Páginas

domingo, 7 de fevereiro de 2010

E QUE ASSIM SEJA...


E que o canto ecoe pelos quatro cantos,
que o toque arrepie a pele
e os olhos se fechem
quando os lábios se tocarem.

Que o coração dispare
e o corpo não relute,
que se solte,
que vá e não volte...

Que tenha sabor de amanhecer
e que não termine,
que todos os dias se iluminem
com pitadas de eu e você.

Que seja poesia sem fim,
que não se canse de mim,
que eu não me canse de você,
que protagonizemos esse amor até a visão escurecer.

Fonte: http://pauloodiferente.blogspot.com/2010

10 comentários:

Elisabete Tavares Affonso CRT 44107 disse...

Lindo...adorei...inspiração perfeita

HELENA AFONSO disse...

BELA POESIA, SEMPRE NOS FAZ SONHAR...E NOS AQUECE, NUM DOMINGO CINZENTO,DIA DE INVERNO FRIO E DE CHUVA....
HELENA

Marcia disse...

É mesmo de aquecer o coracao, ler este poema nos faz viajar, reviver as nossas paixoes vividas; momentos maravilhosos, mágicos que enternecem a nossa alma.
Desejo a você uma semana de muita paz!

Jeanne disse...

A poesia sempre engrandece a alma.
Obrigada pelo mimo que nos ofertastes...
Fica com Deus, beijos

Juliana Dias disse...

Poesia inspiradora. Parabéns!

alegria de viver disse...

Olá querida
Uma poesia com amor sentido.
Com muito carinho BJS.

angela disse...

Maria José
Ótima escolha, o poema é muito bonito.
beijos

Patty disse...

LINDO, APAIXONANTE, ADORO TUDO QUE FALE, DE PELE, CORPO, "EU E VOCÊ, VOCÊ E EU"!

MARAVILHOSO.
BJS COM MEL!

Pelos caminhos da vida. disse...

Vc quer saber amiga por que hoje estou muito feliz?
Dê um pulinho lá nos Pelos Caminhos da Vida.

beijooo.

Josy Nunes disse...

Oi,
Maria,
amiga adorei...perfeito..
Bjos no coração e fica com Deus