Páginas

quarta-feira, 2 de março de 2011

O MELHOR DE MIM



Sofremos pelo que não temos, e muitas vezes, pelo que acreditamos que era nosso, e na verdade, nunca foi.
Sofremos, pela incerteza do amanhã que não nos pertence, mas que tentamos controlar.
Sofremos pelas amizades e afinidades que tentamos dominar, possuir sem medidas, e que se afastam de nós.
Sofremos pela doença que podemos ter, pela gripe que pode virar bronquite, e nos abatemos.
Sofremos pelo medo do imponderável, pelo que não podemos medir, pelo que não vemos, mas às vezes, podemos ouvir, e nos trancamos.
Sofremos pelas nossas faltas, e nos abatemos com as dificuldades que criamos, e estagnamos.
Por isso, as notas que não tiramos, as provas em que não passamos, os amores que não vivemos, o abraço que perdemos, os cadernos amarelados, os cheiros da infância, a velha chupeta guardada ou perdida, são doces lembranças, mas até nelas, sofremos.
Sofremos, porque não queremos nada simples, nem simplesmente viver, nem simplesmente amar.
Temos medo de nos entregarmos definitivamente ao amor, medo de sofrer uma dor maior, por isso, sofremos, até pelo que não sabemos.
E hoje, sabendo que o sofrer é uma antecipação da dor que nem sempre viveremos, vou procurar conquistar aquilo que realmente me cabe.
E, se a dor me visitar, vai me encontrar mais forte, porque tenho a exata medida de tudo o que já passei, e sou o fruto maduro dessa árvore chamada vida.

9 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

Maria José
Acredito que é por isso que tenhamos que voltar tannnnnntas vezes.
Quando realmente existe sofrimento, vá lá, mas temos a capacidade de sofrer por nada, algo que ainda não aconteceu e que possivelmente nunca acontecerá.
Daí a ansiedade, o estresse, nomes disfarçados dado ao medo que carregamos dentro de nós.

beijinhos

Mafalda S. disse...

No meu caso pessoal, uma forma de abafar o sofrimento é sentir-me grata por tudo o que a vida (no meu caso acredito que seja Deus) me tem dado. E se algo não correu bem, certamente que foi para tirar alguma lição e esperar algo melhor.

Se não sofressemos, talvez não soubessemos reconhecer a felicidade.

Quanto ao sofrimento por antecipação, é algo que tenho de melhorar. Costumo passar muito por isso.

Beijinhos e votos de muitas alegrias

Misturação - Ana Karla disse...

É melhor sofrer menos por escolha, pis o sofrimento faz mesmo parte de todos.
Gostei do texto.
Xeros

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: A indivudalidade do ser humano, o egoísmo e a vontade que sempre querer obter em td as vitórias, nos frustam. Porisso há aquele ditado: "De médico e loucos, tds temos um pouco". E quem em algum momento nao se tornou masoquista? Sofrer por antecipação, ao pré-julgar os resultados, meu amor. Sò com o passar do tempo é que conquistamos a experiencia necessaria para o discernimento. Bjos. Roy Lacerda.

Maysa disse...

Olá minha colega é vc a primeira pessoa jura! que estou trocando esta notícia, nasceu meu netinho Gabriel esta madrugada como estou morando Joinville-sc amanhã estou indo para São Paulo conhece-lo,
um feriado de paz para vc,Maria José
abraço
elisa

TRIBUNA-BRASIL.COM (O Indignado) disse...

Maria José, votos de um feliz carnaval. Só assim, ficamos sabendo da tua agenda. Qta generosidade, guria! Esqueceu-se de informar onde passará os festejos do Momo. Abraços.

ValériaC disse...

Maravilhoso texto...o ser humano tem que parar de fazer "drama" com tudo na vida e fazer dela algo mais leve e feliz. De nada vale sofremos por tudo, pois este sentir, não ajuda em nada a melhorar qualquer que seja a situação da vida. É preciso começar a ver e viver a vida de modo diferente.
Beijinhos
Valéria

Isa Mar disse...

Oi amiga, finalmente tudo se ajeitou por aqui, estou de mudança fim de semana
Depois do carnaval já devo estar instalada e com net funcionando,não fosse o feriadão seria antes rsss
Depois de tudo que passei esses dias perdi o medo por completo, qualquer coisa que vier daqui pra frente vai se café pequeno
Assim que der conto tudo lá no blog
Beijos pra ti com carinho!

manuel marques disse...

Da felicidade ao sofrimento é somente um passo; do sofrimento para a felicidade parece demorar uma eternidade.

Beijo.