Páginas

domingo, 5 de dezembro de 2010

VENDA NOS OLHOS


Você conhece a lenda do rito de passagem da juventude dos índios Cherokees?
O pai leva o filho para a floresta durante o final da tarde, venda-lhe os olhos e deixa-o sozinho.
O filho se senta sozinho no topo de uma montanha durante toda a noite e não pode remover a venda até os raios do sol brilharem no dia seguinte.
Ele não pode gritar por socorro para ninguém.
Se ele passar a noite toda lá, será considerado um homem.
Ele não pode contar a experiência aos outros meninos, porque cada um deve tornar-se homem do seu próprio modo, enfrentando o medo do desconhecido.
O menino está naturalmente amedrontado.
Ele pode ouvir toda espécie de barulho.
Os animais selvagens podem, naturalmente, estar ao redor dele.
Talvez alguns humanos possam feri-lo.
Os insetos e cobras podem vir picá-lo.
Ele pode estar com frio, fome e sede.
O vento sopra a grama e a terra sacode os tocos, mas ele não remove a venda.
Segundo os Cherokees, este é o único modo dele se tornar um homem.
Finalmente.....
Após a noite horrível, o sol aparece e a venda é removida.
Ele então descobre seu pai sentado na montanha perto dele.
Ele estava a noite inteira protegendo seu filho do perigo.

Nós também nunca estamos sozinhos!
Mesmo quando não percebemos, Deus está olhando para nós, 'sentado ao nosso lado'.
Quando os problemas vêm, tudo que temos a fazer é confiar que ELE está nos protegendo.
Apenas porque não vemos Deus, não significa que Ele não esteja conosco.
Nós precisamos caminhar pela nossa fé, não com a nossa visão material.
Evite tirar a sua venda antes do amanhecer...

Enviado por Rosani Gomes do blog Fragmentos de Uma Alma Perfumada (http://rosani22.blogspot.com/)

17 comentários:

Leonardo B. disse...

[Grato pela proposta de reflexão, grato!]

Um imenso abraço,

Leonardo B.

duendes disse...

carissima estavamos com saudades....amamos visitar esse seu cantinho.beijos.

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: Foste no âmago da questão, no complemento do texto. Fico feliz com teu aprendizado evolutivo na Doutrina. PARABÉNS!!!!! MEU AMOR. Bjs. Roy Lacerda.

angela disse...

Muito bonita esta tradição, os povos indíginas tem muitas coisas para nos ensinar nesta relação mais direta e simples com a natureza e o Divino.
beijos

orvalho do ceu disse...

Olá, querida Maria José
Vou já colocar a venda... e pedir a graça de não tirá-la antes do "amanhecer"...
Abraços fraternos e bjs de paz.

MYS disse...

Olá MJ

Esta lenda é muito bonita...

e nos ensina mto!

abç de luz amiga
MYS

Cadinho RoCo disse...

É pela fé que reconhecemos sentido em nossos sentidos.
Cadinho RoCo

Ives disse...

poxa, muito emocionante hein, Deus esta aqui, sim, abraços

ValériaC disse...

É verdade querida, somos imensamente amados e acompanhados por Deus...
Que sua semana seja linda...beijinhos
Valéria

Malu disse...

Mais uma vez, obrigada pela partilha!
Grande lição...

Sasa disse...

Gostei muito, ótima semana pra vc. Bjos no coração!

Denise disse...

É linda a mensagem que fica, o importante é lembrar que vivenciamos várias passagens - fechamos ciclos ao entrarmos em um novo momento expressivo da existência - e que carregar pedras nos fortalece para polir os diamantes em que as transformamos, se assim quisermos.
Uma ótima semana!
Bjo

manuel marques disse...

Dá que pensar.

Beijinho.

Isa mar disse...

Amiga de alma, que bela reflexão, confiança sempre, pois nunca estamos sós, há um poder maior que nos acompanha a todo instante
Beijos e semana abençoada pra ti!

Carla disse...

Realmente a vida é de aprendizados e surpresas. Me fez refletir e ter mais confiança, pois medos estão sempre rondando, humanos apenas se esquecem que existe sempre um espírito de luz maravilhoso ao nosso lado. Muitas vezes pensamos que são coincidências alguns acontecimentos, acredito que Deus estava lá.
Bjs e obrigada por postar esse lindo texto.

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida Maria José.
Que linda história.
É muito bom sabermos que o "Pai" está sempre conosco, nunca nos abandona.
Um grande beijo em seu coração!

Marcia disse...

Com certeza Mara..., infelizmente as vezes esquecemos disso, por isso sofremos.
Beijos e bom dia!