Páginas

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

CONTA AS BÊNÇÃOS


O que nos deixa mais tristes ou infelizes é a solidão da dor.
Não, não inverti as palavras, porque uma coisa é a dor da solidão, que milhares de almas, mesmo acompanhadas conhecem, e uma outra, é a solidão da dor.
A solidão da dor é a que cabe a nós, inteiramente.
É a que julgamos a maior do mundo, a mais pesada e difícil de carregar; aquela que diminui nossa estatura e agiganta todos os outros que estão ao redor; a que mata cada fibra do nosso coração e nos faz esquecer todas as alegrias e bênçãos recebidas.
Perigosamente destrutiva, afasta-nos do bem e do bom, da luz, do sal, da cruz e das promessas Divinas.
Jesus também sofreu a dor da solidão e do abandono; sofreu a dor da dor, a lança atravessada, o peso da cruz e do cravo nas mãos.
Mas Ele não experimentou a solidão da dor. Ele sabia que não estava só e mesmo nos momentos mais difíceis de serem suportados, erguia os olhos para o Céu.
Contamos tudo o que recebemos da vida e particularmente de Deus de maneira inversa.
Apagamos facilmente o bem, as alegrias, as bênçãos que caem gota a gota na nossa cabeça nos ungindo e reavivamos as dores que fatalmente colhemos nos caminhos por nós mesmos escolhidos.
Você tem teto, alimento, família, amigos, trabalho, saúde?
Conta as bênçãos!!!
Tem momentos de riso gostoso, de partilha, pode ver o nascer e o pôr do sol?
Conta as bênçãos!!!
Contamos nossas dores, as contabilizamos, somamos e nos esquecemos de acrescentar as alegrias que podem diminuí-las ou pelo menos nos mostrar que na balança da vida nem tudo é perda e sofrimento.
Conta sim, uma a uma, as bênçãos da sua vida. Você vai ver que a esperança ainda vive, que a luz brilha, que as flores continuam nascendo apesar das secas ou das enchentes.
Você vai ver que, silencioso, Deus olha por nós e continua distribuindo o bem, mesmo se aos nossos olhos as graças pareçam invisíveis.

8 comentários:

sonia disse...

Se fizermos a contabilidade dos nossos momentos, os de bênçãos serão muito maiores com certeza!
Abraço!
Sonia

ONG ALERTA disse...

Pura verdade,beijo Lisette.

Rô... disse...

oi minha amiga,

verdade,
nossa vida é coberta de bençãos todos os dias,
eu tenho agradecido tanto...

beijinhos

Cidinha disse...

Oi, Maria. Bom dia! Contabilizar é preciso. Apesar de nossas perdas, nosso ganho é sempre maior perante Deus! Esse é um bom momento para pesar todos. Agradeça-mos sempre! Bjos. Olha: vc gostou do papai noel correndo, é só clicar, traga para sua página. Adorei a reflexção!

Bloguinho da Zizi disse...

Maria José
Somo seres mal agradecidos.
Nessa contagem, a enfase vai para o que consideramos males. O resto, as grandes pequenas bençãos, passam despercebidas, cegos que estamos ligados à dor, que nós mesmos criamos.

Beijinhos

Joa disse...

Bem verdade! obrigada querida!!

✿ chica disse...

Linda mensagem da Letícia, tão bem trazida aqui! beijos,Feliz Natal, tudo de bom,chica

Mariangela disse...

Que linda mensagem Maria José, para um momento oportuno, em que grande parte dos filhos de Deus esquecem as bençãos recebidas.
Beijos amiga e obrigada pelo seu comentário em meu blog!
Feliz Natal!
Mariangela