Páginas

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

O PONTO NEGRO



Certo dia, um professor entrou na sala de aula e disse aos alunos para se prepararem para uma prova relâmpago.
Todos se sentiram assustados com o teste que viria.
O professor entregou então, a folha com a prova virada para baixo, como era de costume...
Quando puderam ver, para surpresa de todos, não havia uma só pergunta ou texto, apenas um ponto negro no meio da folha.
O professor analisando a expressão surpresa de todos disse: - Agora vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo.
Todos os alunos, confusos, começaram a difícil tarefa. Terminando o tempo, o professor recolheu as folhas, colocou-se na frente da turma e começou a ler as redações em voz alta.
Todas, sem exceção, definiram o ponto negro tentando dar explicações por sua presença no centro da folha.
Após ler todas, a sala em silêncio, ele disse: - Esse teste não será para nota, apenas serve de aprendizado para todos nós.
Ninguém falou sobre a folha em branco. Todos centralizaram suas atenções no ponto negro.
Assim acontece em nossa vidas. Temos uma folha em branco inteira para observar, aproveitar, mas sempre nos centralizamos nos pontos negros.
A vida é um presente de DEUS dado a cada um de nós, com extremo carinho e cuidado.
Temos motivos pra comemorar sempre. A natureza que se renova, os amigos que se fazem presentes, o emprego que nos dá sustento, os milagres que diariamente presenciamos.
No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto negro. O problema de saúde que nos preocupa, a falta de dinheiro, o relacionamento difícil com um familiar, com um colega de trabalho, a decepção com alguém, com um amigo, familiar etc. Os pontos negros são mínimos em comparação com tudo aquilo que temos diariamente, mas são eles que povoam nossa mente.
Tire os olhos dos pontos negros da sua vida. Aproveite cada benção, cada momento que DEUS lhe dá. Creia que o choro pode durar até o anoitecer, mas a alegria logo vem no amanhecer. Tenha essa certeza, tranquilize-se e seja MUITO FELIZ.
Texto enviado por Roy Lacerda do blog
MomentoBrasil e foi aqui postado, por ser pertinente à proposta do Arca.

8 comentários:

Marina Fligueira disse...

¡Hola María José!


Precioso texto, educativo e instrutivo. Todo ser humano tiene un punto negro que a de reflexionar sobre éste y tratar de borrarlo de su vida, aunque a veces no sea fácil.

Gracias por compartir tus bonitas letras. Te dejo mi gratitud y mi estima. Un beso y se feliz.

Meire Oliveira disse...

Maria querida, adorei o texto! Isso é mesmo fato, temos mais coisas boas pra celebrar e acabamos focando nos problemas...quando focamos no "espaço branco" da folha da vida tudo flui melhor.

Beijocas na sua bochecha amiga, te amo!

O SENHOR DO TEMPO disse...

passando para prestigiar vosso artigo

abraços do bruno

Anne Lieri disse...

Muito linda e importante msg,Maria José!Realmente isso acontece com frequencia em nossas vidas: ver somente pontos negros quando há tanto a agradecer!Amei sua escolha dessa msg!bjs,

Dilmar Gomes disse...

Belo ensinamento, amiga Maria José.
Um abração. Tenhas um lindo findi.

Suu Munizz disse...

Lindo!E a alegria deve vir mesmo ao amanhecer,pra que a gente sobreviva as tempestades ao entardecer!E olha que não é fácil.
Belíssimo post!Abraço e um ótimo final de semana Maria José,=)

She disse...

;)
Beijo, beijo!
She

Zilani Célia disse...

OI MARIA JOSÉ!

GRANDE POSTAGEM, UMA LIÇÃO PARA TODOS NÓS QUE COSTUMAMOS VER A VIDA PELOS PROBLEMAS, E NÃO PELAS DÁDIVAS QUE SÃO NOS SÃO DIARIAMENTE OFERTADAS.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com/