Páginas

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

QUANDO A PALAVRA É DESISTIR



Existe um momento na vida de cada pessoa que o “e se?” chega e atormenta a mente. E se eu não fiz a boa escolha? E se o caminho era outro? E se depois de todo esse tempo eu tivesse que voltar atrás? E se meus sonhos tomassem outra direção, outras formas e me conduzisse a outros lugares? E se eu parasse tudo o que fosse possível e recomeçasse?
Temos em nós o sentimento de que quando desistimos de um caminho tomado é como se tivéssemos que reconhecer abertamente nosso erro, nossa má decisão, nossa fraqueza como ser humano que não soube ter o discernimento de fazer as escolhas certas na hora certa.
E o que dói mais não é o querer recomeçar, pois se muitos pudessem ou tivessem coragem bastante, recomeçariam sem hesitação. O que dói é o sentimento de ter perdido uma batalha pela qual tínhamos nos empenhado, é a sensação do desistir que nos dá o sentimento de fraqueza, sobretudo quando ouvimos tanto e tanto que nunca devemos desistir.
Mas devemos desistir sim, se a situação pede ou mesmo exige de nós uma atitude. Continuar num caminho que sabemos íngremes só para dar aos outros a idéia de que somos infalíveis é criar em volta de nós uma imagem hipócrita, pois mostramos ao mundo o que ele quer ver e sepultamos nossos sentimentos.
E ninguém vê quando choramos escondido, ninguém conhece a dor e o sentimento de escuridão que atravessa nosso espírito nos momentos em que nos encontramos com nós mesmos, ninguém sabe por nós o que é morrer devagarzinho dentro de si porque depois de alguns passos nos agarramos ao feito e consideramos as nuvens como absolutamente inacessíveis. Ninguém sabe por nós, não...
Há sonhos que estão longínquos demais e outros bem mais ao alcance das nossas mãos. Não faz parte da sabedoria abraçar o que está próximo, e tirar o néctar das flores que nos oferecem da maneira mais sutil possível?
Se não pudéssemos mudar de idéia, de opinião, de caminho, Jesus nunca teria vindo na terra. Se veio, foi para que soubéssemos que podemos desistir de idéias pré-concebidas, de decisões anteriormente tomadas como boas, de caminhos que só nos conduzirão à perda do nosso eu e à diminuição da nossa personalidade.
Desistir de algo que se almejou e se lutou para ter não é dar um passo atrás. Se não estamos satisfeitos, o melhor é avançar e se isso significa dar um passo atrás, devemos dar esse passo sim!
Só podemos fazer os outros felizes se nos sentimos felizes. Ninguém fala da beleza da lua e das flores se essa beleza não tiver atingido seu coração, se não estiver impregnada na sua alma.
Quem canta, canta porque a alma canta e canta até sem perceber. Dar felicidade é possuir felicidade, dar conhecimento é possuir conhecimento, dar segurança é possuir segurança.
O legado que devemos deixar aos nossos filhos não é o de uma pessoa infalível e perfeita, mas de uma pessoa que soube extrair do âmago da vida e dos seus ensinamentos aquilo que esta lhe ofereceu.

17 comentários:

웃 Lu Silva 웃 disse...

Nossa! Procuro não arrepender do que fiz,mas claro, sempre bate aquele pensamento: será que fiz a escolha certa? hehe eita. Ai busco focar o meu lado cristão. Penso: Deus ficaria mias feliz com esta decisão se ela fosse diferente?! Ai avalio e fico tranquila sabendo que tomei o rumo certo.
Eita!

bjos minina!

Sergio disse...

Hola Maria José,

la palabra desistir no hace parte de mi vocabulario... a veces no me sale bien, pero siempre se aprende con la experiencia...

Saludos argentinos,

Sergio.

Glória Müller disse...

Maria José, tudo bem? Pensamento profundo e
sério, e cheio também de verdades.
É pra frente que se anda, não é? Então...
Passos firmes e largos em direção a 2011!
Feliz Ano Novo!!!
Beijos
Glória

(בן ברוך) Ben Baruch disse...

Paz querida irmã Maria José!
Nos conhecemos há um bom tempo e você sabe o quanto esse texto fala ao meu coração.
Quantas vezes somos forçados pelas circunstâncias que a vida nos proporciona e as que nós mesmos provocamos e não conseguimos alterar de imediato o curso de nossa curta história de vida, a tomar um rumo diverso do que desejamos?
Mas, creio que em nossa existência, sempre haverá um momento para recomeçar.
A suposta vergonha ou até mesmo o desprezo que podemos sofrer dos que não concordam conosco, devem antes, nos servir de incentivo para prosseguir adiante e nunca para se deixar de buscar e retomar o caminho do qual nos distanciamos e que agora vemos ser o correto a seguir em razão do progresso ou fracassos que alcançamos.
Pode até ser que ele não seja ainda o melhor caminho, mas com certeza estaremos mais fortalecidos nessa nova caminhada.
Que o Senhor continue te dando força, sabedoria e entendimento, fazendo crescer dentro de ti o amor que suplanta toda e qualquer dúvida ou ansiedade que as circunstâncias naturais da vida nos apresentam.
Muita paz!
Ben Baruch

Clítia Milagres disse...

