Páginas

quinta-feira, 5 de maio de 2011

FILHOS SÃO DO MUNDO



Devemos criar os filhos para o mundo. Torná-los autônomos, libertos, até de nossas ordens. A partir de certa idade, só valem conselhos.
Especialistas ensinaram-nos a acreditar que só esta postura torna adulto aquele bebê que um dia levamos na barriga. E a maioria de nós pais acredita e tenta fazer isso. O que não nos impede de sofrer quando fazem escolhas diferentes daquelas que gostaríamos ou quando eles próprios sofrem pelas escolhas que recomendamos.
Então, filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem. Isto mesmo! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado.
Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo! Então, de quem são nossos filhos? Eu acredito que são de Deus, mas com respeito aos ateus digamos que são deles próprios, donos de suas vidas, porém, um tempo precisaram ser dependentes dos pais para crescerem, biológica, sociológica, psicológica e emocionalmente.
E o meu sentimento, a minha dedicação, o meu investimento? Não deveriam retornar em sorrisos, orgulho, netos e amparo na velhice? Pensar assim é entender os filhos como nossos e eles, não se esqueçam, são do mundo!
Volto para casa ao fim do plantão, início de férias, mais tempo para os filhos, olho meus pequenos pimpolhos e penso como seria bom se não fossem apenas empréstimo! Mas é. Eles são do mundo. O problema é que meu coração já é deles.
Santo anjo do Senhor...
É a mais concreta realidade. Só resta a nós, mães e pais, rezar e aproveitar todos os momentos possíveis ao lado das nossas 'crias', que mesmo sendo 'emprestadas' são a maior parte de nós !!!
"A vida é breve, mas cabe nela muito mais do que somos capazes de viver.”

15 comentários:

Senhor da Vida disse...

Excelente texto, me fez lembrar do livro da Zibia: " Ninguém é de ninguém." Grande beijo a todos!

♫*Isa Mar disse...

Grande verdade amiga, o meu agora que tá na Faculdade não para mais em casa, os estudos, os amigos e a gente tem que ir se acostumando
Logo chega o dia de estudarem fora do país ou casam e aí ficamos nós com as lembranças e o pouco tempo que podemos desfrutar ao lado deles
Beijos pra ti e ótima noite!

MOISÉS POETA disse...

como dizia Vinicius de Morais:

( filhos , melhor não te-los ,
mas se não te-los , como sabe-los ? )

um beijo, querida !

* Verinha * disse...

Excelente texto Maria José!

Beijocas super em seu coração..
Verinha

diariodumapsi disse...

Sábia mensagem. Por mais que nos seja difícil, os filhos são do mundo e não nossos.
Gdbeijo

ONG ALERTA disse...

Amiga nós sabemos bem que os filhos pertencem ao mundo, beijo Lisette.

Sandra Portugal disse...

Maravilhosa reflexão!
Seu blog é muito intenso e emocionante!
Se depender do meu voto você já está eleita a blogueira da próxima semana, a sucessora da Lena do Amadeirado!
Sorte!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

alegria de viver disse...

Olá querida amiga

Amei este texto, sei que eles são do Mundo, mas depois que nascem o difícil é aceitar essa colocação.
Agradeço a Deus todos os dias pelo filho maravilhoso.

Com muito carinho BJS.

Vera Lúcia Duarte disse...

Maria José,
Seu texto é bem verdadeiro. Os filhos nos são confiados para que possamos transformá-los em seres
humanos íntegros, iluminados, direcionados para o bem. Mas, embora pesarosamente, eles pertencem ao mundo. Necessitam vivenciar suas próprias experiências. A função dos pais é tão somente prepará-los para isso.
"Que fizeste dos filhos que te confiei". Esta será a pergunta que um dia teremos que responder ao nosso Criador.
Abraço.

Poeta del Cielo disse...

Maria Jose amiga querida lindas letras belas de leer e reflexoar....pensar muito um lindo aprendizado amiga...

saludos
otima semana
abracos

disse...

Lindonaaaa!!! Que texto lindo. Eu ia apenas citá-lo, fazendo referência ao seu blog, mas não aguentei... copiei lá...rsrsrs
Lindo demais.
Obrigada pelas coisas lindas que vc coloca aqui, viu.
beijo

MARILENE disse...

Sua postagem me fez relembrar o poema de Khalil Gibran :
"Vossos filhos não são vossos filhos.
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.
Vêm através de vós, mas não de vós.
E embora vivam convosco, não vos pertencem.
Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos,
Porque eles têm seus próprios pensamentos.
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;
Pois suas almas moram na mansão do amanhã,
Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.
Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,
Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.
O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força
Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.
Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria:
Pois assim como ele ama a flecha que voa,
Ama também o arco que permanece estável."

Muito boas suas colocações.
Bjs.

Bloguinho da Zizi disse...

Querida Maria José
Imagino o quanto esta data toca teu coração. Mas tua Marela está do teu lado, sempre. É uma certeza que vem de não sei onde. Meu carinho a você.

Qto ao voto já tá lá.
E vc está ganhando.
Parabéns.
Beijinhos

Meire disse...

Adoro SARAMAGO! Realmente, algumas mães não conseguem ter um equilíbrio entre dar corda e segurar e muitas vezes a pessoa acaba ficando muito dependentes. Mas como diz o texto os filhos são do mundo!!!
Vou lá votar em ti sim querida, bjo grande e espero que seu blog ganhe =)

Jorge disse...

Meu Anjo,

Deus nos deu filhos pra educá-los para a vida, para seguir seus próprios caminhos.

Já fui votar em você, afinal você merece!!!

Anjo, um beijo!!!