Páginas

domingo, 26 de janeiro de 2014

É FÁCIL TROCAR AS PALAVRAS, DIFÍCIL É INTERPRETAR OS SILÊNCIOS!



É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos,
Difícil é reter o calor!
É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!
Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.
Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo.

6 comentários:

Carla Fernanda disse...

Lindoooo!
Difícil!

Beijos

Rô... disse...

oi minha amiga,

sua escolha de hoje,
me tocou profundamente o coração...
cada dia um novo aprendizado...

beijinhos

Bell disse...

oi Ma

Primeiro a gente tem que se conhecer bem, para depois tentar conhecer o outro. O ser humano é uma caixa de mistérios.

bjokas =)

Filha do Rei disse...

Texto lindo e verdadeiro.Parabéns!!!

Denise disse...

Muitas vezes não conhecemos nem a nós mesmos, quanto mais ao outro. Muita paz!

Guaraciaba Perides disse...

OI, Maria José...poema tão verdadeiro ... Drummond em um de seus poemas citou:"os corpos se entendem ,mas as almas não".
Um abraço