Páginas

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

SABEDORIA DE AVÓ


Quando eu for bem velhinha, espero receber a graça de, num dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca e, bebendo um cálice de Porto, dizer a minha neta:
- Querida, venha cá. Feche a porta com cuidado e sente-se aqui ao meu lado. Tenho umas coisas pra te contar.
E assim, dizer apontando o indicador para o alto: - O nome disso não é conselho, isso se chama colaboração!
Eu vivi, ensinei, aprendi, caí, levantei e cheguei a algumas conclusões. E agora, do alto dos meus 82 anos, com os ossos frágeis, a pele mole e os cabelos brancos, minha alma é o que me resta saudável e forte. Por isso, vou colocar mais ou menos assim:
É preciso coragem para ser feliz. Seja valente.
Siga sempre seu coração. Para onde ele for, seu sangue, suas veias e seus olhos também irão.
Satisfaça seus desejos. Esse é seu direito e obrigação.
Entenda que o tempo é um paciente professor que irá te fazer crescer, mas escolha entre ser uma grande menina ou uma menina grande, vai depender só de você.
Tenha poucos e bons amigos. Tenha filhos. Tenha um jardim.
Aproveite sua casa, mas vá a Fernando de Noronha, a Barcelona e à Austrália.
Cuide bem dos seus dentes.
Experimente, mude, corte os cabelos. Ame. Ame pra valer, mesmo que ele seja o carteiro. Não corra o risco de envelhecer dizendo "ah, se eu tivesse feito..." Vai que o carteiro ganha na loteria - tudo é possível, e o futuro é imprevisível.
Tenha uma vida rica de vida! Viva romances de cinema, contos de fada e casos de novela.
Faça sexo, mas não sinta vergonha de preferir fazer amor.
E tome conta sempre da sua reputação, ela é um bem inestimável. Porque sim, as pessoas comentam, reparam, e se você der chance elas inventam também detalhes desnecessários.
Se for se casar, faça por amor. Não faça por segurança, carinho ou status.
A sabedoria convencional recomenda que você se case com alguém parecido com você, mas isso pode ser um saco!
Prefira a recomendação da natureza, que com a justificativa de aperfeiçoar os genes na reprodução, sugere que você procure alguém diferente de você. Mas para ter sucesso nessa questão, acredite no olfato e desconfie da visão. É o seu nariz quem diz a verdade quando o assunto é paixão.
Faça do fogão, do pente, da caneta, do papel e do armário, seus instrumentos de criação.
Leia. Pinte, desenhe, escreva. E por favor, dance, dance, dance até o fim, se não por você, o faça por mim.
Compreenda seus pais. Eles te amam para além da sua imaginação, sempre fizeram o melhor que puderam, e sempre farão.
Não cultive as mágoas, porque se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida é que um único pontinho preto num oceano branco deixa tudo cinza.
Era só isso minha querida. Agora é a sua vez. Por favor, encha mais uma vez minha taça e me conte: como vai você?

15 comentários:

Multiolhares disse...

tanto os idosos tem para nos ensinar, pena é que nós não os sabemos escutar.
beijinhos

Kelly disse...

Precisamos valorizar esses sábios conhecimentos né? bj

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: Nada melhor que a experiencia adquirida nos mts anos vividos. Mas.

SE NAO HOUVER QUÍMICA, nada feito, não é MEU AMOR? Bjs. roy Lacerda.

Lulú disse...

Faltam 12 anos, aí terei 82 anos . Gostei de ler os ensinamentos, aprendi como dizer aos meus netos.
Valeu Maria José.
Beijos
Maria Luiza (Lulú)

Bloguinho da Zizi disse...

Que pena que não tive uma avòzinha dessa.
Teria curtido mais a vida!!
Bom, agora só me resta ser avó e passar as dicas pra quem vier.
Beijinho Maria José

Misturação - Ana Karla disse...

Que forma mais linda de falar com os netos!
Grande conto.
Xeros

GENINHA disse...

Beijinhos de Portugal, minha amiga !
Continuo por cá a visitar de vez em quando seu magnífico Blog.

I.B.G. disse...

Hi! I really liked your blog. I have also a personal blog that you can find world news and my studies. You should visit and follow my blog. I am sure that you will like it.

http://isaburakgonca.blogspot.com/

mentoresdeluz.blogspot.com disse...

que lindo,Maria adorei sua postagem
de uma passadinha em meu blog,
tem um lindo selinho para voce
com muito carinho
Marlene

Cadinho RoCo disse...

São dos elementos mais simples é que exuberamos, com todo requinte, o nosso viver. O mais importante é nunca prescindir do amor, isso não.
Cadinho RoCo

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida Maria José,

Linda história, o que me chamou a atenção foi o conselho que em relação ao AMOR, devemos confiar no olfato e não na visão.
Sabe que isto é a mais pura verdade?
Nunca tinha parado para pensar nisto!
Mas o cheiro tem tudo a ver com a relação a dois, a química se não existir, já era......
Tudo a ver...

Um grande beijo em seu coração!

Juci Barros disse...

Foi o melhor post que li aqui, que li hoje!

Beijos.

Jorge Nectan disse...

Somente a experiência vivida sabe dar conselhos.

Excelente texto, Maria José.

Um beijo!

ValériaC disse...

Quanta sabedoria...quem dera todos tivessem a oportunidade de ouvir estas palavras.
Beijinhos...
Valéria

Michele Cheminski disse...

Boa noite Maria, eu simplesmente adorei esse post, fiquei bem emocionada pq lembrei de minha avó que o tempo ja levo, lindo mesmo muito lindo, me fez pensar sobre minha vida, e refletir um pouco sobre cortar o cabelo, coisa que nao faço faz acho que 6 anos, sempre gostei dele comprido mais acho que estou perdendo de curtir ele em outros formatos... tentes razão viver dizendo:aaah pq eu nao fiz, francamente é triste, acho mesmo que meus pais no fim fizeram o que puderam por mim e tbm que somos da mesma familia mais isso nao quer dizer que fomos iguais nao é mesmos? vou convidar meu marido e os amigos, quero mesmo dançar, dançar e dançar minha avó uma vez disse algo sobre aproveitar as pernas que ainda são fortes. muito obrigado por essa agradável... como dizemos por aqui (dedo na molera). a propósito adorei o comentário la no meu blok.
bjs.