Páginas

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014




Depois de tantas buscas, encontros, desencontros, acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável, o máximo que eu puder, estando na minha própria pele. É me sentir confortável, mesmo acessando, vez ou outra, lugares da memória que eu adoraria inacessíveis, tristezas que não cicatrizaram, padrões que eu ainda não soube transformar, embora continue me empenhando para conseguir.

3 comentários:

Lassalete Cunha disse...

Se não fosse da Ana Jacome, podia muito bem ter sido você.

Que DEUS a ajude sempre!

Beijinhos

Rô... disse...

oi minha amiga,

eu também estou aprendendo a desfrutar bem mais dos bons momentos,
e com as adversidades vamos aprendendo...

beijinhos

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

MARIA JOSÉ,
"lugares da memória que eu adoraria inacessíveis, tristezas que não cicatrizaram, padrões que eu ainda não soube transformar, embora continue me empenhando para conseguir".
QUALQUER PESSOA QUE APRENDA A FAZER MEDITAÇÃO, CONSEGUIRÁ.
E MAIS FÁCIL SERÁ PRA VC QUE ALEM DE ESPÍRITA SABE MEDITAR, né? Bjs. Roy Lacerda.