Páginas

segunda-feira, 11 de julho de 2011

RECANTO DE LUZ



Quantas pessoas caminham desoladas e sós...
Andam, e sentem que seus passos as conduzem a lugar nenhum...
Perderam, há muito, o endereço da esperança...
Várias se debatem nas trevas da desilusão, do abandono, da desdita...
Sucedem-se os dias, as horas dobram-se umas sobre as outras, e os minutos passam como se trouxessem consigo uma soma cada vez maior de dissabores...
A vida lhe parece um eterno anoitecer, uma escuridão perpétua.
Milhares de criaturas estão à beira de um colapso nervoso.
Muitos corações estão quase sufocados de angústia, de saudade, de desespero, debruçados no passado, em busca de memórias perdidas.
Diante desse quadro, nós podemos ser um recanto de luz, convidando as criaturas a suave reconforto.
Podemos cultivar na intimidade um jardim de flores e luzes, a espalhar bênçãos de esperança.
Podemos ser a madrugada ridente, que traz consigo a melodia dos pássaros, anunciando o alvorecer.
Podemos ser o amanhecer daqueles que se debatem na escuridão, trazendo os primeiros raios de sol que vencem as trevas, irradiando claridade e conforto.
Podemos emitir uma frase de otimismo ou apenas uma palavra de fé que lhes restaure a confiança no futuro...
Incentivar-lhes a coragem de modo a que o desalento não se transforme em moléstia destruidora.
Ou então, estender a ponte do diálogo amigo, capaz de induzir ao reequilíbrio e à serenidade.
Sejamos um recanto tranqüilo. Mas para isso é preciso que o cultivemos portas adentro do coração.
É preciso que semeemos flores de compreensão, de afabilidade e doçura.
É tão triste caminhar na solidão! Mais triste ainda é ter como companhia a desesperança.
Vençamos, em definitivo, a indiferença, derrubando as muralhas do orgulho que nos impedem de vislumbrar as necessidades dos que caminham ao nosso lado.
Sejamos um recanto de luz, de paz, de esperança!
Agindo assim, sentiremos suave felicidade a invadir-nos a alma, penetrando-nos o coração e aliviando nossas carências e dores.
Na medida em que nos fazemos úteis a alguém, recebemos as bênçãos de que tanto precisamos. Esquecemos os pés feridos nos espinhos do caminho e sentimos nossas forças ampliadas.
Auxiliando-nos uns aos outros conseguiremos alcançar o topo da montanha escarpada de onde poderemos vislumbrar a ampla planície coberta de relva e flores, como prêmio pelos esforços realizados.
Não há noite que perdure para sempre.
O ponto mais alto da escuridão é também o início da madrugada que traz consigo a claridade, vencendo as trevas.
As nuvens, por mais densas que pareçam, são efêmeras e passageiras, mas o sol é perene.


Texto enviado por Roy Lacerda do blog MomentoBrasil e foi aqui postado por ser pertinente à proposta do Arca.

9 comentários:

* Verinha * disse...

Infelizmente muitos se encontram assim e cabe a nós estendermos as mãos para que essa passagem seja menos árdua.

Um beijo em seu coração Maria José!

Gilmara Wolkartt disse...

Sempre há um novo dia.
Linda mensagem.
Gd beijo

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Oiee!!
Que possamos ser Recanto de Luz por onde passarmos, sempre!!
Bjss♥ e paz!!

cidinha disse...

Oi, Maria!Bela reflexção. Tudo é passagero, passam as nuvens e o sol volta sempre há brilhar! bjs no coração...

Meire disse...

Maria, minha pétala de flor mais bela e querida, muitas pessoas insistem em viver apenas o lado ruim da vida e isso as deixa em plena escuridão, mas muitas vezes é apenas necessário que alguém ascenda uma pequena chama de esperança a seu lado semeando assim muitos sentimentos bons que com ela vem ;)

Que sua terça seja iluminada, vc é especial, bjokitas mil!!!

MARILENE disse...

Creio que a maioria das pessoas está ou esteve nessa escuridão. E se encontrou o caminho da luz foi porque mãos amigas aparaceram para ajudar. Devemos estar sempre atentos porque uma simples palavra pode levar o sol a quem sente frio na alma.

Bjs.

Malu disse...

Maria amiga, a escuridão é a opressão da alma.
Há dias em que o sol se fecha um tiquinho e o que resta é um espaço escuro.
Acho que todos nós passamos por instantes de escuridão, mas a ALMA que tem FÉ tudo supera.
A FÉ é a chama que tudo ilumina e deixa o caminho mais arejado.
Grande abraço, minha querida!

Maria Alice Cerqueira disse...

Ola querida amiga
Estou na final da ostra poesia, me desculpe por mais uma vez vir lhe pedir votinho para a minha poesia, Precisamos. Mas sem a sua ajuda eu não irei conseguir. Prometo que passando esta fase eu virei comentar apenas sobre o conteúdo de seu cantinho.
Como votar você entra no link …http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
No final paginas das poesias esta escrito
VOTE CLICANDO NA PALAVRA COMENTÁRIOS Lindalva 1 comentários
Por favor coloque coloque o nome da autora e da poesia, ( Precisamos ... Maria Alice Cerqueira e o nome do seu blog. para que Lindalva possa confirmar seu voto.
Desde já lhe agradeço de coração.
Tudo do melhor para você.
Abraço amigo
Maria Alice

netuno artes disse...

Penso que a maioria das pessoas já se sentiram assim, pelo menos em algum momento de suas vidas, o ruim é quando isto se torna uma constante . . . aí se torna doença, que precisa ser tratada
bjs netunianos