Páginas

sábado, 31 de maio de 2014

VOCÊ SABE OU VOCÊ SENTE?




Você já reparou o quanto as pessoas falam dos outros? Falam de tudo. Da moral, do comportamento, dos sentimentos, das reações, dos medos, das imperfeições, dos erros, das criancices, ranzinzices, chatices, mesmices, grandezas, feitos, espantos. Sobretudo falam do comportamento. E falam porque supõem saber. Mas não sabem. Porque jamais foram capazes de sentir como o outro sente. Se sentissem não falariam.
Só pode falar da dor de perder um filho, um pai que já perdeu, ou a mãe já ferida por tal amputação de vida. Dou esse exemplo extremo porque ele ilustra melhor. As pessoas falam da reação das outras e do comportamento delas quase sempre sem jamais terem sentido o que elas sentiram.
Mas sentir o que o outro sente não significa sentir por ele. Isso é masoquismo. Significa perceber o que ele sente e ser suficientemente forte para ajudá-lo exatamente pela capacidade de não se contaminar com o que o machucou. Se nos deixarmos contaminar (fecundar?) pelo sentimento que o outro está sentindo, como teremos forças para ajudá-lo?
Só quem já foi capaz de sentir os muitos sentimentos do mundo é capaz de saber algo sobre as outras pessoas e aceitá-las, com tolerância. Sentir os muitos sentimentos do mundo não é ser uma caixa de sofrimentos. Isso é ser infeliz. Sentir os muitos sentimentos do mundo é abrir-se a qualquer forma de sentimento. É analisá-los interiormente, deixar todos os sentimentos de que somos dotados fluir sem barreiras, sem medos, os maus, os bons, os pérfidos, os sórdidos, os baixos, os elevados, os mais puros, os melhores, os santos. Só quem deixou fluir sem barreiras, medos e defesas todos os próprios sentimentos, pode sabê-los, de senti-los no próximo.
Espere florescer a árvore do próprio sentimento. Vivendo, aceitando as podas da realidade e se possível fecundando. A verdade é que só sabemos o que já sentimos. Podemos intuir, perceber, atinar; podemos até, conhecer. Mas saber jamais. Só se sabe aquilo que já se sentiu.

9 comentários:

Cidinha disse...

Olá, maria. Boa noite! Um feliz domingo e semana. Uma sábia reflexção! Obrigada por partilhar. Bjos!

SANTA CRUZ disse...

Maria: Bom domingo Lindo texto e uma excelente reflexão adorei.
Beijos
Santa Cruz

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Bem verdade a reflexão.
Julga-se a todo instante sem conhecimento.
Beijos,tenha uma excelente semana.

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Bem verdade a reflexão.
Julga-se a todo instante sem conhecimento.
Beijos,tenha uma excelente semana.

Rô... disse...

oi minha amiga,

que bela reflexão,
não nos cabe julgar ninguém...

beijinhos

Anne Lieri disse...

Pura verdade em seu excelente texto! Precisamos nos permitir sentir mais e falar menos! Gostei muito de te visitar. bjs,

ONG ALERTA disse...

Tens toda razão, quem fala do outro esta com tempo de sobra.....
Beijo Lisette.

Cidinha disse...

Olá, Maria. Tudo bem? Saudades!! Venho desejar uma boa noite e uma ótima semana! Relendo mais uma vez essa sábia reflexção. Obrigada! bjos.

Anônimo disse...

Thank you a lot for sharing this with all of us you actually recognize what you're speaking approximately!
Bookmarked. Kindly additionally talk over with my web site
=). We could have a hyperlink alternate arrangement among us

Visit my web blog ... How Much Caffeine In Green Coffee Bean Extract