Páginas

sábado, 19 de março de 2011

ISSO É CONTIGO



Segundo a narrativa evangélica, após ver Jesus ser condenado, Judas se arrependeu profundamente.
Ele foi ter com os sacerdotes e queria lhes devolver as trinta moedas de prata que anteriormente tinha recebido.
Compungido, afirmou:
Pequei, traindo sangue inocente.
Eles, porém, disseram:
Que nos importa? Isso é contigo.A palavra da maldade humana é sempre cruel para quantos lhe ouvem as criminosas sugestões.
O caso de Judas demonstra a inconsequência e a perversidade dos que cooperam na execução dos grandes delitos.
O Espírito imprevidente por vezes considera e atende conselhos malévolos.
Mas, quando as consequências chegam, ele se encontra solitário.
Quem age corretamente sempre tem companheiros, se suas iniciativas são bem sucedidas, pois são muitos os que desejam partilhar as vitórias e desfrutar dos sucessos.
Contudo, raramente sentirá a presença de alguém que lhe comungue as aflições nos dias de derrota temporária.
Nesses momentos, somente sua consciência ilibada o socorrerá.
Semelhante realidade induz a criatura à precaução mais insistente.
A experiência amarga de Judas repete-se com a maioria dos homens, todos os dias, embora em diferentes setores.
Há quem ouça as delituosas insinuações da malícia ou da indisciplina.
Seja no trabalho, na vida social ou familiar.
Por vezes, o homem respira em paz, desenvolvendo as tarefas que lhe são necessárias.
Todavia, é alcançado pelo conselho da inveja ou da desesperação e perturba-se com falsas expectativas.
Passa a achar o dever ingrato.
Enamora-se de ganhos fáceis, aventuras inconsequentes ou folgas mais dilatadas.
Facilmente se convence de que faz mais do que o necessário, que é explorado e incompreendido.
Embalado nessas ilusões, consegue argumentos para desertar do dever.
Embrenha-se em labirintos escuros e ingratos, dos quais será muito difícil sair.
Quando reconhece o equívoco do cérebro ou do coração, volta-se para quem o aconselhou ou instigou.
É então que ouve a mesma frase dita a Judas, em seu momento de desespero:
Que nos importa? Isso é contigo.Convém refletir sobre essa realidade, perante os conselheiros de plantão.
Nas complexas ocorrências da vida, a saída mais fácil raramente é a mais honrosa.
Contudo, o caminho do dever é o único que pode ser trilhado em paz.
Pouco importa que os outros aconselhem ou façam o contrário.
A responsabilidade pelo que se faz é pessoal e intransferível.

Enviado por Jorge do blog Nectan Reflexões

10 comentários:

alegria de viver disse...

Olá querida amiga

Obrigada, vou levar com muita alegria, é lindo.

Assumir responsabilidade pelos nossos atos, esse é um dos maiores aprendizados.
Bom fim de semana
Com muito carinho BJS.

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pelo selinho amiga, já estou levando.

FELIZ DIA DO BLOGUEIRO!

Um domingo com muitas bençãos para todos nós.

beijooo.

Maria Adeladia disse...

Oi, querida!
Obrigada pela visita!

O Judas, como muitos, teve oportundidades de livrar-se do mal,pois estava ao lado do Filho de Deus, conhecendo todos os seus ensinamentos, porém, sua ganância foi maior que qualquer sentimento saudável. Preferiu trair Jesus com uma quantia que valia o preço de um escravo.

Deus dar-nos o livre arbítrio, para termos a liberdade de escolher nossos próprios caminhos.
O caminho que o Judas escolheu, foi o mal! E assim, sua consciência pesou ao ponto de cometer o suicídio.

Abraços, querida.

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

MJ, a belíssima advertência do texto lembrou-me os diálogos que estão no livro "Ação e Reação", ditado ao Iluminado Chico Xavier pelo Espírito André Luiz.

De uma coisa tenho plena certeza: quem já leu ou ler esse livro, nunca mais será o mesmo.

...e nem precisa pra isso se ter convicção espírita; basta apenas que se tenha presença de espírito.

abs BOM DOMINGO PR'OCÊ E OS SEUS.

