Páginas

domingo, 22 de novembro de 2009

AONDE VOCÊ CHEGAR


Era uma vez um ancião que passava os dias sentado junto ao poço na entrada do povoado.
Um dia, um jovem se aproximou dele e perguntou:
- Nunca estive por aqui... Como são os habitantes desta cidade?
O ancião respondeu-lhe com outra pergunta:
- Como eram os habitantes da cidade de onde vens?
- Egoístas e maus, por isso fiquei feliz de ter saído de lá.
- Assim são os habitantes desta cidade, respondeu-lhe o ancião.
Pouco depois, outro jovem se aproximou e fez a mesma pergunta:
- Estou chegando a este lugar. Como são os habitantes desta cidade?
Como da vez anterior, o ancião devolveu a pergunta:
- Como eram os habitantes da cidade de onde vens?
- Eram bons, generosos, hospitaleiros, honestos e trabalhadores. Tinha tão bons amigos que me custou muito separar-me deles.
- Os habitantes desta cidade também são assim, respondeu o ancião.
Quando o jovem se afastou, um homem que levara seus animais para beber da água do poço e acabara por escutar a conversa, disse ao ancião:
- Por que respondeste assim para estas duas pessoas?
Veja - respondeu ele – cada pessoa carrega o universo em seu coração. Quem nada encontrou de bom em seu passado, tampouco encontrará aqui.
Ao contrário, aquele que tinha amigos em sua cidade, aqui também encontrará bons amigos.
As pessoas refletem o que existe em si mesmas; encontram, sempre, o que esperam encontrar.

15 comentários:

Ana Paula Britto disse...

Boa noite Maria José!
Sempre me dizem isso: não adianta mudar de cidade, estado ou até mesmo país pois sempre levaremos nossa "mala" mental, e aquilo que está em nosso coração.
E você sempre iluminando os meus pensamentos.
Beijo grande e boa semana.

ღ SOL ღ disse...

Maria José,
Bom dia. Obrigada pela visita ao meu cantinho, e ser uma seguidora. É um prazer receber novas pessoas. Vim conhecer o seu espaço e gostei muito. Foi num momento propício, ver tantos temas que muito ensinam. Obrigada por esta oportunidade, a esta aprendiz, que muito busca conhecer, aprender e compreender. Estarei visitando para poder ler os textos, que são muito interessantes. Abraços, Sol

alegria de viver disse...

Amiga querida
É com muita alegria que sempre venho aqui, além dos belos textos, tem sua simpatia e muita bondade, por isso agradeço a DEUS quando encontro pessoas tão lindas.
Este texto é exatamente o que penso, você só atrai aquilo que lhe é compatível.
Com muito carinho BJS.

ღ SOL ღ disse...

Maria José,
como sempre clico em seguir, e volto no meu blog, para adicionar na minha lista de blogs que acompanho, mas o seu blog, não saiu na lista, é a primeira vez que aconteceu isso, agora eu não sei como fazer. Acho que errei em algum lugar, vou pesquisar e tentar solucionar. Se caso souber, desta informação, por favor me de uma dica. Grata. Sol

Pelos caminhos da vida. disse...

Seuz textos são perfeitos.

Onde quer que nós vamos a bagagem é sempre a mesma.

beijooo.

Jorge disse...

Maria José,

Belíssimo conto. Como diz o comentário acima, levamos a mesma bagagem sempre. E muita vez, com coisas desnecessárias o que torna a bagagem mais pesada. O fardo pode ser leve, desde que aceitemos a nossa vida com equilíbrio.

Um beijo, de coração em seu lindo coração,
Jorge

Antonio Carlos disse...

Paz querida irmã Maria José!
Essa bela parábola judaica mostra-nos que muitas vezes as situações à nossa volta espelham a verdade de que somos portadores.
Aquele que procura olhar sempre o lado bom das coisas e das pessoas, dificilmente se decepciona com elas e consegue com mais tranquilidade fazer uma boa leitura da situação e assim ajudar com mais propriedade.
Disse Jesus: "São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso;se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!" (Mt 6.22,23).
Sigamos o ensinamento do Mestre e peçamos a Ele que nos ajude a sermos luz por onde andarmos.
Sempre juntos em Jesus.
Antonio Carlos

ღ SOL ღ disse...

Maria José,
Consegui solucionar o problema, mas verifiquei que ficou mais um perfil. Todo caso o que vale é do segundo perfil plantasuculentasol. Desculpe meus vários comentários. Sol

Unknown man disse...

Maria José,
Aonde formos, a vida é sempre o reflexo do que somos. daí a necessidade de meditarmos o que somos para oferecermos à vida o que gostaríamos de receber por nossa vez.

Um super beijo, sempre de coração

Carmem L Vilanova disse...

Depois de uma super gripe, que felizmente nao foi a suina, passo para deixar-te beijos, flores e muitos sorrisos... e que tua semana seja linda!

Eu Sei Que Vou Te Amar
Viver Integral

Zininha disse...

Acho que tudo começa com o amor...
Primeiro o amor por nós mesmo, depois o amor por nossos semelhantes...
o resto é uma questão de tempo...

Um lugar só será lindo e ideal, se dentro de nós haver amor e paz...

Uma semana linda e cheia de realizações a você minha querida...

Adorei refletir um pouco aqui contigo...
Beijos.

Rejane disse...

Lindo texto!!
É amiga ,o inferno e o paraíso mora dentro da gente.
Querida, só hoje vi o site que vc enviou das estrelinhas-eu amei!!! coloquei o nome das minhas netinhas no mouse dos blogs delas -foi uma festa kkkkkkkk...muuiiotoo obrigada viu? bjosssss

cantinho she disse...

Oi querida Maria José! Ando um pouco sumida, enrolada e com problema de saúde na família que tem me tirado o norte. Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeei o seu post! Lindo ensinamento!
Beijinhos e tenha uma linda semana!
She - Cantinho She -

Cris Tarcia disse...

Olá, amiga!

Lindo conto, o importante é olhar com o coração.

Um abraço

Anônimo disse...

Appreciation to my father who told me regarding this web site, this website is genuinely amazing.


Here is my web blog how to get rid of lice