Páginas

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

AMOR INCONDICIONAL


Tantos tipos de amor tenho visto por aí. Amores fracos, desnutridos de coragem; amores fortes, que atravessam muitas barreiras, mas que em certo momento tropeçam numa pequena pedra, caem e não conseguem mais se levantar.
De tantos e todos os tipos de amor que conheci, houve um que jamais esquecerei: o amor incondicional, aquele que existe apesar de, e que atravessa qualquer tipo de tempestade, tropeça em muitos obstáculos e mesmo assim não deixa de existir; não altera a sua rota, não diminui a sua dimensão, não perde o seu peso, não permite que o seu brilho seja ofuscado. Só ama incondicionalmente quem é possuidor de uma alma grande, e esse tipo de alma normalmente é acompanhada de um espírito de luz. Amar assim é não viver subjugado a "mas..." e "poréns...", é não ter critérios para doar esse amor, é não exigir troca e abrir mão de reciprocidade.
Quando se ama incondicionalmente tem um espaço dentro do cérebro que fica reservado em definitivo para que nas vinte e quatro horas do dia o pensamento não se afaste do objeto desse amor. Já no coração, não existe um espaço designado para guardá-lo, porque ele é todo esse amor, vivenciado e sentido enquanto ele bater.
Amor incondicional não tem orgulho de nenhuma espécie. Não se envaidece de sua capacidade, nem de sua força, não tem necessidade de alardear a sua existência, nem demonstrar o seu imenso universo, ele é simplesmente um amor humilde, puro, despretensioso e justo, por isso se torna grandioso. Corações que vivem esse tipo de amor, são generosos, eternos, mesmo depois que param de bater, são sublimes e por isso conseguem guardar dentro deles tanta ternura.

Amor incondicional não faz de conta que é, não se obriga a desistir de si mesmo, não precisa viver de fantasias, nem andar travestido de ilusões para prosseguir o seu caminho. Esse amor do qual estou falando é por si só inteiro, não agoniza e muitas vezes, inexiste aos olhos dos outros, mas quem ama incondicionalmente, sabe a receita exata de como vivê-lo sem dores. Felizes daqueles que despertam essa maneira de amar em alguém, esses sim, têm motivos de sobra para se orgulhar por terem conseguido atingir de forma tão especial um coração carregado do mais puro dos sentimentos.
Amor se torna incondicional quando ele já se acomodou dentro do peito, já se conformou com a estrada que terá que percorrer e já não há mais possibilidade de derrapar em nenhuma curva desse caminho, nem ser atropelado por qualquer dúvida. É quando também, o que ficou para trás já não importa e o que está por vir não vai mudar nada.
O amor incondicional é aquele que doa o melhor de si, mesmo que esteja recebendo o pior de alguém, porque ele não depende de ser querido, nem de ser aceito e não esmorece se for ignorado. Esse amor é daqueles amores que no passado já sangraram muito, latejaram, abriram enormes feridas, mas que ainda assim não deixaram marcas nem cicatrizes, porque a partir daí, resplandeceram e passaram a viver em eterno estado de graça até o instante que se eternizaram.
Há quem diga que o amor incondicional é masoquista, isso não é verdade, esse tipo de amor é o inútil. O amor inútil sim, alimenta-se de sofrimento, resiste a tudo com esperanças de alcançar o seu objetivo, que já ficou bem claro, não será conquistado. O amor inútil é aquele que já foi embora, mas saiu tão mansamente que nem deixou que percebessem sua partida, ao contrário do incondicional, que se instalou dentro de alguém e não pretende procurar a saída.
O amor incondicional não corre atrás de sonhos impossíveis, não precisa disso. Ele já é maduro, há muito deixou de ser adolescente, e envelhecer também não está nos seus planos, porque o amor que se torna velho, é um amor cansado, desgastado, exaurido. Já o incondicional é e sempre será, ativo, independente, coerente, auto-suficiente, porque se reserva o direito de ser solitário e ainda assim completo e realizado, porque reside nele a certeza de sua inocência, pureza e sinceridade.
Existe um encontro marcado entre o amor incondicional, a glória e o esplendor em algum canto do mundo, em algum instante da vida ou em algum momento após a morte, mas ele não conta os dias para isso, nem sequer consulta o relógio, embora para ele, o momento desse encontro seja a grande magia da sua existência.
Amor incondicional é de uma elegância imensurável, de uma postura invejável e de uma personalidade única. Felizes daqueles que são merecedores de serem amados incondicionalmente e mais felizes ainda, aqueles que se permitem amar assim, porque são eles os grandes heróis da vida. Infelizes daqueles que não conseguem perceber quando despertam esse tipo de amor, que não têm a sensibilidade de senti-lo ao seu redor e valorizá-lo independente do que podem oferecer a ele.
Amar incondicionalmente é uma arte. Ser amado assim, um presente divino.

