Páginas

quinta-feira, 17 de março de 2011

APROVEITE A VIDA



Aproveite a vida, a maior festa que existe!Não sei se por questões culturais, religiosas ou pessoais, ou talvez seja por todas elas juntas, mas o fato é que, por mais estranho e paradoxal que pareça, a maioria das pessoas desperdiça o convite VIP que recebeu ao nascer e, negligentemente, joga fora a oportunidade de aproveitar a grande festa chamada Vida!
A excêntrica tia Mame, do filme Auntie Mame (1958), repete uma assertiva que, desde a primeira vez que ouvi, achei de uma medida perfeita e urgente. Embora possa parecer agressiva num primeiro momento, ela é, acima de tudo, provocativa – um convite à reflexão e um apelo ao abandono de uma das maiores ilusões do ser humano: a de que viver e amar tem a ver, fundamentalmente, com sofrer.
A frase é: “A vida é um banquete maravilhoso e a maioria dos idiotas continua morrendo de fome”!
Prefiro acreditar que você não se julgue – pelo menos não o tempo todo – um idiota. Mas certamente, em algum momento, após ter feito algo que rendeu prejuízos, sobretudo a si mesmo, já se sentiu um completo e patético idiota! Até aí, nenhum privilégio.
O problema é quem passa a vida toda se boicotando, afundando-se em reclamações e reforçando a crença medíocre e lamentável do “se”. “Se” tivesse isso ou aquilo, “se” fosse assim ou assado, “se” conseguisse, “se” conquistasse, enfim, uma interminável lista de impedimentos à própria felicidade. Obstáculos que a pessoa impõe a si mesma por se recusar a enxergar o banquete servido bem diante do seu nariz!
Sei que afirmar que a vida é aquilo que você acredita que ela seja, ou que o melhor está na simplicidade e disponível para quem quiser, é cair no lugar comum e, para alguns, beira o pedante, mas é absolutamente surpreendente constatar o quanto essa verdade ainda não foi assimilada, por mais que já tenha sido repetida incontáveis vezes.
Continuamos deixando a desejar quando se trata de sentar-se à mesa do tal banquete e se servir, se esbaldar, se lambuzar! E assim, feito idiota, a maioria continua morrendo de fome! Muitos, inclusive, morrem sem nunca terem se comportado como convidados realmente, como se o melhor da vida fosse reservado somente a alguns, que não eles.
Assim, presos à idéia de que não podem, não devem ou não sabem como, vão aceitando migalhas, deixando o melhor para quem – na opinião insegura deles – merece mais e, enfim, passam seus dias conformados com uma vidinha mais ou menos, um relacionamento “meia boca”, bem pouco de intensidade, quase nada de novos sabores, e talvez nada da autêntica felicidade!
Pois muito bem! Se você está cansado de se sentir deixado de fora da grande festa, sugiro que comece a se comportar, a partir de agora, como o convidado de honra que de fato você é! Mude sua postura, levante os ombros, olhe adiante e se apodere total e completamente do seu direito de estar neste mundo!
Apodere-se também do seu merecimento de viver um amor que valha a pena, que agite suas células e faça seu coração tremer. Se já tem um, invista nele como nunca fez antes. Aja como um apaixonado e transforme pequenas ocasiões em cenas dignas de Hollywood. No seu trabalho, comporte-se como mestre e senhor de suas funções e faça a diferença. Você não é apenas mais um. Você é um único, exemplar exclusivo na humanidade!
E acredite você ou não, as portas da festa da vida irão se abrir, os anfitriões irão te receber com pompas, os garçons irão te servir à vontade e a música vai rolar o tempo todo. Cabe somente a você a decisão de ficar apenas olhando ou, finalmente, fazer como manda muito bem a canção de “As Frenéticas”: “Abra suas asas, solte suas feras, caia na gandaia, entre nessa festa!” até descobrir, com todos os poros de seu corpo, que sorrir, amar, viver e ser feliz é muito mais uma questão de escolha individual do que de condições externas!

Enviado por Rosani Gomes do blog Fragmentos de Uma Alma Perfumada

15 comentários:

Marli Borges disse...

É isso aí, amiga!
Nós e nossa mania atávica de sofrer. Ano passado fiz uma postagem nessa mesma vertente. Penso assim como a autora, nós nascemos para coisas mais altas, mais importantes, mais simples, mais alegres. Viver é uma graça, que infelizmente, muitos de nós insistem em transformar essa graça em (des)graça. E vão levando uma vida 'meia-boca', no conformismo ingênuo, no sofrimento infrutífero. Gostei muito dessa postagem, parabéns!

