Páginas

terça-feira, 10 de agosto de 2010

ATIRA A PRIMEIRA FLOR


Quando tudo for pedra, atire a primeira flor.
Quando tudo parecer caminhar errado, seja você a tentar o primeiro passo certo.
Se tudo parecer escuro, se nada puder ser visto, acenda você a primeira luz.
Traga para a treva você primeiro a pequena lâmpada.
Quando todos estiverem chorando, tente você o primeiro sorriso.
Talvez não na forma de lábios sorridentes, mas na de um coração que compreenda e de braços que confortem.
Se a vida inteira for um imenso não, não pare você na busca do primeiro sim, ao qual tudo de positivo deverá acontecer.
Quando ninguém souber coisa alguma e você souber um pouquinho, seja o primeiro a ensinar, começando por aprender você mesmo, corrigindo-se a si mesmo.
Quando alguém estiver angustiado, à procura nem se sabe de que, consulte bem o que se passa.
Talvez seja em busca de você que este seu irmão esteja.
Daí, portanto, você deve ser o primeiro a aparecer, o primeiro a mostrar que pode ser o único e mais sério ainda, talvez o último.
Quando a terra estiver seca, que sua mão seja a primeira a regá-la.
Quando a flor sufocar no espinho, que sua mão seja primeira a separar o joio, a arrancar a praga, a afagar a pétala, a acariciar a flor.
Se a porta estiver fechada venha de você a primeira chave.
Se o vento soprar frio, que o calor de sua lareira, seja a primeira proteção e o primeiro abrigo.
Se o pão for apenas massa e não estiver cozido, seja você o primeiro forno para transformá-lo em alimento.
Não atire a primeira pedra em quem erra.
Nem por outro lado, aplauda o erro.
Ofereça sua mão primeiro para levantar quem caiu. Sua atenção primeiro para aquele que foi esquecido.
Quando tudo for espinho, atire a primeira flor.
Seja o primeiro a mostrar que há caminho de volta.
Compreendendo que o perdão regenera, que a compreensão edifica, que o auxilio possibilita, que o entendimento reconstrói.
Atire você, quando tudo for pedra, a primeira e decisiva flor...

Enviado por Roy Lacerda do blog Momento*Brasil (http://momentobrasilcom.blogspot.com/)

18 comentários:

diariodumapsi disse...

No caminho do perdão, devemos ser o primeiro o primeiro passo!
gd beijo

Isa mar disse...

Oi minha querida amiga, vim aqui abastecer o meu espírito e como sempre ele sai daqui fortalecido.
Como é bom encontrar refúgio em lugares de paz e sabedoria
Beijos em seu coração!

ValériaC disse...

Lindíssimas palavras...exemplo maravilhoso a ser seguido...a não julgarmos, não sermos duros com ninguém, a saber perdoar, tentar compreender mais, ajudar ...
Amiga...tenha uma doce noite ...beijinhos...
Valéria

Vera disse...

Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz
Charles Chaplin

Pelos caminhos da vida. disse...

Saio sempre daqui com a alma leve, obrigada amiga.

beijooo.

angela disse...

Tão melhor estar mais atento aos outros e mais preocupado em construir um mundo mais feliz.
bonito texto.
beijos

Lena disse...

Mary Jo,
Que maravilha ler os artigos que você coloca no seu blog. Aqui é um recanto para a reflexão e ler sobre o perdão é um verdadeiro bálsamo. Parabéns, o post é muito belo!
Estou com saudades de você! Adorei o aviso sobre suas férias no blog. Beijo grande!!!

Silvia disse...

Oi, Maria José
é muito difícil às vezes termos clareza de sentimentos e perdoarmos quem nos prejudica ou nos ofende. Penso que é preciso acreditar que o ódio e a violência não nos levam a nada. Que bom quando conseguimos pensar assim.
Abraço

Senhor da Vida disse...

Exatamente é o que devemos aprender, nessa fase em que as pessoas andam justamente no caminho oposto, mas vou acreditar no poder do amor que existe em cada ser humano.Que Assim seja!

Daniel Ven Friend disse...

As flores podem viabilizar jardins onde as pedras e os muros altos consomem tudo com uma espécie de cinza agressivo e sem graça.

TRIBUNA-BRASIL.COM (O Indignado) disse...

Maria Jose, tua fase ta barbaritinga, guria! Sai de ferias e vais curtir as delicias do descanso, mas o aviso que postastes é sinonimo de que os fas ficarao sem postagens? Abraços.

OBS:TEM SEGUIDORA COM CIUMES, PODE?

So pq estou na fila.

HA! HA! HA!

Myriam disse...

Nunca estamos sozinhos, nunca estaremos, a cada palavra lida é o bálsamo do qual necessitamos! beijo grande amiga!

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

lindo texto perdoar é sempre o melhor caminho!

Valter Montani disse...

querida, estou com um poema novo, se quiser opinar ficarei feliz, veja um trecho:

Com as forças sobrenaturais
invadiste, tomaste meu corpo
antes que eu algo balbuciasse
sagaz, minha boca silenciaste.

manuel marques disse...

Para reflectir,amei.

Beijo.

Elizabeth disse...

Oi Amiga,
Voltei, estava dodoi, vim me deliciar aqui.
Beijo.

Crista disse...

Beijão para ti e desculpa a minha ausência ...o que fazer para te agradar????
Pensei...pensei...e resolvi me esquentar desse frio terrível(que está fazendo no meu sul amado),aqui no teu blog...é onde eu encontro sempre aconchego,calor,ternura e muito sentimento!
Na bagagem estão minha escova de dentes,sabonetinho,perfume,calcinha...suti,não...pois eles ainda são firmes e fartos...heheheeeeee...batonzinho BOKA LOKA,da cor do pecado;fitinhas para meus cachinhos loiros dourados(alguns com a cor azul,como são azuis meus olhos azuis da cor azul do céu do meu BRASIL\o/uhuuuuuuu\o/),meus saltinhos de pedrinhas de brilhantes...risadas,amor e ternura.
Roupas?
Joguei um vestidinho de seda e um casaquinho de lã sobre meu corpinho...fiufiiiuuuuuuuu...vendo-me tremer,vais me abraçar forrrrrteeeeeeee!
Acabei de decidir:
Não vou mais...quero que sintas saudades de mim e me implores para eu aparecer de vez em quando em tua vidinha!
Já imaginou tu enjoar de mim?
Nananinãonão...vou fazer minha morada em teu coração.
E não adianta trancar a entrada dele,porque me agarro pelo lado de fora e não desgrudo de jeito nenhum...huaschuaschuasch...
Sei que sou um chute nos fundilhos...mas fazer o que se sou vidrada por tu,meu tatuzinho?????
Ôôô...reparou o quanto já escrevi????
Será que todo mundo vai ler???
Fica feliz...assim a porcentagem de aceitação de teu blog vai aumentar...rsrsrsrs...viu como até nisso eu penso,só para te agradar???
Bem...como já me esquentei no teu cantinho e me banhei com a tua luz...eu vou,mas eu volto...quem sabe voando... e não adianta arrancar minhas asinhas só para eu ficar longe de ti...huaschuaschuasch...pois eu sou terrível \o/ uhuuuuuuuu \o/...venho montada na vassourinha mesmo...huaschuaschuasch...

Kelly disse...

Não tem outro jeito, a única forma de encontrar a paz é perdoando. beijos