Páginas

domingo, 17 de outubro de 2010

A PAZ INTERIOR


A paz interior é esse caminho que queremos todos atravessar. É essa senda onde as culpas ficaram para trás, o sentimento de dever cumprido fica presente e o arco-íris aponta para o infinito. Buscamos todos, com vontade, força, verdadeira luta.
Somos, talvez, um pouco desajeitados nessa nossa busca. Queremos sim, com a força do nosso coração e da nossa alma, mas tropeçamos sempre nesses sentimentos humanos que nos fazem, se não iguais a todo mundo, bem parecidos.
Acumulamos os restos do dia, nos esquecemos de varrer a casa da alma a cada noite para o repouso tranqüilo e reparador para o novo recomeço na manhã seguinte.
Temos dificuldade em perdoar, esquecer, passar por cima e ir em frente. E a alma se inquieta, a paz tarda a chegar porque colocamos, nós mesmos, impedimentos. Achamos que dar o braço a torcer e seguir em frente seria nos curvar e somos por demais orgulhosos para isso. Optamos, então, por buscar a paz de outras maneiras. Outras maneiras... como se existissem...
Não haverá paz no mundo enquanto ela não começar no coração do homem. Enquanto esse mesmo homem não começar a tirar de si as pedrinhas que incomodam a si e aos outros e não pensar na felicidade alheia como um objetivo tão importante como a felicidade própria.
Não haverá paz interior enquanto o exterior estiver em guerra, enquanto não compreendermos que somos o sal da terra e que se nossa luz não brilhar todos os caminhos serão escuros.
A paz interior não está no alto ou em baixo, nos mares ou nas montanhas e nem mesmo nas maravilhosas flores que tanto nos fascinam.
A paz interior começa onde começa nossa compreensão de que nada somos se de nós não damos. Se não a encontramos, é porque buscamos errado. Ela não começa do lado de fora, ela começa e se termina em nós.

14 comentários:

Malu disse...

Maria, é sempre uma PAZ passear pelas suas páginas e ler textos que nos coloca para cima e para perto do BEM...
Beijinhos na tua alma

TRIBUNA-BRASIL.COM (O Indignado) disse...

Maria José, enquanto não fizermos a TRANFORMAÇÃO ÍNTIMA, erradicando o orgulho e a vaidade, não conseguiremos o tão almejado objetivo: sermos felizes e enxergamos tds como verdadeiros irmãos. Abraço;

Cantinho She disse...

Paz de espírito, difícil conquistar, mas quando chega é uma benção...

Beijo, beijo!
She

MALHAS DE BÉBÉ (GERTRUDES disse...

olá amiga como vai um bom fim de semana e um doce beijo

PROF. HERMES EDGAR MACHADO JUNIOR disse...

Texto importante para indicar uma rota segura a tantos que, perdidos, andam desesperançosos e sem rumo. Obrigado por nos iluminar. Tenha uma ótima semana! Bjs

Myriam disse...

Oi Mà, que bela lição! E, passo por essa situação constantemente, infelizmente! Perdoar nos faz tão bem, mas mesmo assim demoramos a aprender isso!
Beijos querida!

Talita disse...

Penso que para conseguimos a paz interior é necessário que sejamos capazes de trabalhar nossos defeitos, medos e dificuldades, que muitas vezes é dificil até de assumirmos, quem dira de trabalha-los.

Fico feliz com sua visita no meu blog

Sobre seu comentario, eu acredito que tudo o que nos leva ao desenvolvimento espiritual é válido, cada pessoa tem uma necessidade não é mesmo?


Paz

Alma Aprendiz disse...

Olá amiga!
Lindo texto!
Paz interior no meu modo de ver é quando estamos bem conosco e com todos que nos rodeiam,é ter amor para com nosso próximo,é ser paciente com aquelas pessoas dificeis que temos que conviver todos os dias......enfim temos que ser quase perfeitos.
Uma boa semana e beijos em seu coração.

웃Lucineia Silva 웃 disse...

Maria entendo que a paz interior é mais fácil de adquirir. Depende sobretudo de nós mesmo. Mas o externo influencia muuuito. É difícil ter paz em meio tanta bagunça, falas sem fim, e tal! Ai ai


Abraços

Isa mar disse...

Excelente reflexão, tudo começa e termina em nós
A paz verdadeira só se vive quando tivermos resolvido todas as nossas pendências, até mesmo aquelas que não nos lembramos e que um dia praticamos num passado distante
Por isso a importância de trabalharmos sempre o perdão aos outros e a nós mesmos, buscando cada vez mais nossa verdadeira essência
Beijos em sua alma e uma ótima semana pra você amiga do coração!

Vera disse...

A paz interior, é resultado de nossas acões , e virtudes, tudo depende de nós, tudo começa, e termina em nós mesmos.

Um beijo linda

Elizabeth disse...

Oi Maria José,
Essa palavra é mágica, acho que nunca sentimos realmente a Paz.
Beijo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Maria José, bela Paz....
"Desenvolver força, coragem e paz interior demanda tempo. Não espere resultados rápidos e imediatos, sob o pretexto de que decidiu mudar. Cada ação que você executa permite que essa decisão se torne efetiva dentro de seu coração."

Dalai Lama

Cumprimentos

Sandro disse...

Graça e paz, sempre!

Passei por aqui para conhecer seu blog.
Estou procurando bons blogs para compartilhar.

Já estou te seguindo.

Ficaria muito feliz se puder me visitar.
Se quiser me seguir também será um prazer para mim.

Abraço em Cristo,

Sandro
http://oreinoemnos.blogspot.com/
Te espero lá