Páginas

domingo, 20 de janeiro de 2013

SOLIDÃO, NUNCA MAIS!


Solidão é um estado de alma. Um vazio interior que nos obriga a uma busca constante na tentativa de preenchê-lo. Fazemos amigos, frequentamos grupos sociais, estabelecemos uma família, mas apesar disso, esse sentimento desagradável continua nos infelicitando, impedindo nossa paz, impulsionando-nos a continuar a busca, aumentando a sensação de fracasso, trazendo ansiedade.
As queixas são muitas: “Sou casada, tenho tudo, marido bom, filhos saudáveis, entretanto não sei por que me sinto infeliz, vivo deprimida, não sinto alegria de viver!”
“Não tenho sorte no amor. Meus relacionamentos não dão certo. Gostaria de me casar e ter filhos”.
“Não encontrei ninguém que me amasse, minha família não liga para mim. Sou triste e só.”
Você sofre solidão? Sente-se só mesmo quando está em uma festa rodeada de amigos ou vive com a família?
Quando isso acontece, o que você faz? Chora, se queixa, se revolta. Se julga marginalizado, incapaz e fraco?
Ou você é daqueles que diz: “Eu reajo, não me deixo abater. Vou à luta. Me ocupo, trabalho, não deixo tempo pra pensar. Solidão é falta do que fazer.”
Entretanto, tanto a revolta, a depressão, como a “fuga” ilusória dando um mergulho na agitação, trabalhando ou se aturdindo com festas e reuniões em demasia, só pioram a situação. Em ambas as situações, a solução não foi encontrada e o vazio interior continuará mais forte do que nunca.
Aquela desculpa de pensar que “eu serei feliz quando tiver ou fazer aquilo” deixa de funcionar para quem já criou os filhos, aposentou-se ou não acha mais possível realizar sonhos que alimentou durante toda a vida.
Seja qual for a sua idade ou a forma como você enfrenta seus sentimentos de solidão, é preciso perceber que você não tem conseguido libertar-se deles porque acredita que ele seja provocado pelos acontecimentos e pessoas com as quais convive. Isso não é verdade. É seu estado interior de insatisfação que cria o vazio que infelicita. Por mais que você busque fora, não vai conseguir modificar um sentimento que é uma necessidade de seu espírito.
Comece eliminando a queixa e dando um tempo para sentir as energias que passam através de você. Descubra que pensamentos lhe causam bem estar.
É gratificante que os outros lhe deem amor. Mas é o amor que você sente que preenche seu vazio interior. Por isso, aprenda a amar incondicionalmente a tudo e a todos. Abra seu coração para a inspiração divina.
Você é um ser espiritual! Nada existe fora de Deus e ele também está dentro de você. Ligando-se com ele, sua alma estará alimentada, você se sentirá sereno e feliz. Suas energias serão tão atraentes que todas as pessoas terão prazer em ficar ao seu lado.
Solidão é a distância que você está de sua essência interior. Descubra sua verdadeira natureza e preencha o vazio de seu coração.

7 comentários:

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Por lo general se suele rehuir la soledad, porque son muy pocos los que encuentran compañía consigo mismos.
Muy bue Post.
Um abraço.

Crista disse...

Buenas...
Sei que estás até meio que de mal comigo,pois não suportas minha distância...ksksksks...
Primeiríssimamente, OBRIGADA por me visitar no dia 01/01/2013....
Segundamente, OBRIGADA por não desistir de mim.
Terceiramente, OBRIGADA por me receber NOVAMENTE depois de tanto tempo.
E FINALMENTE...OBRIGADA por me aceitar como sou.
Tive sérios problemas e só aparecia para postar uma coisa ou outra em meu blog,só para tu ver que eu estava rebolando pela área,mesmo que rapidamente...rsrsrsrs...
Espero que na semana entrante,tudo se resolva definitivamente...e se não resolver,fazer o que...é continuar a vida,que é maravilhosa!
Hoje é só dar satisfações...daqui para frente,vai ser aquela melecação de minha parte para contigo.
Vê se te vicias mais e mais em mim,pois doce é aquela coisa...atrai só coisa boa...ksksksks...
Nem precisas agradecer minha visita, pois sei que aumentei o número das tuas visitas,valorizei o tempo de permanência em teu blog e claro...DISTRIBUO SORTE,SAÚDE,AMOR,FELICIDADE E MUITO $$$$$$$$$$ quando grudo em alguém...viu como és especial?????
NOVE(vais ter que descobrir onde te beijei...ou melhor,SENTIR) Beijos em tu...o décimo só darei se vieres buscar...ksksksks..
CONVENCIDA?????????????
Se não fosse,não seria eu...ksksksksks...

Rô... disse...

oi minha amiga,

ir ao encontro de nós mesmos,
muitas vezes é bem complicado,
e esse encontro se faz sempre necessário,
pra nos tirar da solidão...

beijinhos

Bloguinho da Zizi disse...

Maria José
tentei postar no blog da Marcela e não consegui.
Segue aqui:
Maria José
Este diálogo/diário que vc tem com a Marcela é como o cordão umbilical. Energeticamente ele existe e esse amor daqui prá lá e de lá prá cá só o fortalece. Sinto aqui a presença dela sorrindo e amando esse canto com cara de lar/coração de mãe.
Acredite, vocês estão mais unidas do que se estivessem juntas fisicamente.
Meu carinho a vocês duas (verdadeiras almas gêmeas).

Aproveito pra comentar este texto da Zibia. O ser humano é tão rico em alegrias mas só foca naquilo que não tem, esquecendo de agradecer a tudo que o rodeia. Falta abrir o coração e deixar a inspiração Divina entrar. Quem sabe, aí, toda a falta deixe de existir e as pessoas enxerguem com os olhos da alma.

Beijinhos

Zélia Cunha disse...

Lindo , amiga.
A solidão é a falta do encontro de nós mesmas, deixamos este vazio que muitas vezes nos atormenta.
Um iluminada semana pra você!
Beijos!

António Jesus Batalha disse...

Algum tempo que não visitava o seu blog, hoje encontrei-o e vim fazer uma visita. Claro solidão não dá saúde, certo é que há momentos que gostamos de estar sós.
António.
Ps. Meu blog é o Peregrino E Servo.

Sonia Sidney disse...

Olá Maria Jose.

Acho que estou precisando de terapia, nada me satisfaz, não me alegra, enfim, vivo uma vida espiritual miserável, os acontecimentos se repetem desde a minha mocidade, posso afirmar que nunca fui feliz no amor, e principalmente não suporto ver meus ex maridos tentando ser felizes.

Isso me dá uma revolta, um desejo de vingança que não tenho forças para aplacar.

O que é isso, sei que é psicologa, e espero ansiosamente uma orientação.

ss.pachelle@hotmail.com

bjs. sonia.