Páginas

domingo, 1 de abril de 2012

EU, FRIA?



Um dia desses, me disseram que sou fria... Sei lá o que a pessoa quis dizer com esse ‘fria’, mas confesso que também não estou interessada. Quem sabe de mim sou eu. Talvez essa pessoa esteja certa.
Não é a vida que vai fazendo com que fiquemos frios, são outras pessoas que se encarregam disso.
É uma decepção aqui, uma desconsideração ali, um pouco caso acolá, algumas traições mais adiante, tudo isso multiplicado por mil. Quando nos damos conta, viramos um iceberg.
Claro que isso é uma defesa que criamos para nos defender de todos esses dissabores. Vai se formando um casco em volta de nós, tão forte e espesso que, chega uma hora, praticamente ninguém mais tem condições de se aproximar.
As relações, sejam de que natureza forem, vão ficando vazias, pobres. Nesse momento fica estabelecido um pacto entre nós e a solidão. Acreditar pra que? Confiar em quem? Dedicar-se por que razão?
Parece que, de repente, ninguém mais é digno do nosso carinho, afeto, compreensão, amizade e amor. Apenas dar e nunca receber dói, machuca, enrijece o coração de qualquer um.
As pessoas ficam frias exatamente por causa de outras que já nasceram congeladas e que se infiltram em suas vidas, a princípio, com um sorriso encantador.
Existem especialistas em transformar nossos corações num iceberg. Eles não reconhecem o valor de um relacionamento sincero, não dão valor a um gostar puro, não se interessam por questões como consideração e companheirismo. Eles só querem saber deles mesmo, o resto das pessoas é um pequeno detalhe em suas vidas.
Eu, fria? Já estou começando a achar que aquela pessoa tinha razão. O que ela não sabe é que sou fria só por fora, por dentro jamais serei.

15 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

"Aquele que duvida e não investiga torna-se não só infeliz, mas também injusto." (Pascal)

Cumprimentos

Caroll disse...

Ultimamente não estou mostrando tantooque sinto,por esses motivos mesmo,mas ai sozinha desabo, choro.
Mas o medo de ser ferida novamente me tornou mais "alerta".
Boa semana
Bjs

angela disse...

Um pouco de cuidado somente, não é preciso e fechar.
Gosto de ver seu blog cheio de lembranças de sua filha.
Beijos

ONG ALERTA disse...

Hoje em dia as pessoas sáo extermamente egoistas e vem os outros como eles querem...infelizmente tem situaçóes que nos colocam que ate podemos ficar mais irreverentes, mas concordo que temos um coraçáo e ele náo congela, beijo Lisette.

Rô... disse...

oi minha amiga,

cautela com alguns e pronto,
podemos ser nós mesmos,
mostrar o coração ajuda sempre,
na minha opinião...

beijinhos

Ives disse...

Nã acredito que existam pessoas frias, apenas superestruturas de conveniências. No fundo, o coração é cheio de calor! abraços

Sandra Portugal disse...

Hoje cito vc lá no bloguinho, amiga! depois passarei aqui para ler com calma esse artigo que muito me interessa. bjs
Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

António Jesus Batalha disse...

Tenho um blog que comecei agora, O Peregrino E Servo. Meu nome é António Batalha, passei e vi seu blog e gostei, quero deixar um convite: Gostava que fizesse parte de meus amigos virtuais no blog Peregrino e Servo, Isto é, se quizer. De volta retribuirei seguindo seu blog também, se desejar colucar meu banner no seu blog me avise. Obrigado.

silvioafonso disse...

.


Ah, eu não queria estar na
pele do alvo de suas flechas,
não.
A propósito; garota, como
você escreve bem. Ler você é
assistir a uma aula de jorna-
lismos como as muitas que eu
não perdi.

Um beijo,

silvioafonso





.

Marie disse...

Zeze, perfeito copiei e colei o trecho "As pessoas se tornam frias exatamente por causa de outras que já nasceram congeladas e que se infiltram em suas vidas, a princípio, com um sorriso encantador" la no facebook, concordo com a Angela, é ter cuidado e moderação.
Boa semana, fica com Deus e um forte abraço!!!
http://cmari.blogspot.com.br/

HELENA AFONSO disse...

Realmente, esta é uma maneira de se defender....provavelmente as pessoa que parecem mais frias, são as mais sensiveis......pois têm medo de ser magoadas...assim, vamos aprendendo a darmo-nos só mesmo a quem merece!
um beijinho
HELENA

Mônica Bif disse...

Oi Maria! Todos nós temos momentos em que parecemos mais frios, na verdade vestimos uma armadura gelada para nos protegermos do fogo lá fora. Ninguém gosta de sofrer, ninguém gosta de ficar ao lado de pessoas que fazem mal, mas que no fundo agente ama, e é aí que acabamos sofrendo, por aquelas expectativas que temos e que muitas vezes são frustradas. Já tive experiências assim na vida, não é fácil passar por uma decepção dessas de quem vc menos esperava, mas aprendi a perdoar e a seguir em frente para antes de mais nada, garantir minha própria saúde e bem-estar. Não vale a pena desistir de acreditar que agente possa ser feliz só por que meia duzia de pessoas nos fizeram mal algum dia, pois eu creio, existe mais bondade no mundo do que maldade. Existem mais pessoas boas do que ruins. E a vida é assim mesmo, é para quem não tem medo dela, de passar por suas bonanças e desventuras, por seus altos e baixos. Temos que nos cuidar sim, mas jamais nos fechar para a vida, afinal, ela é linda é vale a pena ser vivida plenamente. Obrigada pela visita lá no meu Blog. Bjos e tudo de bom pra vc!

Irregular disse...

Adorei o seu post fiquei tão emocionada com ele, visto que me identifiquei muito com o que você escreveu. Está maravilhoso há pessoas que são mesmo um congelador em nossas vidas. Beijinho Boa semana. Vou seguir, sim?

Graça Pereira disse...

O "frio" vem com aqueles que não nos entendem e só esperam de nós: receber! Dar, dar sempre dói e muito mais quando não há retribuição!
O que importa, é a voz da nossa consciência.
Uma santa e feliz Páscoa.
Beijocas.
Graça

Denise disse...

Vestimos couraças para isolar-nos destas pessoas, destas energias, e elas nos protegem, porém, escondem a melhor parte de nós...essa que poucos olhos vêem, mas que aquecem o coração de quem as enxerga. Algo mais importa?

Beijos, uma ótima semana pra vc!