Páginas

sábado, 24 de dezembro de 2011

ENCONTRO DE NATAL


Neste nosso encontro penso: Não me interessa o que você faz para viver, eu quero saber o que de fato você busca e se é capaz de ousar, sonhar, encontrar as aspirações de seu coração.
Não me interessa a sua idade, eu quero saber se você será capaz de se transformar em um tolo para poder amar, viver seus sonhos, aventurar-se a estar vivo.
Não me interessa qual o planeta que está em quadratura com sua lua, eu quero saber se você tocou o centro de sua tristeza, se você tem sido exposto pelas traições da vida ou se tem se contorcido e se fechado com medo da próxima dor.
Eu quero saber se você é capaz de se sentar com a dor, a sua e a minha, sem tentar escondê-la, nem melhorá-la.
Eu quero saber se você pode ficar com a alegria, a minha e a sua.
Se você é capaz de dançar loucamente e deixar que o êxtase o envolva, até as pontas dos pés e das mãos sem querer nos aconselhar a sermos mais cuidadosos, mais realistas, nem nos lembrar as limitações do ser humano.
Não me interessa se a história que você me conta é verdadeira.
Eu quero saber se você é capaz de desapontar o outro para ser verdadeiro consigo mesmo, se você é capaz de suportar a acusação de traição e não trair a própria alma.
Eu quero saber se você pode ser confiável e verdadeiro, eu quero saber se você pode ver a beleza mesmo quando o dia não está belo, e se pode ligar a sua vida a presença de DEUS.
Eu quero saber se você é capaz de viver com os fracassos, os seus e os meus, e mesmo assim se postar nas margens de um lago e gritar para os reflexos da lua: "Sim".
Não me interessa onde você mora e nem quanto dinheiro você ganha, eu quero saber se é capaz de acordar depois da noite do luto e do desespero, exausto e ferido até a alma, e fazer aquilo que precisa ser feito.
Não me interessa o que você é e nem mesmo como chegou até aqui. Eu quero saber se você irá postar-se comigo no centro do fogo e não fugir.
Não me interessa onde e com quem você estudou. Eu quero saber o que o sustenta interiormente quando tudo o mais desabou.
Eu quero saber se você é capaz de ficar só consigo mesmo e se realmente é boa companhia para si, mesmo nos momentos vazios.

4 comentários:

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

MARIA JOSÉ:
" eu quero saber se é capaz de acordar depois da noite do luto e do desespero, exausto e ferido até a alma, e fazer aquilo que precisa ser feito".
A inquisição acima, encerra toda a fortaleza que o ser humano tem que ter, amor. Bjs. Roy Lacerda.

Ives disse...

Que o natal seja um momento de reflexão,então. Que possamos além das palavras, transmitir o sorriso de paz; e, que sempre possamos nos lembrar do natal, como pricípio de ações efetivas, em sentido de ajudar ao próximo,sempre, abraços

retrato... disse...

Amiga,

hoje, não vou comentar o teu post, não ignorando ter lido, vou, isso sim, desejar-te um Feliz Natal, daqueles para recordar.

bj...nho

007BONDeblog disse...

Maria José

Que esse dia de Natal represente Paz e Alegria, e que no Ano de 2012 você e seus familiares possam realizar muitos sonhos.

Saúde e Paz

Um fraterno ABRAÇO