Páginas

domingo, 27 de março de 2011

SOLIDÃO DÓI



De tantas e tantas dores espalhadas por aí, uma das que mais doem é a da solidão.
Dói assim tanto, que quanto mais a gente chora, mais ela dói. E quanto mais dói, mais nos isola.
O mundo sofre de solidão. Ah, sim, sofre! Todo mundo anda tão preocupado com as doenças ditas modernas e que se espalham numa velocidade assustadora, mas poucos pensam nessa doença que nem matar mata, mas isola.
E ela é tão devastadora quanto qualquer outra, mas de maneira diferente. As pessoas disfarçam trancadas em suas casas ou seus apartamentos, diante de um computador, onde as amizades virtuais tomam um lugar de suma importância.
É que há muitos solitários se amparando, até mesmo sem saber. Mas é no momento de ir dormir que sentem essa dor que vai corroendo o peito e ficam torcendo para o sono chegar logo.
Não inventaram um remédio para acabar com a solidão. É que não precisa, pois ele sempre existiu.
É suficiente pensar um pouquinho em quem está do lado, quem não tem ninguém, quem viveu, se deu e fica esperando ainda da vida o retorno...
Quem quer contar histórias, mas não encontra ninguém com tempo ou paciência para ouvir... quem a vida podou de pais, filhos, irmãos... há em torno de cada um de nós alguém assim, quando não somos, nós mesmos, aquela pessoa que está precisando tanto de uma mão que aperte a nossa.
Não é preciso conhecer matemática para sabermos que um mais um fazem dois e, mais ainda: um triste mais um triste podem fazer dois felizes.
Oferecer a alguém a oportunidade de sentir-se menos só, nem que seja um pouco, um dia, já é acender uma velinha no coração dessa pessoa.
Não sei por que hesitamos tanto!
Talvez porque pedimos tantas coisas a Deus e nos esquecemos de pedir que faça chover amor.
E isso é muito, muito importante.

14 comentários:

Sandra Portugal disse...

Sim o mundo sofre de solidão!
Os idosos sofrem de solidão!
Mas vejo jovens sofrendo de solidão!
O nosso tipo de vida, a correria, o egoísmo, está fazendo as pessoas se isolarem! As vezes me pego no computador blogando e olho ao redor, meu marido e cada uma das minhas filhas está numa atividade individual - ou no notebook, ou na TV, ou no videogame, no Ipod, ou mesmo num livro tradicional! Aí páro tudo e proponho que todos interrompam suas atividades e que conversemos! Mas naturalmente a vida está isolando cada um de nós! bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Runa disse...

Belo e profundo o teu texto. Que Deus te ouça e faça chover 40 dias sem parar, num grande diluvio de amor.

Boa semana

Runa

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: A solidão existe e "DÓI", por tres razões principais:
1- O EGOÍSMO que teimamos em ser. O querer que outrem nos dêm justamente aquilo que nao não buscamos por simples comodismo.
2- O MEDO do desconhecido e por via de consequencia, um possível sofrimento, olham apenas para o próprio umbiigo.
3- A REVOLTA. Esta, fatalmente por alguma perda ocorrida na vida, não é MEU AMOR? Só que se estas pessoas soubessem que de nada adianta revoltar-se, pois nada pode ir de encontro a Lei DIVINA, e que ao passar de algum tempo compreendem que apenas 'machucou-se" e sofreu desnecessariamente, levantam-se sacode a poeira ainda cambaleantes e continuam a caminhada levando as próprias marcas que produziu. Beijos. Roy Lacerda.

Priscila Zanutti disse...

Acabei de indicar seu blog lá no meu. Já sigo faz tempo e a cada vez q entro e leio meu coração se enche de esperança.

link:

http://pcnaturalmentecultural.blogspot.com/2011/03/dica-de-um-blog-que-fala-com-o-seu.html

Marcos disse...

Olá Maria José! Bacana este post!

