Páginas

sábado, 26 de fevereiro de 2011

SOMOS LUZ



O Divino escultor esculpiu nossa imagem-foma na Luz.
Sorrindo, Ele disse dentro de cada espírito: “Você ocupará muitas formas na existência, terá vários rostos e corpos, de cores e formatos diferentes, mas a sua verdadeira face é a da Luz!”
Porém, o tempo passou, e nos identificamos com as diversas formas, não só físicas, mas, também, com aquelas mentais e emocionais.
Passamos a viver e agir nas formas, mas sem sentir o Espírito em nós.
Passamos a viver de forma vazia, sem sentido e sem profundidade.
Apegamos-nos demais às formas moldadas e condensadas nas energias da natureza, e mesmo quando elas se desgastam, e o seu uso não é mais possível, ficamos meio perdidos, chorando sobre a referência externa com a qual nos identificávamos tanto.
Foi por isso que o sábio Jesus disse: “Deixem que os mortos enterrem os seus mortos!”
O Rabi estava certo: quem anda com o espírito entorpecido nas ilusões sensoriais do mundo e acha que é só isso que existe, na verdade está morto de raciocínio, percepção e espírito.
Confundir a Luz do espírito com a casca abandonada é o mesmo que confundir a roupa com quem a veste.
Se é necessário respeitar o invólucro carnal abandonado, pois era morada do espírito em ascensão, é mais necessário, ainda, respeitar o próprio espírito, essência imperecível e dotado de todos os potenciais celestes.
E nenhum espírito, em época alguma, jamais foi seguro pelo caixão ou pelo solo, onde o seu corpo ficou sendo transformado em outras energias pela generosa Mãe Terra.
Aos corpos que ficam na Terra, o nosso muito obrigado, por tudo o que aprendemos por intermédio deles. Porém, somos espíritos com a face da Luz!
Somos forma e semelhança da Luz, pois não somos animais vertebrados, somos consciências imperecíveis. Somos a cara de Deus!
Não somos brancos, negros, amarelos ou vermelhos. Não somos nem mesmo terrestres, pois qualquer espírito é egresso de outros planos sutis, não-físicos.
Portanto, somos extraterrestres, pois terrestres são apenas os corpos que ocupamos temporariamente.
SOMOS LUZ!
Enquanto os “mortos enterram os seus mortos”, os espíritos continuam vivendo além...
Os primeiros olham as tumbas e choram a ilusão de suas referências apenas físicas; os últimos olham para as estrelas e alçam vôo para outras paragens.
E lá em cima não há nenhum número de tumba como referência, nem esquifes enterrados para alguém se guiar na dor de sua perda ilusória.
O que tem mesmo é uma infinidade de espíritos vivos, todos com a cara de Deus!
O Divino Escultor esculpiu nossa imagem-forma na Luz. Portanto, façamos jus a essa Luz. SEJAMOS LUZ!

Enviado por Isa do blog Vale do Sol Encantado

9 comentários:

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

" ...na verdade está morto de raciocínio, percepção e espírito.(?)
...respeitar o próprio espírito, essência imperecível e dotado de todos os potenciais celestes"...

MARIA JOSÉ: Só nao concordo com o paragrafo acima. Há grande incoerencia, MEU AMOR. Primeiro fala em espírito morto? BJOS. Roy Lacerda.

angela disse...

Um texto para ler devagar. Interessante.
beijos

Maria Adeladia disse...

Belíssimo texto!
Tenha um ótimo fim semana.
Beijos.

soniaconsult disse...

E porque será que teimamos em manter esta luz apagada ou escondida?
bjus e um ótimo final de semana

Alma Aprendiz disse...

Nossa.....que mensagem profunda!
De uma grande sabedoria e cheia de verdades.
Maravilhosa,adorei!
Ótimo fim de semana.
Beijosss

Senhor da Vida disse...

Sejamos Luz! como sempre excelente chamada a valorizar o que de fato é eterno, que é o espírito.Adoro embarcar nessa arca, de sabedoria, de luz, de amor.

manuel marques disse...

Um pouco de luz vence muitas trevas.

Beijo.

Kiro Menezes disse...

Lindo lindo!!! Amei o texto!

Olá querida,

eu to passando para conhecer o espaço e pedir que continue comigo no espaço que já segues e que ganhei de presente dessa nossa amiga linda, a Soninha.

Espero fazer jus ao ganho das Estrelas com a qual presenteou-me, e com carinho, acolher os seguidores dela!!!

Espero que fiques...

Com carinho, Kirinha ♥

^_^•

Beijos ♥

Leandro Silva disse...

Após passar exatos 1 mês do falecimento de minha avó materna que me criou, ondem, durante meu sono, visualizem essa bola de energia no meu quarto e com o susto acordei. Fui pesquisar o que seria essa bola de luz, um pouco transparente e um pouco visível, e vim parar com este texto. Obrigado!