Eis o link para o post que eu mencionei acima: http://marliborges.blogspot.com/2010/03/mania-de-sofrer.html

Bjssssssss

Anne Lieri disse...

Maria José,que msg de agitar os miolos!...rsss...Temos mesmo tanto a aprender,viver,dançar,curtir e não ficar esmolando pela vida!Maravilhosa postagem!Bjs,

Ale Quejinho disse...

Minha primeira vez por aqui, e estou amando. Deixo meu convite para conhecer o meu blog, se gostar me siga tambem que ficarei honrada.
Ale

Angel disse...

Oi Maria José, lindo e importante esse seu post. E por coincidência, ou não, o meu post de hoje tem um pouquinho a ver com este seu.
Sim, está nas nossas mãos a chave do paraíso. Depende de nós sermos felizes e pararmos de sofrer. É uma questão de atitude e de escolha, além de consciência.
Beijo de luz.
Angel.

Entrevidas disse...

A vida foi feita para ser vivida amiga, nos é que levamos tudo muito a serio e perdemos a maoir parte sofrendo antecipado. Beijos

Maria Adeladia disse...

Maria José, a vida por ser uma dádiva divina, temos que vivê-la da melhor forma possível. Aproveitando cada minuto!

Obrigada pelo carinho do "selinho".

Amei!!!!!!!!!!

Fica com Deus.Abraços e obrigada pela visita!

sonia disse...

Boa noite Maria José,

Gosto dos seus textos, esse é ótimo, fiz minhas reflexões, e conclui que fui a "idiota" que não soube saborear o melhor da vida.

A vida não foi gentil comigo, ou melhor eu não fui com ela, fiz escolhas erradas, assumi erros, cometi enganos, me afundei na tristeza de ficar completamente só.

Por esses dias, vou dar uma parada, deixarei os textos programados, e alguém para publicar os comentários.

Vou me recolher para balanço, não estou bem, "pifei", tico e teco já eram...

beijocas.

sonia

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida,

Acordar para estas verdades é fundamental.
A vida é o maior presente que recebemos, e no entanto muito se desperdiça dela.
MARAVILHOSA a frase da mensagem.
Um grande beijo em seu coração!!!

Viviane Moraes disse...

Oi Mááá,
Obrigada pelo Selinho. Amei!
Como é novidade para mim, depois vc passa lá e vê se fiz tudo direitinho tá.
Bjs no coração.

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: Cada ser humano é único(vide as impressões digitais). Por isso, temos que viver em sociedades. Por termos tb o livre-árbítrio, Deus nos dá o HOJE como presente, meu amor, afim de podermos, ao vivê-lo, consertar o erro de ontem e projetarmos o amanhã(futuro) a nossa felicidade. Bjos. Roy Lacerda.

MENTORESDELUZ.BGSPOT.COM disse...

MARIA LINDA POST TEXTO .PARASE PENSAR EM FAZER MODIFICAÇÕES EM NOSSO MODO DE VER DE SENTIR,E DE ENCARAR A VIDA COM MAIS ALEGRIA MAIS SIMPLICIDADE
MENOS COMPLICAÇÕES POSSIVEIS,FAZER
DA VIDA UM JARDIM DE AMOR DE PAZ
VIVENDO COM MAIS SERENIDADE ACEITANDO AS COISAS COM MAIS SIMPLICIDADE
UM ABRAÇO MARLENE

OBRIGADA PELA INDICAÇÃO DO SELINHO

Dayse disse...

Maria José...muito bom esse texto, todo dia ao acordar agradeço por estar viva e com isso vivo plenamente o dia, aproveitando a vida...
Tem um meme para você no meu blog com carinho...bjs

ASTROTERAPIA disse...

A felicidade é uma conquista diária.
Realmente esse astral tenho vivido mais em minha vida, meu marido tb.
Acho que não devemos desperdiçar oportunidades, nem que seja algo simples demais. Isso é viver.
Vou buscar meu selinho, obrigada pela visita, bjs Cynthia.

KINHA disse...

Olá Maria Jose

Vim convidá-la à participar do sorteio de uma joia exclusiva da designer, Eliana Colognese, vc não pode perder.

Bjoooooooooooo.............

http://amigadamoda.blogspot.com

Anônimo disse...

Wonderful, what a website it is! This weblog presents helpful data to us, keep it up.


my blog; How to get rid of static hair