Páginas

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O URSO E A PANELA



Certa vez, um urso faminto perambulava pela floresta em busca de alimento.
A época era de escassez, porém, seu faro aguçado sentiu o cheiro de comida e o conduziu a um acampamento de caçadores.
Ao chegar lá, o urso, percebendo que o acampamento estava vazio, foi até a fogueira, ardendo em brasas, e dela tirou um panelão de comida.
Quando a panela já estava fora da fogueira, o urso a abraçou com toda sua força e enfiou a cabeça dentro dela, devorando tudo.
Enquanto abraçava a panela, começou a perceber algo lhe atingindo.
Na verdade, era o calor da panela...
Ele estava sendo queimado nas patas, no peito e por onde mais a panela encostava.
O urso nunca havia experimentado aquela sensação e, então, interpretou as queimaduras pelo seu corpo como uma coisa que queria lhe tirar a comida.
Começou a urrar muito alto. E, quanto mais alto rugia, mais apertava a panela quente contra seu imenso corpo.
Quanto mais a tina quente lhe queimava, mais ele apertava contra o seu corpo e mais alto ainda rugia.
Quando os caçadores chegaram ao acampamento, encontraram o urso recostado a uma árvore próxima à fogueira, segurando a tina de comida.
O urso tinha tantas queimaduras que o fizeram grudar na panela e, seu imenso corpo, mesmo morto, ainda mantinha a expressão de estar rugindo.
Quando terminei de ouvir esta história, percebi que, em nossa vida, por muitas vezes, abraçamos certas coisas que julgamos ser importantes.
Algumas delas nos fazem gemer de dor, nos queimam por fora e por dentro, e mesmo assim, ainda as julgamos importantes.
Temos medo de abandoná-las e esse medo nos coloca numa situação de sofrimento, de desespero.
Apertamos essas coisas contra nossos corações e terminamos derrotados por algo que tanto protegemos, acreditamos e defendemos.
Para que tudo dê certo em sua vida, é necessário reconhecer, em certos momentos, que nem sempre o que parece ser o melhor vai lhe dar condições de prosseguir, de ser feliz.

Enviado por Roy Lacerda do blog MomentoBrasil (
http://momentobrasilcom.blogspot.com/

13 comentários:

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida.
Quanta verdade!!!
As vezes só aprendemos pela dor.
Ótima mensagem que nos leva á reflexão de que devemos confiar mais no Universo.
Nem sempre o que achamos que é bom, será.....vamos nos abrir aos sinais da vida.
Um grande beijo em seu coração!
Lú.

Bloguinho da Zizi disse...

O ideal é confiar.
Na confiança soltamos.
E soltando tudo se resolve na Divina Ordem.

Maria José,
um final de semana de paz pra vc.

Beijinho

Mafalda S. disse...

Bem, este texto é tão verdadeiro. Por vezes não é fácil mudar, parece que estamos numa zona de conforto, mas que nos magoa. Temos de, nem que seja aos poucos, deixar a panela quente de lado e lutar pela nossa felicidade!

Beijinho!

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: " nem sempre o que parece ser o melhor vai lhe dar condições de prosseguir, de ser feliz"
COMPLEMENTANDO O TEXTO: Esta é a razão pq na maioria das vezes, nossos pedidos não são atendidos. E qd o fazemos com maior intensidade, após algum tempo o "PAI TODO PODEROSO" em sua INFINITA BONDADE, nos atende e literalmente 'quebramos a cara". Já em outros momentos, que não é o brasil, esperamos alguns anos para sermos felizes. Somente "ELE", sabe o que é melhor para nõs. Ok, MEU AMOR. Bjs. Roy Lacerda.

manuel marques disse...

Bonita reflexão.

Beijo e bom fim de semana.

Silvia disse...

Oi Maria José
a metáfora do urso ilustra muito bem que às vezes agimos por impulso, pensando ser a forma para resolvermos um problema.
Um bom final de semana para você!

Cris Tarcia disse...

Lindo texto,e muitas vezes agimos assim.

Beijos e um iluminado final de semana

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

A verdade é que nos dias
de hoje,
perdemos grande parte do nosso tempo
e da nossa vida,
buscando valores que não são nossos.
Perfeita a metáfora.

Dias de alegria para ti.

Rute disse...

Parabéns pela postagem Maria José
Beijos, ótimo final de semana a a vc

Edward de Souza disse...

Bom dia, Maria José, bela mensagem!
O ser humano precisa entender que todos nós possuímos virtudes e podemos exercitá-las no dia a dia de nossas vidas. Nenhum espanto. Os gregos ensinavam que as virtudes distinguem as pessoas dos animais. Para praticá-las basta ter vontade, educação e hábito. Elas podem ser adquiridas, tornam-se duradouras e se transformam no caminho para as boas ações e os acertos em nossas decisões.

Meu blog está em festa, comemorando 500 postagens e 200 mil visitas. Se puder, dê uma passadinha por lá, ficarei grato.

Bom final de semana!

Edward de Souza

Alma Aprendiz disse...

Um texto de muita sabedoria!!!!!
Adorei!!!!11
Ótimo final de semana!
beijjosssss

Lucas Dellaretti disse...

Me identifiquei com o texto, muito bom!
To te seguindo agora. Depois me segue lá no meu
http://vidaminimalista.com

VERÔNICA GUIMARÃES disse...

Olá. Amei a mensagem. Realmente,mtas das vzs o sofrimento existe devido a idealização que fazemos do outro e das situações. Felicidades e discernimento para todos!!!!!