrigada querida!

beijinhos