Páginas

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

TOQUE-ME



Por favor, toque-me!
Se sou seu bebê, por favor, toque-me...
Preciso de seu afago de uma maneira que talvez nunca saiba. Não se limite a me banhar, trocar minha fralda e me alimentar, mas me embale estreitado, beije meu rosto e acaricie meu corpo. Seu carinho gentil, confortador, transmite segurança e amor!
Se sou sua criança, por favor, toque-me...
Ainda que eu resista e até o rejeite, insista, descubra um jeito de atender minha necessidade. Seu abraço de boa noite adoça meus sonhos; seu carinho de dia me diz o que você sente de verdade!
Se sou seu adolescente, por favor, toque-me...
Não pense que eu, por estar crescido, já não precise saber que você ainda se importa. Necessito de seus abraços carinhosos, preciso de uma voz terna. Quando a vida fica difícil, a criança em mim volta a precisar!
Se sou seu cônjuge, por favor, toque-me...
Talvez você pense que sua paixão basta, mas só os seus braços detêm os meus temores. Preciso do seu toque terno e confortador, para me lembrar que sou amado apenas porque eu sou eu...
Se sou seu filho adulto, por favor, toque-me...
Embora eu possa ter até minha própria família para abraçar, ainda preciso dos braços de mamãe e papai quando me machuco!
Se sou seu pai idoso, por favor, toque-me...
Da mesma maneira que me tocaram quando era bem pequeno. Segure minha mão, sente-se perto de mim, dê-me força e aqueça com sua proximidade meu corpo cansado. Minha pele, ainda que muito enrugada, adora ser afagada!
Se sou seu amigo, por favor, toque-me...
Nada como um abraço afetuoso para eu saber que você se importa. Um gesto de carinho quando estou deprimido garante-me que sou amado e me reafirma que não estou só. Seu gesto de conforto talvez seja o único que eu consiga!
Não tenha medo... Apenas me toque!
Você consegue compreender o poder que tem o toque?
Nas Escrituras Sagradas (Antigo Testamento) haviam prescrições para que as pessoas não tocassem em leprosos.
Porém Jesus o fez sem medo de ser contaminado: “Jesus, pois, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. No mesmo instante ficou purificado da sua lepra.” (Mateus 8:3)
Não se podia tocar em defuntos. Porém, Jesus, movido de compaixão por uma pobre viúva que perdera seu único filho e, naquela “cultura machista”, era o filho sua única esperança de sustento, tocou-o também: Então, chegando-se, tocou no esquife e, quando pararam os que o levavam, disse: Moço, a ti te digo: Levanta-te.” (Lucas 7:14)
Por que não imitarmos ossSeus gestos e nos dispormos a tocar mais as pessoas que nos são próximas e lhe dar um pouco de carinho, afeto?
Reflita: Hoje você tem o privilégio de poder dar o toque... Quem sabe amanhã você poderá ser tocado!

Texto extraído do livro O PODER DO TOQUE, de autoria de Phyllis K. Davis.

Texto enviado por Roy Lacerda do blog MomentoBrasil e foi aqui postado, por ser pertinente à proposta do Arca.

5 comentários:

Malu disse...

Maria José, este texto pertence ao livro O PODER DO TOQUE e é de autoria de Phyllis K. Davis. Ela é uma doutora em psicoterapia e escreve textos fascinantes.
Um grande abraço

TRIBUNA-BRASIL.COM disse...

Maria Jose,
Se sou seu cônjuge, por favor, toque-me...
Talvez você pense que sua paixão basta, mas só os seus braços detêm os meus temores. Preciso do seu toque terno e confortador, para me lembrar que sou amado apenas porque eu sou eu...
Parece-me que esse parágrafo tem endereço certo, TCHÊ? Parabéns. Abraço dO INDIGNADO.

Graça Pereira disse...

Dos textos mais lindos e profundos que li aqui!
Obrigada amiga!
beijo e boa semana.
Graça

cidinha disse...

Olá, Maria.Como necessitamos ser tocados, amados. Vivemos num mundo tão carente de amor! Belissimo texto. Obrigada sempre amiga! Bjos com carinho.

Meire disse...

Amiga, e quantas vezes um simples toque nos faz um bem danado!!! Fala mais que um montão de palavras né?!!! Amo abraçar, segurar nas mãos de quem amo, é tudo de bom :)
Que sua terça seja iluminada querida, bjokitas mil.