Páginas

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

PARALELAS



As coisas que possuímos se apegam a nós e nós a elas. Os objetos contam histórias, nos fazem lembrar, até sentir de novo, mesmo se de forma mais suave, as mesmas sensações.
Na viagem da vida, as coisas que adquirimos depois que o coração desejou tanto e que nos deixaram orgulhosos da conquista, colam-se a nós como se às vezes não pudéssemos viver dissociados.
Nosso apego à matéria nos dá a sensação de que existimos, pois são provas materiais, tangíveis de que a nossa vida foi rica em acontecimentos.
É muito bom ter uma história passada, porém, a história continua... E muitas vezes, para que possamos avançar nela, temos que achar espaço para as novas coisas.
Se não aprendemos a nos desprender das antigas, formaremos em nós entulhos que causarão desordem na nossa vida.
Não podemos querer avançar e guardar sempre um pé atrás. Podemos possuir o mundo inteiro, mas quando nossa última hora chega, tudo fica.
O que precisamos aprender é saber reconhecer o que é importante, o que realmente nos enriquece, o que ficará mesmo depois da nossa partida.
Ser feliz, fazer outros felizes, estar contente de si, ter amigos, um amor de verdade, valem mais que todo o ouro do mundo junto. E são essas riquezas que devem se impregnar em nós, são esses tesouros que devemos buscar.
Às vezes Deus nos dá a oportunidade de recomeçar um caminho e nós a perdemos porque não soubemos abrir mão do nosso passado. Mãos que recebem estão sempre abertas, numa atitude paralela de oferta e acolhimento.
As coisas passadas tiveram seu momento e ficarão guardadas em nós, mas é para frente que se anda.
O valor do que somos é muito maior que o do que possuímos. Lamentar coisas perdidas não acrescenta um mínimo à nossa vida, mas a esperança de dias melhores, que damos e que nos damos, é um tesouro de valor eterno e inestimável.

12 comentários:

Carlos Varoli disse...

Oi amiga Maria José. Gostei muito desta matéria.
As conquistas que realmente tem valor para o espírito eterno são as morais. Evolução, amigos, amor e caridade são bagagens imperecíveis.
Muita paz, amiga.
Beijos,
Carlos espírita

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida Maria José.
Linda mensagem, que diz todas as verdades.
Amo muito o meu "passado" e trago recordações que são muito preciosas na minha vida, mas como diz o velho ditado, a vida continua.
Meu "presente" está cada vez mais enriquecido com meus relacionamentos familiares, amizades e também material.
Material sim, porque não? somos espiritos vivendo na matéria, portanto não devemos desprezá-la, porque através dela obtemos muitos aprendizados.
E a vida é assim....viver de forma livre e sem apegos é o maior aprendizado que teremos para conseguirmos evoluir.
Devemos aproveitar todas as experiências que aparecem na nossa frente, pois serão sempre únicas.
Não percamos tempo com sentimentos menores. Somos muito maiores que tudo isto.
Muita Luz e Paz em seu coração!
Lú.

alegria de viver disse...

Olá querida amiga

Bela mensagem, tudo na vida tem sempre dois lados, precisamos aprender a caminhar numa estrada de amor.

Com muito carinho BJS.

Alma Inquieta disse...

Olá querida Maria José,

Adorei o texto.
Valemos pelo que somos e não pelo que temos... foi assim que ensinei os meus filhos...

Um beijo.

Lulú disse...

Olá Maria José, belo post este seu. Há muito pouco , estou começando a me desprender do material. Mas ainda sou muito ligada nas coisas que deixei de ter (material) e que vivem rondando minha cabeça. Mas sei que vou conseguir me desligar e aprender a dar mais de mim.
Obrigada pela leitura.
Beijo.
Maria Luiza (Lulú)

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: Olha um ensinamento do desapego das coisas maeteriais, as quais não nos levam a nada. Valemos sim, pelo que somos, pelos valores dos nossos atos e ações. Pela construção de uma estrada no caminho do bem e pelos exemplos que deixamos a outrem. ok? MEU AMOR ! BJS. Roy Lacerda.

Mariana disse...

Coamo sempre, encontro no teu espaço tão aconchegante tantas mensagens de paz,de sabedoria e que enche o coração.
Maria José tu divulga só coisas boas e deixa transparecer aqui.

Se puderes deixe um recado na homenagem q fiz no meu blog, pra a Lisette.
bjs

Carmem L Vilanova disse...

Querida amiga...
Nisto se resume a verdade da vida: "Ser feliz, fazer outros felizes, estar contente de si, ter amigos, um amor de verdade, valem mais que todo o ouro do mundo junto." Nada mais real e verdadeiro...
Amei o teu post, minha querida!
Beijos, flores emuitos sorrisos!

José Gonçalves disse...

Olá Maria José Rezende,

Queria ter subido aquela, escada rumo a um ponto tão alto que me permitisse olhar ao redor e de lá, olhar o Passado e traçar o Futuro.

Um texto rico de mensagens, onde o "desapego" nos é ofericido como bem supremo, mas somos humanos.

E como Humanos que somos, dificilmente conseguimos construir algo sem um passado coerente, sem algo que nos permita sentir... segurança? Não sei!

Não devemos de facto ficar "presos" ao Passado, devemos ter perspectivas de Futuro e as portas abertas a novos Rumos, novos Desafios.

Mas sem passado... dificilmente chegaremos a bom porto, dificilmente conseguiremos dar bons passos e cairemos com facilidade no abismo que nos absorverá.

Creio!

Gostei particularmente da "frase":

"Mãos que recebem estão sempre abertas, numa atitude paralela de oferta e acolhimento."

A gente conhece estas frases, estas mensagens. Ouve-as de quando em quando aí pela Estrada da Vida. Precisa ser lembrado de vez em quando.

Manter as mãos abertas, numa situação de abertura à dádiva da Vida, até porque uma mão lava a outra e as duas lavam a cara!

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves

ValériaC disse...

Com toda certeza querida, devemos nos concentrar nos valores eternos, no amor que damos e recebemos, pois é isto que é essencial e que nos acompanhará sempre...
beijinhos amiga...
Valéria

Eliane Gonçalves disse...

Lindo texto.

Passei para desejar um dia de muito amor e paz!

Bjos,

Eli.

Isa mar disse...

Oi amiga de alma, vim aqui relaxar um pouco, e como sempre encontro teus textos maravilhosos
Guardemos os tesouros que temos com o maior carinho, pois esses tem duração eterna!
Beijos em teu coração e um ótimo fim de semana!