Páginas

sábado, 10 de março de 2012



"Não quero amor que não saiba dominar-se, desce como vinho espumante que parte o copo e se entorna, perdido num instante. Dá-me esse amor fresco e puro como a chuva, que abençoa a terra sequiosa, e enche as talhas do lar. Amor que é paixão pela vida, que penetre até o centro da vida, e dali se estenda como seiva invisível, até os ramos da árvore da existência, e faça nascer as flores e os frutos. Dá-me esse amor que conserva tranquilo o coração, na plenitude da paz."

8 comentários:

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

MARIA JOSÉ:
"Dá-me esse amor que conserva tranquilo o coração, na plenitude da paz." Esse é o amor que temos, né? Bjs. Roy Lacerda.

Maria Adeladia disse...

Maria José, embora que atrasado, mas Feliz Dia da Mulher!

Você também é uma mulher linda e especial.

Obrigada pela visita sempre tão carinhosa.

Beijos e bom domingo.

Lindalva disse...

O amor tem que ser leve e indolor.. mas vezes doi... Olá Maria José o teu voto no pena de ouro foi computado com sucesso. Um enorme beijo no coração e um doce domingo!

LUCONI disse...

Maria me apaixonei por este teu texto, que maravilha, nossa suspirei, beijos Luconi

josenaide coelho disse...

Bom dia
conquelo!!

Pelos caminhos da vida. disse...

Amor verdadeiro...

Um lindo domingo para vc amiga.

beijooo.

Sandra Portugal disse...

Que lindo, Maria José!
Vim aqui convidá-la a visitar o Projetando Pessoas hj pois tem um selinho-desafio interessante, espero você por lá!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Amara Mourige disse...

Olá Maria José,nada como o amor tranquilo!!
Uma semana abençoada.
bjs
Amara
http://amaramourige.blogspot.com/