Páginas

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

ABRINDO CAMINHOS




Certo dia, eu estava em uma estrada sombria, vazia e sem direção, procurei um mestre para uma questão de vital importância, e assim perguntei:
- Mestre, qual a estrada a seguir? Procuro abrir meus caminhos, procuro a porta certa, a palavra na hora oportuna, o momento de ser alguém de valor, a vontade de colocar ao mundo e expor ao vento minhas qualidades, para assim meu mérito ser finalmente reconhecido.
O mestre segurou minhas mãos e sorriu com os olhos, serenou sua mente e respondeu:
- Minha cara amiga, em primeiro lugar retire o cadeado do seu coração e deixe sua mente voar, explore o universo na sua fonte infinita e encontrará o brilho nesta frase... "Abrindo os caminhos e mantendo o rumo."
É essa a meta desde o seu nascimento... Humildade é o primeiro tijolo que deve amparar sua sólida casa, confiança na vida e gratidão ao universo em luz será o seu foco de equilíbrio, o tempo será o seu amigo e conselheiro presente em todo o percurso.
é, paciência e solução,
paciência e vontade,
paciência e intenção,
paciência e resolver culpas,
paciência e distribuir o perdão,
indagar as dúvidas e responder com a razão, que é a amiga leal de um coração em equilíbrio.
- A chave para abrir os caminhos é ouvir os seus desejos, colocar na balança e distribuir com a vida, e os frutos destes desejos devem ser sementes que amparam os dois lados da balança; a sua vida e os demais.
Em segundo lugar, somos almas com desígnios divinos, nossas metas devem respeitar as leis universais da vida, sempre limpar o caminho das mágoas, resolver pendências do passado, cumprir dívidas de comportamento, sentir paz no interior e passar este reflexo ao exterior. Afinal, somos espelhos de nossos sentimentos, espelhos que demonstram como aceitamos novos desígnios.
Nada está completamente resolvido e sempre haverá uma nova rota, mudanças são primordiais, pois quem não muda conforme o tempo não conhece a alegria da novidade e de novos contatos; a natureza é sempre mutável, mas o que não muda é a essência.
O mestre encerrou a primeira aula fazendo uma pergunta e uma afirmação:
- Quem eu sou diante do universo, o que a vida espera da minha colaboração?
Hoje estou aberto para renovar os meus conceitos, aceito mudanças e novos caminhos... E assim finalizou:
- Que abra sempre um precedente em sua vida, portas, janelas e caminhos. Que as bênçãos da vida sejam como as estrelas brilhantes e infinitas! Muita paz no seu coração, entusiasmo na mente, alegria na alma! E a aula continua, basta você aceitar.

6 comentários:

Beleza Sem Fim disse...

Que coisa linda!É para pensar
Bjs

Rô... disse...

oi minha amiga,

que lindo!!!
preciso ler novamente e de novo e outra vez...

beijinhos

Manyélly disse...

Olá, tudo bem?
Acabei de conhecer o seu blog através de um blog amigo.
Parabéns, ele é ótimo e estou seguindo.
Desejo que você tenha um ano abençoado
com muita paz, saúde e sucesso!!!

Hiéli
Blog Manyélly
http://manyelly.blogspot.com.br/

Maria Ferreira N. Vechi disse...

Olá Maria José.
Bom retorno das férias.
Lindo texto,para refletir.
Bjs,boa tarde!

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Que beo texto de reflexão,Maria José!

Saudades de suas pérolas,amiga!


Beijos e um Ano de 2014 com muitas alegrias!

Donetzka

Face Book:


https://www.facebook.com/donetzka.cercck




Blog Magia de Donetzka


Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Que beo texto de reflexão,Maria José!

Saudades de suas pérolas,amiga!


Beijos e um Ano de 2014 com muitas alegrias!

Donetzka

Face Book:


https://www.facebook.com/donetzka.cercck




Blog Magia de Donetzka