Páginas

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

DESPREZO PREMEDITADO



"O que despreza ao seu vizinho peca, mas feliz é aquele que se compadece dos pobres" (Provérbios 14.21). 
Mina e Celma descendiam de famílias que imigraram para o Brasil. Foram amigas nos dias da infância, mas se tornaram adultas, casaram-se e nunca mais se encontraram.
Depois de transcorridos muitos anos, certa tarde, Mina foi visitar uma amiga. Como houvesse se demorado mais do que o previsto, fez parar um táxi e tomou caminho de volta. Notou que ao volante estava uma mulher e pôs-se a conversar com ela.
Ambas notaram algo de familiar entre as duas e finalmente reconheceram-se. Celma, simples, porém autêntica; e Mina, sofisticada, presunçosa e toda superficial. Notando que Celma era a mesma pessoa ingênua, articulou um plano para vê-la humilhada ao seu lado. Convidou-a para um chá íntimo e ela credulamente aceitou. No horário estabelecido, Celma compareceu nos seus trajes de serviço.
Mina preveniu as amigas da sua roda sobre o jeito de ser da convidada, mas se fingiu cordial ao recebê-la. Vieram os cumprimentos estudados, um pouco de conversa e em seguida foi servido um cálice de licor acompanhado de canapés; mas tudo com grande requinte. Sem se preocupar com o aparato, Celma serviu-se à vontade. Falou alto, gesticulou o quanto julgou necessário. Daí... olhares zombeteiros, risinhos irônicos e piscadinhas maliciosas... Celma, o alvo das atenções.
Mas esta cena não se prolongou por longo tempo. O telefone tocou. Avisava que o neto de Mina fora acidentado. Esta, transtornada, retorna à sala e comunica o fato. Foi então que ela viu sair cada amiga sem se preocupar com o seu desespero. Mas Celma permaneceu. Solícita e experiente, entrou logo em ação, conduzindo Mina à Clínica onde o neto se encontrava, e para satisfazer as exigências preliminares do hospital, ela teve de emprestar dinheiro também. Estava sendo exigida a presença dos pais da criança e foi a essa altura que Mina precisou dizer que a filha era desquitada e o garotinho sofria muito com a ausência do pai.
Celma, seguindo a direção indicada pela amiga, saiu à procura da mãe e depois do pai da criança, mas só depois de uma hora de busca os dois foram encontrados. O pai, bebendo num bar e a mãe jogando numa casa de jogos clandestinos. De volta à Clínica, novo problema: sangue para o menino. Mina se comunica com sua roda de amigas, mas nenhuma foi encontrada com disposição para doar.
Celma ligou para as suas vizinhas e não tardou surgir um grupo da amizade dela e a criança recebeu o sangue necessário.
Alta madrugada, Mina e Celma se separaram, porém o quadro era outro. A primeira sem a máscara da hipocrisia, humilhada e envergonhada, sentia-se pequena ao lado da verdadeira amiga. Esta, cansada, mas feliz, estava em paz consigo mesma, por haver cumprido o dever de amiga.

Enviado por Isa do blog http://valedosolencantado.blogspot.com/

14 comentários:

manuel marques disse...

"O desprezo é uma pílula amarga, que se pode engolir, mas que se não pode mastigar sem fazer caretas ..."

Beijinho.

Pelos caminhos da vida. disse...

Os humilhados serão exaltados...

beijooo.

Sandra disse...

Ola tudo bem???Estamos comemorando e lembrei-me de você. Fazes parte dessa comemoração.
Conquistar amigos é conquistar a esperança de de ter encontrado mais uma vida, mais um amigo.
Estou muito feliz em ter você na CURIOSA. Dois anos se passaram e os amigos só foram chegando. Tenho certeza que esta irradiação de pensamento foram se firmando aos longos desse dias, DESSE TEMPO.
A conquista de NOVOS amigos não é muito fácil. mas graças a DEUS tenho este carinho especial e A graça de conuistar as pessoas. A HUMILDADE, a Honestidade e Sinceridade é que nos aproximaram. Quando o coração é tranparente,tudo fica super fácil.
Ser verdadeiro com o outro é um Dom. o Dom da Sabedoria.
Muito obrigada pelo seu carinho e amizade. Estou muito feliz em ter você fazendo parte dessa conquista.
Amigos são verdadeiros frutos que vamos semeando ao longos dos dias.
a conquista é como ostra que encontramos submersas e vamos conservando, e deixando ela com um valor imensuravel.
A amizade é como OURO de longe se vê, é um brilho sem fim...
Obrigado AMIGOS de diversos pontos do BRASIL, MUNDO...
Estou feliz em ter vc a meu lado.
Amigos para sempre é o que nós iremos ser, na primavera ou em qualquer das estações.
Você pode estar longe, muito longe. Mas por te amar sinto você bem pertinho de mim. Pois mora no lado esquerdo do peito:CORAÇÃO...
carinhosamente,
Sandra

Graça disse...

