Páginas

terça-feira, 4 de novembro de 2014

MINHA FLOR!



Naquele instante um botão se fez
Cheio de encantos e sonhos!
Imaginava conhecer o brilho do sol
Imaginava conhecer o céu, as estrelas, e a lua....
Desejava florescer
Naquela manhã...
O botão se fez ...
Flor
Tinha uma cor que não dava para descrever
Tudo era novo
O sol era brilhante e quente
O céu era azul, depois se tornava escuro
A lua olhava tudo...
Pontos brilhantes surgiam no céu
O amanhecer era vermelho
aos poucos o que era noite se tornava dia
O que era preto, se tornava azul
O dia era de uma beleza plena e vibrante
Aquela flor permaneceu ali
Passavam os dias e as noites
O tempo parecia não querer deixa-la partir
Não sei ao certo quanto tempo ela permaneceu ali...
Só sei que ela viveu cada segundo do seu tempo.
Aproveitou cada brilho do sol,
cada gota do orvalho...
Viveu!
Autoria de Mônica Vilarinho Fernandes Faria

2 comentários:

Denise disse...

Devemos imitar essa flor e viver intensamente. Muita paz!

LUCONI MARCIA MARIA disse...

É isto que devemos fazer, viver o hoje da melhor maneira possível de forma a termos sempre muita paz em nosso interior, bjos Luconi