Páginas

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

PARADOXO DO TEMPO


Nós bebemos demais, gastamos sem critérios. Dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e raramente estamos com Deus.
Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.
Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente.
Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos.
Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.
Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.
Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos.
Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.
Construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos cada vez menos.
Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta; do homem grande, de caráter pequeno; lucros acentuados e relações vazias.
Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados.
Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis, das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas 'mágicas'.
Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.
Uma era que leva essa carta a você, e uma era que te permite dividir essa reflexão ou simplesmente clicar 'delete'.
Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão aqui para sempre.
Lembre-se dar um abraço carinhoso em seus pais, num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer.
Lembre-se de dizer 'eu te amo' à sua companheira(o) e às pessoas que ama, mas, em primeiro lugar, se ame... se ame muito.
Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm de lá de dentro.
Por isso, valorize sua família e as pessoas que estão ao seu lado, sempre.

Enviado por Roy Lacerda do blog Momento*Brasil (http://momentobrasilcom.blogspot.com/)

14 comentários:

analice disse...

é verdade, mas te falo amiga... o resgate do eu simples, honesto, voluntarioso e amoro é dificil, pois essas coisas viciosas nos prendem nos facilitam nessa vida corrompida e rapida, liquida, sem comprometimentos... mas continuemos nessa luta que chegará o dia de nos melhorarmos...

Mãe 24hs disse...

Perfeito! Família, amigos... valores, princípios. Como falta isso hoje na humanidade. Lindo texto! Beijos!

Kelly disse...

Só nos preocupamos em ter e não em ser....precisamos refletir sobre nossas atitudes, beijos

angela disse...

Muitas distorções em nossas vidas é importante retomar os objetivos que julgamos importantes.
beijos

diariodumapsi disse...

Ei Maria José!
Muito verdadeira essa mensagem, o que não vemos é que o que realmente vale a pena, não custa nem um centavo!
Gd beijo

ValériaC disse...

Maria José querida...belíssimo alerta...quanto precisa ser mudado...quanta qualidade precisamos colocar em nossas vidas...quanto amor...
Amiga tenha uma semana maravilhosa!
Beijinhos
Valéria

ONG ALERTA disse...

Muito verdadeiro, aprender a amar o próximo, paz.
Beijo Lisette

Anjo Sedutor disse...

Agradeço a tua presença no meu céu. Sem ti, as minhas nuvens não teriam a mesma beleza!
És meu anjo encantador e eu sou teu ANJO SEDUTOR!
Meu carinho pra ti!

MARIANGELA BARRETO disse...

É verdade amiga, ..é tudo muito rápido, muito superficial.. muito comercial.... falta profundidade.. falta sinceridade.. falta tantas coisas,só o vazio se sobrepõe na angustia e no medo!! Precisamos parar de correr para aprender a se conhecer, se amar e se abrir para a vida, para a felicidade que está dentro de nós....
belissimo texto!
beijos no coração..

Bloguinho da Zizi disse...

Maria José
O ser humano tem tanto medo de demonstrar amor por achar que isso é uma fraqueza.
Dizeu eu te amo, abraçar, beijar....
Manifestar carinho pode ter uma interpretação dúbia.
E assim as pessoas se afastam, buscam muitos afazeres para justificar a correria, a falta de tempo, quando a nossa missão é criar um Elo de Amor, é compartilhar tanto a alegria quanto a dor.
Até que um dia olham para traz e ....?????
A solidão é o que restou.

Beijinho e uma semana de muita luz para você.
Zizi

Paula disse...

Esse texto continua sempre atual. A gente deveria imprimir e colocar na porta da geladeira para ler todo dia. Quem sabe assim a gente aprenderia??

Sem esforço não há superação e nem obtenção das virtudes que ainda não temos.

Um dia iluminado!!

Isa mar disse...

Me faz muito bem vir aqui beber dessa fonte de reflexões, pois me dá ânimo e inspiração para cada vez mais ser... apenas aquilo que consigo ser!
Beijos em sua alma querida irmã!

Brasil Desnudo disse...

Olá querida Maria e Amiga!!
Mesmo de tão longe, mais ao mesmo tempo próximos, pois essa tal de internet, quem sabe não foi uma mal bem, para aproximar e valorizar mais, aproximar mais as pessoas que hoje se distânciam tanto?
Passei pra agradecer por sua visita, sempre de forma carinhosa e gentil, com palavras que sempre adoçam o coração..
Sepre leio o texto postado, bem como , os comentários, pois gosoto de ver, saber o que cada uma sentiu, refletiu sobre o tema postado..
E um em prticular, o do bloguinho da ZiZi, exemplifica bem seu tema postado!
A verdade é que, o Ser Humano, hoje, ou tavez há algum tempo, tem medo mesmo, de demonstrar o quanto dizer " Te Amo" é tão fácil, mas que demonstra tudo que realmente somos e sentimos pelas coisas e, pessoas que devemos valorizar de fato... Veleu Zizi, disse tudo, em poucas palavras.... Você é uma das minhas, só que EU, falo muito , né?kkkk

Bjs minha querida amiga, e que seu dia seja de muita paz, amor e muita felicidade, para vc e todos os seus..

Lindo dia

Marcio RJ

Karlota disse...

Escolha linda este texto... Já tive a oportunidade de ler.. Sinto que damos mais valor a tudo isto, quando vamos ficando mais velhos. Mas acho também que nunca é tarde para começar dar valor nas pequenas grandes atitudes!!