Olá, Majô!

Esse mini conto é algo assim de especial demais, amiga!
Que linda lição!

Um beijo e parabéns!

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida.
Que lição não?
É muito triste pessoas que insistem em manter esta conduta de ser superior e querer sempre humilhar as pessoas.
São pessoas fracas, que não se assumem e portanto precisam vestir estas máscaras da hipocrisia para se sentirem acima do bem e do mal.
Grande ilusão!!!
Mas a vida ensina, mais cedo ou mais tarde.
A Lei do retorno não tarda.
Um grande beijo em seu coração!
Lú.

José Gonçalves disse...

Olá Maria José Rezende,

Como sempre, mais um supremo exemplo do que devem ser os relacionamentos entre os Seres Humanos.

Independentemente do Estatuto, da formação Académica, dos Conhecimentos, dos Contactos, do Nível Social, da Côr, da Raça, do Credo, independentemente de tudo, devemos permanecer Simples e Disponíveis para ajudar o próximo.

Hoje podem ser os outros a precisar de Ajuda, negada de pronto por presunção e altivez, amanhã poderemos ser nós a ter que descer dessa presunção e dessa altivez fútil e inútil!

Belo conto, bela chamada de atenção para aqueles que se julgam mais alguém que os restantes!

Termino desejando-te desde já um excelente final de semana junto dos que te são queridos.

Este será um final de semana ainda mais intenso para mim, que será marcado pelo convívio com Amigos, mas não sem deixar de estar presente junto dos que estão limitados nos movimentos e precisam de apoio.

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)

Bloguinho da Zizi disse...

Maria José
Essa história tocou fundo.
E, infelizmente, ela é muito comum nos dias de hoje.
A arrogância e a prepotência são o modo de vida de algumas pessoas.
A grande benção é que existem serem de luz, que na sua simplicidade seguem realizando sua missão de ajuda aos necessitados, seja quem for esse necessitado.
Grande exemplo.
Beijinhos

Eliane Gonçalves disse...

O que dizer deste texto...
É uma história, mas quem aqui não ouviu algo já semelhante na vida real, ou até presenciou?
O dia que as pessoas se perceberem como um ponto de luz e perceberem que dinheiro não é nada, que status não é nada, poderemos estar anscendendo cada vez mais em nossa caminhada, mas Deus misericordioso, sempre encontra um jeito de nos ensinar, seja pela dor ou pelo amor.

Bjos querida,

Não preciso nem repetir que adoro o seu blog.

Eliane.

Alma Aprendiz disse...

Olá amiga querida!
Passei para lhe desejar um ótimo fnal de semana!
Fique com Deus!
Beijos de paz no seu coração!

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: O 'PAI TD PODEROSO" em sua infinita sabedoria, ESCREVE CERTO POR LINHAS CERTAS. Nós è que as entortamos. 'FORA da CARIDADE, NÃO HÁ SALVAÇÃO'. BJS. Roy Lacerda.

Sergio disse...

Hola Maria José,

que feo despreciar a alguien por su aspecto, cuando la esencia es lo más importante que tenemos cada uno...
Una bella leccion de humanidad... hasta con quien la despreció...

Te dejo saludos argentinos,

Sergio.

MYS disse...

olá
Maria José,

Te achei por causa desta tão amadinha amiga Lú,
vim rapidinho olhar seu blog, e já senti q vou gostar...estou indo para aula, mas volto para ler seus textos c/ calma!!!

Já sou sua seguidora!

abç de luz
MYS

LAR DOCE LAR disse...

Mais uma bela postagem a nos passar grande lição.
Obrigada pela partilha, amiga

Simone Anjos disse...

Olá amiga,
Essa história é uma verdadeira lição de vida. É bom sempre lembrar para não cairmos na hipocrisia de nos julgarmos superiores. A humildade é tudo!
Beijos na alma,