Páginas

terça-feira, 22 de março de 2011

REVOLUÇÃO DO SER



Como exigir respeito da sociedade que nós mesmos desrespeitamos?
Como fazer valer leis que nem sempre observamos?
Como gritar pelo silêncio que nós mesmos violamos?
Como exigir educação que não ofertamos?
Como reclamar direitos sem cumprir com deveres?
É mais do que tempo de começar uma revolução silenciosa, sem armas, sem gritos, sem comícios barulhentos, sem mídia, sem alvoroço, mas que funciona espantosamente.
É hora de cuidar da sua casa, demonstrar para a sua família, filhos, pais, irmãos e sobrinhos, aquilo que você realmente quer ver no mundo.
Respeitar os pequenos códigos e leis da sociedade, coisas que muita gente acha que são bobagens, que muita gente acredita que pode fazer "porque todo mundo faz".
Aprendemos com as atitudes de cada um.
Nossos filhos nos observam e repetem o que fazemos.
Por isso, é hora de dirigir sem falar ao celular, sem beber qualquer bebida alcoólica e ser feliz sem ela.
Ao buscar seu filho na escola, não parar em local proibido, nem em fila dupla, ainda que seja só um instantinho.
Respeitar a sinalização de trânsito, seja ela qual for, em qualquer hora ou local.
Rejeitar vantagens que não sejam iguais para todos, fugir do tal "jeitinho" brasileiro, sem oferecer ou aceitar qualquer tipo de "suborno".
Jamais usar uma arma de fogo e quando possível, rejeitar qualquer lei que legalize ou libere as mesmas.
Ter tempo para ajudar na lição de casa dos filhos, conversar com a pessoa amada, respeitar os pais, venerar os idosos, ter atitudes de respeito para com o próximo, sem esquecer jamais que envelheceremos e que o mundo dá voltas completas. Que os que estão por cima hoje, amanhã poderão estar por baixo, e pode ser qualquer um de nós.
Somos nós quem criamos os políticos que vão nos governar amanhã. É o nosso filho ou filha, é um parente que deixamos de lado, é um vizinho que cresceu observando todos os nossos erros e que nenhuma escola foi capaz de mudar sua índole. Os políticos que temos hoje não vieram de Marte, nem foram importados. Eles são gente da nossa gente, que receberam e perceberam os mesmos valores que estamos cultivando.
Gente que se espanta quando alguém acha dinheiro na rua ou no lixo e devolve para o dono, ou entrega para a Justiça, pois sabem que não lhes pertence.
Gente que se espanta com quem não aceita "vantagens" que possam corromper a sua vida. Que não aceitam as bebidas, as drogas, as traições conjugais como "coisas normais".
Hoje, os honestos, os que seguem as leis estão ausentes, silenciosos, são vistos como ET´s, mas somos a maioria. Somos aqueles que podem transformar o mundo em questão de poucos anos sem derramar uma só gota de sangue.
Basta iniciar uma revolução na sua casa, pregando valores reais como justiça, solidariedade, respeito e paz. De repente, esses valores vão se espalhando como rastilho de pólvora e logo, mais e mais pessoas que respeitam a vida, que adotam os bons valores serão tantos que os que cometem crimes se sentirão envergonhados.
Aqueles pais que insistem em parar na fila dupla, os "malandros" que insistem em furar filas, andar pelo acostamento, dar "carteirada", gritar o famoso: "-sabe com quem você tá falando" serão uma minoria decadente, pobres de espírito que sentirão que não estão no lugar certo e buscarão se adaptar as mudanças ou mudarem de vez para outro lugar.
Tudo começa na sua casa.
No seu exemplo nas ruas.
No lixo que você joga no lixo.
No respeito às leis naturais da vida e dos homens.
Na leitura de bons livros, no investir na sua cultura.
No respeito à sua integridade moral e pessoal.
Em deitar a cabeça no travesseiro e dormir tranquilo, certo de ter feito o seu melhor.
Nunca seremos perfeitos, e nem é essa a motivação da nossa vida, mas seremos a própria justiça, a própria dignidade que esperamos do próximo, pois descobriremos que o próximo, somos nós mesmos.
Comece agora a sua revolução, valorize o que é certo e propague o que é bom!

Enviado por Jorge do blog Nectan Reflexões (
http://nectantaurus.blogspot.com/)

10 comentários:

diariodumapsi disse...

Ei Maria José!
A mudança começa em cada um de nós. Sem isso não temos como exigir nada dos outros.
Gd beijo

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

"Em deitar a cabeça no travesseiro e dormir tranquilo, certo de ter feito o seu melhor.
Nunca seremos perfeitos, e nem é essa a motivação da nossa vida, mas seremos a própria justiça, a própria dignidade que esperamos do próximo, pois descobriremos que o próximo, somos nós mesmos.

MARIA JOSÉ: O paragrafo acima, encerra o que "SERIA" o politicamente correto viver em sociedade. mas, o ser humano, exige mais do que faz. E a cultura do brasileiro, incentivada por maus políticos, leva a que a maioria da sociedade queira sempre levar "vantagem em td". Por esta razão, meu amor, infelizmente afirmo: NO MUNDO CONTEMPORÂNEO, nao passa de GRANDE UTOPIA. Beijinhos. Roy Lacerda.

Rejane-Enajer disse...

Exatamente!! como seria maravilhoso viver num mundo assim heim? falta ética, falta consciência, falta moral, falta muito!!
Bjs

Alma Aprendiz disse...

Olá amiga!
Perfeeeiito!
É isso mesmo,como exigir do outro sem dar o nosso exemplo?
Grande lição!
Beijosssssssss

Edward de Souza disse...

Olá Maria José!
Semana engatinha sob as cores nostálgicas do outono. Tempo para refletir sobre seu texto: a fim de participar e contribuir para o aperfeiçoamento de nossas vidas e do ambiente comum temos de buscar, incessantemente, a honestidade, o amor e a fidelidade dentro de nós mesmos.

Abçs

Edward de Souza

ValériaC disse...

Não temos como querer atitudes dos outros, se não as tivermos também.
Definitivamente, tudo tem que começar em nós.
Minha querida tenha uma ótima tarde..beijinhos
Valéria

manuel marques disse...

Texto muitíssimo interessante.

Beijo.

Mariana disse...

texto lindo e verdadeiro, e por ser verdadeiro é triste, pois mostra a nossa realidade.
cada um deve fazer a sua parte, é nisto que eu acredito.
Espero que tu estejas bem, deixo aqui um grande abraço.

Vitor disse...

Reflexão a preceito, e pensamentos elevados!

Bj*

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Maria José querida,

Esta mensagem é Espetacular.
Me lembrou uma que li outro dia que dizia mais ou menos assim:

“Integridade do caráter é a fidelidade à consciência e à sociedade. O que fazemos quando estamos sozinhos e quando ninguém está nos vendo é a base da nossa integridade. Deveríamos ser o que somos o tempo todo. Nossa honestidade e integridade não são para mostrar aos outros, para convencê-los de que somos honestos. Integridade vem da nossa natureza de que somos seres espirituais. Espiritualidade e caráter duvidoso não andam de mãos dadas. Quando alguém é verdadeiramente espiritual, sua vida brilha com glória e graça, pureza e paz, prazer e prosperidade.”

O espírito evoluído, já traz na sua essência um caráter que nunca será corrompido, porque faz parte do seu "Ser".

Um grande beijo em seu coração!!!