Páginas

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

O GIGANTE DEITADO


Nascido em Ituiutaba (MG), em 1 de novembro de 1939 e tendo desencarnado em 25 de novembro de 1989, a vida do médium Jerônimo Mendonça foi um exemplo de superação de limites. Totalmente paralítico há mais de trinta anos, sem mover nem o pescoço, cego há mais de vinte anos, com artrite reumatóide que lhe dava dores terríveis no peito e em todo o corpo, era levado por mãos amigas por todo o Brasil afora para proferir palestras. Foi tão grande o seu exemplo que foi apelidado “O Gigante Deitado” pelos amigos e pela imprensa.
Houve uma época, em meados de 1960, quando ainda enxergava, que Jerônimo quase desencarnou de uma hemorragia acentuada das vias urinárias. Estava internado num hospital de Ituiutaba quando o médico, amigo, chamou seus companheiros espíritas que ali estavam e lhes disse que o caso não tinha solução. A hemorragia não cedia e ele ia desencarnar.
- Doutor, será que podemos pelo menos levá-lo até Uberaba para despedir-se de Chico Xavier? Eles são muito amigos.
- Só se for de avião. De carro ele morre no meio do caminho.
Um de seus amigos tinha avião. Levaram-no para Uberaba. O lençol que o cobria era branco e quando chegaram a Uberaba estava vermelho, tinto de sangue. Chegaram na Comunhão Espírita onde o Chico trabalhava, mas ele não estava àquela hora, ele participava de trabalho de peregrinação, visita fraterna, levando o pão e o evangelho aos pobres e doentes.
Ao chegar, vendo o amigo vermelho de sangue disse Chico:
- Olha só quem está nos visitando! O Jerônimo! Está parecendo uma rosa vermelha! Vamos todos dar um beijo nessa rosa, mas com muito cuidado para ela não se “despetalar”.
Um a um, os companheiros passavam e lhe davam um suave beijo no rosto. Ele sentia a vibração da energia fluídica que recebia em cada beijo. Finalmente, Chico deu-lhe um beijo, colocando a mão no seu abdome e assim permanecendo por alguns minutos. Era a sensação de um choque de alta voltagem saindo da mão de Chico, o que Jerônimo percebeu. A hemorragia parou.
Ele que, fraco, havia ido ali se despedir para desencarnar, acabou fazendo a explanação evangélica a pedido de Chico. Em seguida veio a seguinte explicação:
- Você sabe o porquê desta hemorragia, Jerônimo?
- Não Chico.
- Foi porque você aceitou o “Coitadinho”. Coitadinho do Jerônimo, coitadinho... Você desenvolveu a autopiedade. Começou a ter dó de você mesmo. Isso gerou um processo destrutivo. O seu pensamento negativo fluidicamente interferiu no seu corpo físico, gerando a lesão. Doravante Jerônimo, vença o coitadinho. Tenha bom ânimo, alegre-se, cante, brinque, para que os outros não sintam piedade de você.
Ele seguiu o conselho. A partir de então, após as palestras ele cantava e contava histórias hilariantes sobre as suas dificuldades. A maioria das pessoas esquecia, nestes momentos, que ele era cego e paralítico. Tornava-se igual aos sadios.
Jerônimo sobreviveu quase trinta anos após a hemorragia “fatal”. Venceu o “coitadinho”.
Que essa história nos seja um exemplo para que nos momentos difíceis tenhamos bom ânimo, vencendo a nossa tendência natural de autopiedade e esmorecimento.

16 comentários:

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: Aí está a grande lição para que vençamos as mazelas do "Homem Velho", deixando fluir as mudanças em nós do "Homem Novo". Ou seja: que jamais deixemo´-nos abater pelas dificuldades durante a vida terrena, as quais tem o objetivo precípuo da nossa evoluçaõ. BJS. Roy Lacerda.

Senhor da Vida disse...

Vem em boa hora esse texto, concordo muito com isso, e é o que venho tentando fazer diante de situações ruins entendendo que tudo tem um ensinamento embutido, e fazer da dor uma bandeira nao vai retirar ela do caminho.Pelo contrario, grande beijo!