Realmente o mundo sofre de solidão. Mas repare um detalhe: O medo da solidão nos leva a ela.

Quando tentamos por todos os meios a aproximação de alguém para não se sentir só, é que este medo, realmente, manifesta toda sua força.

Perceba que o ato é condicionado pelo medo, o que nos torna escravo dele. Embora pareça, a aproximação de maneira nenhuma garante a não solidão.

Constantemente percebermos indivíduos extremamente artificiais na presença dos outros que nitidamente estão sob domínio deste medo.

Fazem-se e dissimulam ser o que não são na esperança de serem aceitos e admirados na profunda ilusão de não estarem sós.

Perdem seu verdadeiro “eu” o que os torna frágeis e vítimas de constante sofrimento.

Abraços

Carlos Carvalho disse...

A paz do Senhor Jesus,
Excelente esta postagem, e o conteúdo deste abençoado Blog !
Já estou seguindo com certeza, e já indiquei para alguns amigos e vou continuar a divulgar. Vai ser vitórias para todos!

Aproveito a oportunidade
Para lhe convidar para ser
Mais um amigo da “ROCHA”

www.afamilianarocha.blogspot.com
www.cristinaalvescantora.blogspot.com

Fique com Deus!

maria albertina disse...

Obrigado pela sua visita e pelo carinho em permanecer no meu blog.
Quanto a solidão.. já me senti tão só mesmo rodeada de pessoas. Dizem que a doença do seculo é a depressão.. eu digo que é a solidão.
Tenha uma semana de bençãos e muita paz, muitos amigos para que nunca se sinta só.

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

De fato, MJ. A vida moderna é escravizadora. Faz dos homens e mulheres um bando de ilhas cercados por outras ilhas por todos os lados. E o duro é perceber que ninguém se dá conta que não há água alguma que evite a aproximação; o chão é firme! Portanto, com pequeno esforço dá pra escapar da solidão física... não da do interior.

abs

ValériaC disse...

Muito bonito texto...
Solidão é mesmo um mal que atinge a muitos...um "santo" remédio pra combatê-la é: pararmos de ficar somente esperando que tudo venha a nós, e partamos efetivamente amando a tudo e a todos.

Quando nos preenchemos interiomente de bons sentimentos, aprendizagens e passamos a exteriorizar Amor, amizade e tudo o que é bom, ou seja, nos damos, infalivelmente recebemos e a solidão se esvai.

Minha querida, bela semana pra ti...beijos
Valéria

Ursula disse...

Mas também existe aquela solidão que só é solidão de alma. A pessoa pode ter gente por perto (e muitas vezes gente que a ama), mas sua alma está solitária. E tem os que estão sozinhos e bem acompanahdos.
Acho que o primeiro caso é mais comum hj...e mais dificil.
Beijos querida
ursulaferraricoach.wordpress.com

Jan Samuel disse...

Salmo 121
Isaías 45 versículo 1-2-3
Deus abençoe você e sua família
Nada é impossível para Deus
Saudações de
Jan

Priscilla Rocha disse...

Olá...
Sou sua nova seguidora.
Adorei o seu cantinho...

Fico no aguardo de sua visita.
Boa semana.

orvalho do ceu disse...

Olá, querida Maria José
Estive 7 dias na roça e fui ver agora o que se passou com vc e me deparo com excelentes posts... Tive que ficar com um pro comentário e esse foi o mais adequado comigo na atualidade...
Obrigada pelo alerta tão saudável...
Que o amor nunca se afaste de nós!!Bjs de paz e excelente semana pra vc.

Anônimo disse...

Pois e ...estava elndo sobre solião na sua página e era como se tivesse me olhando no espelho.Solidão deveria ser tratada como uma doença pois doí mais que a dor física: doí a alma..e quando a alma doí ...vc nao tem vontade de nada ...nem de viver !!! só quem passa é que sabe.É u grande vazio, dias e noites na escuridão, dias eternos, noites eternas.