Enviado por Rosani do blog Fragmentos de Uma Alma Perfumada (http://rosani22.blogspot.com/)

15 comentários:

Adolfo Payés disse...

Excelente


Un beso

Un abrazo.
Saludos fraternos...

Que disfrutes del fin de semana..

Maria José disse...

Alma gêmea de minhalma,
que pela bondade de Deus
me foi confiada para
criar, educar, servir, amar.
Oh! Meu bom Deus,
quão agradecida sou por
ter-me concedido este privilégio,
o merecimento de ter Marcela
em minha vida.

Alma gêmea de minhalma,
que aqui chegou, me encantou,
me fortaleceu, encheu meu coração,
e me tornou mãe.

Comigo partilhou
dores e alegrias,
conquistas e derrotas,
sonhos para a nossa vida.

Alma gêmea de minhalma,
sempre solidária, gentil, meiga,
educada, tolerante, conciliadora,
a distribuir sorrisos e palavras de amor.

Vinda pelas bênçãos Divinas,
veio inundar minha vida de
esplendor e felicidade.

Você se foi num doce e suave sono,
deixando sua marca
nos sentimentos de amor e carinho
em meu coração.

Aqui fiquei sem você,
chorando quando a saudade aperta,
quando a dor chega forte e mina minhas forças,
quando a garganta dá um nó e sufoca,
choro pela saudade que insiste em ficar.

A distância por ora nos separa,
mas estaremos sempre juntas em pensamento,
pois o nosso amor está acima de qualquer distância,
por maior que seja.

Outras vidas nos aguardam, filha.
Agora, peço a Deus
força para eu continuar, e
felicidade e alegria na sua caminhada
na vida eterna.

Alma gêmea de minhalma,
princesa da minha vida,
ruivinha do meu coração,
meu raio de sol,
meu maior tesouro,
meu eterno amor.
Mamãe

vuelo de hada... disse...

Yo solo creo que el amor incondicional solo cabe en el que se brindan por los hijos, ese si que es el màs incondicional que pueda existir.
Un abrazo feliz fin de semana.

Pelos caminhos da vida. disse...

Fim de semana de muitas bençãos e gdes realizações amiga.

beijooo.

António Valério,sj disse...

Gostei imenso do texto! Um teologo que aprecio muito, Lonergan, diz que a no ponto alto da nossa liberdade e autenticidade está necessariamente o dom de viver apaixonados sem condições. Só isso realiza e se pode chamar de verdadeiro amor. Bom fim de semana!

Norma Villares disse...

Pura Beleza!
Muito bonito o amor incondicional está sempre olhando para a luz, assim devemos ser.
Grande iluminação.
Sublimes abraços.

Tanti Moksha disse...

Nossa que belo post!

ahh tem mais um selinho pra ti no meu blog!

;)

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

Maria José: PARABENS! pela bela egrandiosa declaração de amor a uma filha. Tens realemtne um generoso coração. Não é à toa que tornou-se "espírita" para gáudio de todos nós. Abrçs. Roy Lacerda.

Anônimo disse...

M.J. esta postagem revela que alguem está totalemente apaixonado(a). Viva quem pode declarar-se assim tão abertamente.

*Adriana disse...

Maria José, pelo que li agora, só um vejo um tipo de amor incondicional, amor de mãe!

Lindo teu poema dirigido à filha!! Lindíssimo.

Bjs
Adriana

Jorge disse...

Maria José, minha amiga do infinito!!!

Belo texto!!!
Jesus amou incondicionalmente. Só quem tem profunda consciência de si mesma pode amar assim. Pois esquecer a si mesmo é para almas que conquistaram a própria luz. Sem confundir esquecer-se com anular-se pois o segundo é fuga de si mesmo, aquele ajuda mas vai cobrar mais prá frente. É aquela pessoa que ama, ajuda, mas se a pessoa ajudada lhe pisa no calo, se magoa.
Percebe-se que a esta pessoa falta o já conhecido amar-se a si mesmo preferindo amar o próximo.

Maria José, meu Anjo, um ótimo fds!!!
Com amor,
Jorge

manuel marques disse...

É sempre com um enorme prazer que passo por aqui.

Beijos.

Honorata disse...

FANTÁSTICO ESTE TEXTO!!!!
ADOREI

josenaide coelho disse...

amor incondicional é isso e vai além dos limites humanos porque só deus tem o segredo para esse amor,porque vem de deus,,,,é inesplicável quando se sente isso por alguém k está a 3 horas de voo e k nem se quer ter te tocado,e o melhor ainda é saber k esse sentimento é único....exclusivo ...............................intransferivel...........................................amo com todas as forças simmmmmmmmmmmmmmm
o duro é ter sido enchotada,né legallllll esse sofrimento desmereçedorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

josenaide coelho disse...

Eu amo incondicionalmente........