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida.
Não conhecia a história deste médium.
E veja só que grande lição do nosso Mestre Chico Xavier.
Isto vem provar que todos nós por mais esclarecidos que possamos ser, podemos cair nas armadilhas do Ego.
Devemos sempre trabalhar nosso interior, não nos apoiando em situações que são muito convenientes e cômodas para a nossa vida.
Muito linda a mensagem, que cada um a receba de acordo com sua consciência.
Um grande beijo em seu coração!

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

ESSAS LIÇÕES SÃO DIFÍCEIS DE SEREM ABSORVIDAS MAS TENTAR É SEMPRE BOM!
EU FICO TRISTE AS VEZES ,MAS NUNCA ESMOREÇO DIANTE DO PROBLEMA!
BEIJO
BOA NOITE
(conheci chico xavier pessoalmente foi um dia muito bom que passamos em companhia dele muiiiiiiiiiiiiiinto tempo atrás)

Alma Aprendiz disse...

Olá amiga!
Adorei,O Gigante deitado é meu livro de cabiceira,Jeronimo foi um Ser de pura Luz!
Conheci-o pessoalmente,apesar de tudo ele era muito alegre.
Que bom vc estar fazendo essa divulgação!
Beijos querida!

angela disse...

Um exemplo e tanto.
Linda história.
beijos

Elizabeth disse...

Oi Amiga,
Fantástico, grande espírito.
Beijo.

Eliane Gonçalves disse...

Bah amiga,

Como preciso aprender isso...volta e meio me pego com pensamentos de coitadinha...mas sei que irei aprender, é para isso que estou aqui nesse planeta, não é mesmo...

Beijo,

Eli.

Principe Encantado disse...

Muito bom, não é por acaso que se chama Arca do Conhecimento.
Mais uma que passei a saber.
Abraços forte

José Gonçalves disse...

Olá Maria José Rezende,

Mais um belíssimo ensinamento que aqui é plantado para quem o quiser colher!

Uma magnífica História, que deste lado do Atlântico era desconhecida, mas que ilustra bem a capacidade que o nosso Corpo tem quando a Alma extravaza o mesmo!

Devemos sempre manter uma atitude positiva, mesmo nas adversidades, se queremos ir mais além e lá chegar!

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves

Bloguinho da Zizi disse...

Que lição maravilhosa!

Sofremos uma carência crônica que nos torna coitados ou é uma manipulação do ego para chamar a atenção?
Ainda engatinhamos ... desconhecendo o potencial de Luz que carregamos.

Eu tenho muito a aprender.

Gislene disse...

Bom dia, amiga!

Amo essa história!
O Jerônimo nos ensina como superar as dificuldades... Sorrindo Sempre!
Tenha um dia de muita paz!
Beijo no coração,
Gislene.

EMPRESÁRIA DE SUCESSO disse...

Amei essa história, não conhecia...
Obrigada pela partilha, muita paz:)

ValériaC disse...

Magnífica esta história querida... exemplo para todos nós, sem dúvida alguma... nunca devemos nos sentir como vitimas da vida... pois na verdade, somos nós mesmos os responsáveis por tudo o que nos acontece... se existe o problema, existe a superação e muitas vezes a solução...
Doce dia amiga...beijinhos...
Valéria

Solange e Alessandro disse...

Olá,
Estou passando por aqui para convidar você e seus visitantes para conhecerem o meu novo blog o "Escrivaninha do Alê" Será um prazer recebe-los, se possível siga este novo blog, muitas novidades irão acontecer. Obrigado pela colaboração e participação, estou sempre visitando seu blog. Até aproxima.
O endereço do meu novo blog é http://escrivaninhadoale.blogspot.com estou lhe esperando.

alegria de viver disse...

Linda amiga

Que emoção ler tão bela historia.
Obrigada amiga, saio feliz por mais este aprendizado.

Com muito carinho BJS.