Páginas

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

MORRE LENTAMENTE




Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente quem destrói seu amor próprio, quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajetos; quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente quem evita uma paixão e seu redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos e os corações aos tropeços.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho, ou amor, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho; quem não se permite, pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos...
Viva hoje !
Arrisque hoje !
Faça hoje !
Não se deixe morrer lentamente !
NÃO SE ESQUEÇA DE SER FELIZ !

Enviado por Roy Lacerda do blog MomentoBrasil (
http://momentobrasilcom.blogspot.com/)

23 comentários:

Cantinho She disse...

Adorei o post! Quanto tempo não venho aqui, minha querida... Passando hoje pra te dar beijo, beijo e deixar um abraço apertado! ;)
She

Luís Coelho disse...

Boa noite
Mesmo fazendo todas essas mudanças as pessoas morrem lentamente.
Essa morte é interior e nunca só por mudanças externas de roupas ou hábitos diários.

Muitos vão se deixando morrer lentamente por tristeza destas guerras surdas onde o fanatismo comanda.

Poeta del Cielo disse...

lindas verdades amiga... cada letra cada frase faz refletir e coloca o coracao con vida com a oportunidade de sorrir de nao deixar ser un ser iluminado sempre colocando o coracao en tudo...

lindo demais

saludos
abracos

otima semana querida amiga...

Jorge disse...

Maria José,
à medida que vamos sendo mais felizes, mais vamos morrendo (lentamente) das nossas mazelas. Como dizer, a morte é vida, pois tudo é transformação.

Um beijo!!

Simone Bichara disse...

Lindo, lindo!!!
Obrigada por ter ido conhecer minha Floresta... Volte sempre!
Também estarei por sua arca!
Bênçãos da floresta,
Simone.

Entrevidas disse...

No primeiro dia de vida começamos a morrer. Beijos

ONG ALERTA disse...

Morre lentamente quem náo sabe viver, beijo Lisette.

Adriana disse...

Boa noite Maria José,

A mensagem é muito linda mas... hoje, particularmente, me faz bem a rotina, a sensatez.

grande abraço
Adriana

tossan® disse...

Eu vou mais além já morreram e não foram avisados. Belíssimo texto!

Kelly disse...

Nada de morrer lentamente, temos que viver e saber que a hora de morrer chega, não precisamos ficar morrendo aos poucos sem aproveitar a vida. Beijos

Maria Helena disse...

Querida, viver é partilhar. Todas as ações mencionadas são formas de viver. Viver é trocar sorrisos, abraços, olhares, belezas, tudo. Obrigada.
Paz e Luz

angela disse...

Um texto muito feliz esse. Nada como sair da rotina.
beijos

Alma Aprendiz disse...

Não morremos quando deixamos de respirar,e sim.....morremos quando deixamos de sonhar!
Lembrando ainda ,que estar vivo exige um esforço bem maior do que simplesmente respirar!
Beijosssssssssss

Eliane Gonçalves disse...

Esse texto é lindo.

Bjo,

Eli

Elaine Barnes disse...

É verdade amiga, acho que estou morrendo,claro que lutando, sem me entregar,a realidade nós criamos e só nós podemaos mudar. Logo estarei inteira. Montão de bjs e abraços

TRIBUNA-BRASIL.COM (O Indignado) disse...

Maria Jose, a vida é feita de "desafios". E quem nos os 'encara', não vive. VEGETA. Abraços.

João Bosco Maia disse...

Vagando nessas tantas ruas virtuais, encontrei tua porta de amante das Letras aberta - e entrei. Devo anunciar-me como um desses que diz "Oi, de casa! Trago aqui em minhas mãos a chave para dias melhores: escrevo e vendo livros!". Assim, venho te convidar para visitar o meu blog e conhecer as sinopses de meus romances, a forma de adquiri-los e, posteriormente, discuti-los. Três deles estão disponíveis inclusive para serem baixados “de grátis”, em formato PDF.
Um grande abraço literário,

João Bosco Maia

reltih disse...

cuánta razón tiene tu post!! gracias por compartirlo. un gusto visitar su espacio.
un abrazo

Maria Lúcia disse...

Oi
O povo se acomoda e não sai do ovo.
Eu gostaria de ver todos trabalhando
pelo universo.
Sendo feliz com pouco
ou muito mais vivendo, amando, mudando
a cor da roupa, dando um sorriso pra
vida que está de braços aberto.
Beijos...
Lúcia.

Talita disse...

Olá Maria José

Morre lentamente quem não percebe que a vida acontece agora, e que aquilo que temos não é o que somos.

É importante lembrar que o amor que sentimos ilumina a nossa vida e a de muita gente.

Paz

Vitor disse...

Pois...vou tentar!
...E creio que todos os que te lêem o vão conseguir,pois as tuas mensagens são irremediavelmente positivas,e cheias de substância.
Parabéns.

Bj*

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida.
Viemos para este planeta para viver todas as emoções e experiências que a Vida possa nos proporcionar.
Quem não as vive "morre lentamente".
Lindo texto!!!
Beijos em seu coração.

Anônimo disse...

Hey there! I'm at work browsing your blog from my new iphone 4! Just wanted to say I love reading through your blog and look forward to all your posts! Keep up the outstanding work!

Here is my web-site ... How to get rid of static hair