Sônia Silvino disse...

Maria querida!
Feliz Dia do Blogueiro!!!
Tenho um selo para você aqui:
http://blogsdasoniasilvino.blogspot.com
Caso já tenha levado, obrigada!
Deixo um presente:

Se você é...

Se você é um vencedor,
terá alguns falsos amigos
e alguns amigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.

Se você é honesto e franco,
as pessoas podem enganá-lo
Seja honesto e franco assim mesmo.

O que você levou anos para construir
Alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz,
As pessoas podem sentir inveja.
Seja feliz assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você,
mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja você que, no final de tudo
Será você ... e Deus.

E não você ... e as pessoas!

Madre Tereza de Calcutá

Um lindo domingo para você!!!
Aguardo a sua participação na Confraria da Soninha:
quantas vezes você quiser!

Beijinhos, muitos!
Sônia Silvino

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: Açoes consideradas malévolas na face da Terra, são necessarias para a limpeza da atmosfera. "Mas ai daquele que for o executor".
"Pouco importa que os outros aconselhem ou façam o contrário.
A responsabilidade pelo que se faz é pessoal e intransferível". nmão e meu amor? BEIJOS. Roy Lacerda.

Jorge disse...

Quando nos permitimos ser influenciados pela sombra, é porque ainda carregamos ela. Todo erro tem reajuste, mas também tem o aprendizado. Claro, os que se conscientizam disso é que vão aproveitar para seu crescimento.
Por isso, sempre bom refletir as influências.

Anjo luz, uma ótima semana!
Beijo

Bloguinho da Zizi disse...

Vou
Vou em busca de mim
na certeza que o caminho que trilho agora é muito melhor
do que aquele que trilhava antes de aqui chegar.
O que aprendi aqui
nenhuma escola me ensinaria
pois os mestres que tive
foram os melhores
e nenhuma faculdade pode pagar.

O meu coração vai cheio de graça
neste novo caminho.
Muitas ideias fui tecendo
muitas ideias fui trocando
enquanto tentava manter desperta a minha luz.

Me deitei neste divã que é a vida,
recebi muitas respostas às minhas perguntas.
Segui meu sexto sentido,
e até me perdi no Japão.

Permiti que minha alma ficasse zen.
Li versos de fogo
no vale do sol encantado.
E quando a vida dentro de mim se tornou possível,
abri a arca do auto conhecimento
e ali vivi momentos
e descobri a beleza
e a felicidade
como numa caixinha
de boa nova.

Tomei meu chá das 5,
lendo as notícias da cozinha e
sentindo o doce da filosofia.

Vi as sementes no canteiro
da quinta
mostrando a essência de cada flor e,
continuando assim
até fadinhas eu vi.

Vi o delírio de uma bruxa
num arco íris.

Senti o vento numa ilha e,
simples assim percebi
que penso, logo insisto.

Aprendi com alguém especial
que a vida tem a cor que a gente pinta
e que somos fractais,
pedaços do grande Todo.

Entrei na cova do urso,
frequentei a casa das virtudes,
naveguei no infinito
conheci o poeta louco
e
... foi desse jeito que ouvi dizer ...
entre olhares líricos,
que há pérolas nos
pensamentos.

Aqui encontrei os mentores de luz,
trabalhei a minha espiritual-idade,
andei por vários mundos
sentindo o aroma nosso de cada dia.

Debaixo da Luz da minha amada Mestra Kwan Yin
li livros e colhi flôres
e foi por aí que
descobri alguns pequenos barulhos internos.

Por isso vou...


Vou em busca de mim
na certeza que o caminho que trilho agora é muito melhor
do que aquele que trilhava antes de aqui chegar.
O que aprendi aqui
nenhuma escola me ensinaria
pois os mestres que tive
foram os melhores
e nenhuma faculdade pode pagar.

Beatriz Prestes disse...

Um texo, um maravilhoso alerta!!!
Obrigada por momentos como este amiga querida!
Beijo carinhoso
Bea

Chris... ჱܓ disse...

Oi linda...
Passando para te desejar UM FELIZ DIA DO BLOGUEIRO.
Tenha uma linda semana de paz.

Bjos no coração.