Páginas

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

FELICIDADE: UM DIREITO DE TODOS


Deus nos deu a vida, não para sofrermos ou vivermos infelizes. Deu-nos sim, o livre arbítrio para escolhermos de que forma e como queremos viver.
A correria do mundo atual, a necessidade de se vencer através da competição de mercado, o frenético desejo por bens materiais e o posicionamento adotado a partir de padrões de beleza, de status e de comportamento têm levado as pessoas a estabelecerem para si próprias, que não são felizes.
Na verdade, são felizes e não percebem. Vivem lutando e tentando vencer uma guerra exterior, a guerra do mercado, da sociedade, das pessoas, enfim, uma guerra que não lhes pertence e atribuem aos seus fracassos a origem da sua imaginária infelicidade.
Ninguém pode encontrar a felicidade do lado de fora, nos bens materiais ou nas pessoas. A felicidade está nos limites de cada um, dentro de si mesmo e precisa ser sentida, otimizada e alimentada todos os dias, pois nós somos a nossa própria fonte de felicidade.
Os chamados “momentos de felicidade”, que todos dizem acontecer, de vez em quando, nas suas vidas, são na verdade, uma manifestação mais intensa, da felicidade, que já existe dentro de nós.
É falsa a idéia de que poderemos ser mais felizes se formos mais ricos. Isso é confundir desejo com necessidade. Erramos também, quando atribuímos a um parceiro ou alguém, a causa da nossa infelicidade. Não podemos delegar a uma pessoa a incumbência de nos fazer feliz, sob o risco de sermos injustos com essa pessoa. A felicidade depende, unicamente, de nós mesmos e de mais ninguém.
A felicidade está a um passo do nosso alcance, nas coisas simples do dia a dia e, mesmo em situações de provação extrema, é possível perceber a existência da felicidade em nossas vidas, transformando momentos difíceis em portas de saída, compreendendo melhor as leis da existência.
Você perceberá, simplesmente, que para ser feliz, você só precisa de uma coisa para fazer, outra para esperar e alguém para amar.

13 comentários:

Cris Tarcia disse...

Maria José, o momento é esse para ser feliz, agora...
Lindo texto, beijos

Kelly disse...

Sinto pena por ter direitos adquiridos e nem sempre poder usufruir deles...A felicidade é um deles, as vezes temos tantos compromissos profissionais, corrremos tanto atrás de mil e uma coisas e nos negamos o direito de ser feliz!!! beijos

Rejane-Enajer disse...

Hoje estive diante de duas amigas , cujos problemas na vida são bastantes para impedir o fluxo da vida. Uma delas vive a tomar remédios e sem forças para lutar, a outra, tira tudo de letras , consegue dar à volta por cima e consegue enxergar o lado positivo da situação.Ser feliz é uma questão de cabeça. É um trabalho árduo para aqueles que não gozam do privilégio de ter nascido com uma boa cabeça.
Bjs minha linda!!

Senhor da Vida disse...

Acredito na felicidade!

Luís Coelho disse...

Este artigo vem num tempo em que as cores do consumismo e da felicidade estão postas nos bens materiais e físicos.
Nem sei qual das duas vertentes mais influencia a vida das pessoas.
Deseja-se ser tão bonito como... e mais belo do que...
Deseja-se uma mansão apalaçada e recheada de tudo quanto se considera bom e belo...

Inverteram-se todos os valores e ser feliz por vezes custa tão pouco
-É apenas ter saúde e realização pessoal. Viver com amor...

duendes disse...

Querida amiga ,todos os dias qdo acordamos e podemos levantar de uma cama e sermos auto suficientes,podemos cuidar das nossas familias e de nos ,podemos amar e ser amadas isso ja nao é felicidade?????Vir ate aqui visitar o seu lindo cantinho de certo tambem é.beijos e lindo final de semana .Sempre seus amigos ...
Duendes

Maysa disse...

colega ,
um final de semana tranquilo e cheio de paz
abraço
elisa

Rejane-Enajer disse...

Amiga, que grata surpresa tê-la como primeira seguidora em meus novos espaços(rsrs)Essa foi uma maneira muito legal de arrumar minhas gavetas e arquivo do PC ,facilitando e atendendo as minhas
necessidades ,além de poder compartilhar os temas específicos com aqueles que
desejarem .Seja sempre bem -vinda!!Um bjão

Misturação - Ana Karla disse...

Isso mesmo Maria José, a felicidade está dentro de nós e engana-se que será feliz por possuir mais bens materiais do que o necessário.
A felicidade está na simplicidade de viver e ser.
Belo post pra sexta feira.
Bom final de semana
Xeros

Jorge disse...

Mesmo que a vida exija um tanto a mais de nós, ainda somos responsáveis pelas escolhas que fazemos. E quase sempre, deixamos a real felicidade de lado e não ficamos sabendo porque não somos felizes.

Meu Anjo, um beijo de luz!!!

Edward de Souza disse...

Olá Maria José!
A felicidade é um bem. Equivale a uma ética de bens e fins. É identificada com a virtude, a sabedoria, o prazer e a prosperidade. É, segundo São Tomás, um bem perfeito de natureza intelectual. Não é simplesmente um estado de alma, mas algo que a alma recebe de fora. É justo, pois, buscar a felicidade. Cabe a nós abrir a porta para que ela entre.

Parabéns pelo texto!

Um bom final de semana, amiga!

Edward de Souza

Adriana Alencar disse...

É a pura verdade, a felicidade está dentro de nós, é estar bem consigo próprio e, principalmente, amar e cuidar do que se tem.
Bj
Adri

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

"Você perceberá, simplesmente, que para ser feliz, você só precisa de uma coisa para fazer, outra para esperar e alguém para amar."

MARIA JOSÉ: Aqauele que conseguir por em prática o parágrafo acima, terá conseguido o exito total na caminhada, meu amor. Abrçs. Roy Lacerda.