Páginas

sábado, 20 de abril de 2013

DIZENDO ADEUS À VIDA



Cada animal tem certas características que o distinguem do resto, incluindo os seres humanos. Formas de ataque,defesa, expressar alegria, raiva, medo, amor. Cada animal tem, podemos dizer, a sua personalidade.
O cisne também, mas ele tem algo especial. Normalmente vivem em regiões frias e, geralmente, pantanosas. Tem um péssimo senso de humor. Tem poucos amigos dentro ou fora da espécie.
Mas, decididamente, eles são monogâmicos. Ao formar um casal é para sempre, “até que a morte os separe”. A fidelidade os une. E são os protagonistas das histórias mais incríveis do mundo animal.
Belos, orgulhosos, longos e finos pescoços, harmoniosos. Cisnes não cantam, com exceção de algumas subespécies. Raras vezes emitem um som gutural desagradável.
No entanto, quase todas as espécies de cisnes quebram o silêncio em um único momento: quando vão morrer. No mesmo instante, cantam harmoniosamente. É um momento quase mágico.
O som dessa canção pode ser ouvida até dez quilômetros de distância em espaço aberto e parece, às vezes, o som de um corne, que é um instrumento de orquestra sinfônica. Quando a morte está próxima, o som misteriosamente sofre uma mudança e se assemelha ao toque dos sinos graves.
Essa música não é apenas um som. É um conjunto de harmonias que ora parecem um grito plangente, ora, uma canção cheia de entusiasmo e até alegria.
Os outros cisnes sabem o que é, e mantém um tipo de recolhimento respeitoso quando o seu parceiro está dizendo adeus à vida com essa canção.
A parceira do paciente terminal fica com ele até o final, em um ritual incrível. Fica em silêncio, o tempo todo ao seu lado. A cena pode demorar um pouco. Depois que o cisne morre, o pântano ou lago volta a ser o mesmo, com o silêncio sendo quebrado apenas pelo barulho dos outros animais ou das águas suavemente batendo contra a costa.
Por que esse adeus intrigante para a vida?

3 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Uma aula de biologia ou um pensamento q colher para nosso ensinamento ?
Fico pela segunda opção que é aquela que se enquadra no lema geral deste blogue.
Amor e amizade sempre até ao fim da vida e por último aceitar a morte com uma canção à vida - agradecimento

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Maravillosa descripción de ese Canto de Cisne, animal elegante y enigmático.
Abraços e beijos.

Cidinha disse...

Belissimo e triste amiga! Quanto ensinamento de amor, fidelidade e agradecimento a vida. Obrigada amiga por essa bela partilha! Bjos e feliz semana.