Lindo!!!!!
Feliz 2011

bjs

Juliana Dias disse...

Minha querida! Que belas palavras. Em dias de dúvidas, como o que estou hoje, ler um texto deste nos faz ou pelo menos ajuda a entender muitas coisas que já deveríamos ter entendido.

Grande beijo!!!

Aparece lá no blog!

diariodumapsi disse...

A vida é assim, feita de muitos erros e alguns acertos, por isso acho que é melhor errar do que não tentar, pois não tentar é deixar de viver!
Feliz ano novo!
Gd beijo

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ:"é a sensação do desistir que nos dá o sentimento de fraqueza, sobretudo quando ouvimos tanto e tanto que nunca devemos desistir."
MEU AMOR,a perda de batalhas(choros e dores) por possíveis decisões erroneas, fazem parte do aprendizado da vida e tb o fortalecimento para seguir-se em frente. Pois se a caminhada fosse um mar de rosas(sem espinhos)nos tranformariamos em autenticos robots, fazendo as msm coisas pois saberiamos de antemao qual o resultado. A incerteza do sucesso, é que nos aciona para tomarmos as decisões na direção escolhida. Em nosso dicionário suprimimos o "DESISTIR", pois caminhamos sempre juntose em frente. Bjs. Roy Lacerda.

Isabel disse...

Son días para reencontrarse con la familia, compartir ilusiones, recordar experiencias pasadas y brindar por los sueños futuros.
Disfruta de tus seres queridos, ellos son el mejor regalo que puedes recibir.
Que todas tus ilusiones y metas se cumplan en el nuevo año.
¡¡¡ FELIZ 2011 ¡¡¡
Isabel

Luís Coelho disse...

Momentos para repensar os nossos projectos e as nossas decisões.
Momentos para recarregar baterias e avançar decididamente numa caminhada que julgamos ser a melhor.

MYS disse...

Desejo a vc um,
maravilhoso 2011!!!

Repleto de PAZ e AMOR!

Lutar sempre...desistir jamais!

FELIZ ANO NOVO :)

abç de luz
MYS

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá!!!! Passando para desejar um Ano Novo maravilhoso e iluminado....

Até Ano que vem....

sonia disse...

Querida Maria Jose,

Nós passamos a vida desde tenra idade com tentativas de boas coisas, aquelas que pensamos fazer-nos feliz.

Mas, como nem toda semente nasce, assim é o nosso caminho, não temos tudo que queremos.

Muitas vezes por causa desse "se, será?" a gente "morde corrente". Veja, aconteceu comigo. Deixei para trás, uma vida familiar legal, uma casa confortável, respeito social, e fui me aventurar ao que eu achava ser amor.

Errei, me estrepei, foi um tremendo tsunami que destruiu minha vida, minha dignidade, meu amor próprio, e me proporcionou aborrecimentos, arrependimento, e um caminho sem volta.

Então, penso hoje: Se existe uma dúvida (se), e melhor não arriscar. O que achamos ser melhor pode destruir o que conquistamos.

Feliz ano novo.

sonia.

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Oiee...linda reflexão!
Não tenho o direito de magoar a quem quer que seja,mas tbém opto pela opção de não me sentir insatisfeita ou de fazer tipo pra ficar cheia de neuras depois.Procuro sempre diante de alguma decisão difícil fazer uma prece e peço orientação do melhor a ser feito.
Um 2011 de muita saúde e paz!
Bjkss♥

Gislene disse...

Olá, amiga Maria José!

Sempre em frente, não é mesmo!
Desistir... Jamais!

Te convido para uma visita ao meu blog.
Fiz uma postagem sobre João de Deus, o médium de Abadiânia. Você o conhece, amiga?
Espero sua visita!

Um abraço,

Gislene.

Mafalda S. disse...

Não há volta a dar, temos de seguir em frente (mesmo que por vezes tenhamos de desistir). Devemos de fazer de cada situação uma aprendizagem e, com isso, iremos ficar mais fortes ao longo do tempo. A vida é mesmo isso.

Beijinhos amiga!

Rute disse...

" FELIZ ANO NOVO PRA VC "
"A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas
vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo.
Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente
cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é
uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus."

Beijos a vc