Páginas

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

MÁSCARAS



O estágio evolutivo em que se encontra a humanidade, o da civilização, mostra que, no processo, o regime da força, dos instintos animalescos, foi substituído pelo da astúcia. Procura-se a vitória utilizando-se máscaras, que escondem a verdadeira personalidade do seu usuário. A arte de se mascarar, historicamente marcante no carnaval de Veneza, pode ser tomado como emblema para a astúcia do atual estágio evolutivo do homem civilizado. A máscara tem sido a sua principal arma para conquista de seus objetivos, nem sempre confessáveis. Na sociedade tem sido apenas uma arma para esconder fragilidades de personalidades. A evolução, através da espiritualização, vai nos mostrar por inteiro, como de fato somos. (J. Meirelles)Eterno é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata!
Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.
Fácil é ditar regras.
Difícil é segui-las. Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.
Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta. Ou querer entender a resposta.
Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.
Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma. Sinceramente, por inteiro.
Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.
Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefônica.
Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.
Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.
Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez, isso é difícil.
Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.
Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.
Fácil é dizer "oi" ou “como vai”?
Difícil é dizer "adeus". Principalmente quando somos culpados pela partida de alguém de nossas vidas.
Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.
Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só. Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois. Amar e se entregar. E aprender a dar valor somente a quem te ama.
Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz.
Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.
Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer. Ou ter coragem pra fazer.
Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende. E é assim que perdemos pessoas especiais.

Enviado por Roy Lacerda do blog MomentoBrasil (
http://momentobrasilcom.blogspot.com/)

18 comentários:

Sinais no Mundo... disse...

Convido-vos a visitar Santa Maria de Scala Coeli...

Parabéns, pelo vosso Blog...

José Gonçalves disse...

Olá Maria José Rezende,

Aqui está mais um trabalho exaustivo e expressivo sobre o Ser Humano e as suas lutas intrínsecas.

Da minha parte, gostei particularmente desta citação que já a conheço faz tempo, como dizem os brasileiros:

"Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro."

E escolhi esta, não por acaso, e muito menos por representar os passos que percorri ao longo da vida.

Pouquíssimas foram as pessoas que comigo saíram ao longo da vida e só uma me soube fazer Feliz por inteiro! Com outras, partilho momentos de Felicidade baseado na grande Amizade.

Mas escolhi este "Pensamento" porque nele acredito piamente, porque ao longo do tempo de partilha de momentos e vivência consegue-se conhecer o outro lado das pessoas, o lado de dentro, o lado mais puro e sincero.

Acredito num conceito ancestral de que podemos enganar muita gente durante muito tempo.

Mas não conseguimos enganar toda a gente durante todo o tempo!

E o tempo faz a diferença!

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)

manuel marques disse...

À força de nos disfarçarmos perante os outros acabamos por nos mascarar perante nós mesmos ...

Beijo e bom fds.

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá querida.
MARAVILHOSO texto.
Mácaras, quem não as usa!
Prefiro acreditar nas palavras citadas no texto que diz: "com a nossa Evolução, através da Espiritualização, vamos nos mostrar por inteiro, como de fato somos"
Eu mesma depois de uma grande reforma íntima, procuro nas minhas atitudes agir de acordo com minha consciência, e o Universo me responde positivamente.
Máscaras, estou aprendendo a não usá-las independente do que pensam, sou muito mais verdadeira comigo mesma.
Um grande beijo em seu coração!
Lú.

Luís Coelho disse...

Todos usamos uma máscara. Não é criminosa a minha máscara.
Tento sorrir mesmo que o coração chore.
Procuro dizer bom dia quando me voltam as costas.
A minha máscara fica em silêncio quando me apetece gritar..........
Preciso de muitas máscaras para evitar guerras e desentendimentos............

ivvy disse...

texto marcante de Drummond,encontramos máscaras todos os dias,na verdade até vestimos
algumas faz parte do ser humano,cabe a nós
descobrir o nosso eu verdadeiro!Quanta coisa boa a gente encontra por aki!bjussssssssssssss

Pelos caminhos da vida. disse...

Mais uma gde e verdadeira mensagem.

É muito bom voltar aqui amiga.

Bom fim de semana.

beijooo.

Elaine Regina disse...

Olá! Também tenho um blog voltado para a Espiritualidade: o Florescer da Alma!

É ainda uma pequenina arca... mas lá guardo tesouros sinceros, Maria José.


Gostaria que me visitasse, certo?
Beijão!

ValériaC disse...

Bela mensagem... que a cada dia mais, sigamos rumo a nosso espiritualização e venhamos a ser mais nós mesmos...
Doce final de semana... beijinhos amiga...
Valéria

TRIBUNA-BRASIL.COM (O Indignado) disse...

Maria José, parabens aos dois: a vc e a quem te enviou o texto. FELICIDADES. Abraços.

alegria de viver disse...

Olá querida amiga

Bela mensagem. O tempo todo ficamos de mascara, ao longo da vida vamos aos poucos levantando, até que nos sentimos fortes e tiramos.

Com muito carinho BJS.

Alma Aprendiz disse...

Que lindo,amiga!!!!!!
Palavras verdadeiras e profundas!!!!!!
Parabéns e obrigada por compartilhar conosco.
Beijos de luz!

Luciana disse...

Olá,

Te vi no blog da Atena e resolvi vir visitar o seu e gostei muito.

Os textos são muito bons e dá para refletir bastante com eles.

Se quiser visite meus blogs. Neles eu falo um pouco sobre o meu processo de auto conhecimento:

http://poesiasdaautodescoberta.blogspot.com/

http://minhasvivenciasnopathwork.blogspot.com/

Eliane Gonçalves disse...

Lindo texto...
Infelizmente estamos ainda vivendo em um período de muitas máscaras, mas o importante que Deus é tão misericordioso que sempre nos dá uma nova oportunidade de corrigir nossos erros e evoluirmos.

Bjos,

Eli.

angela disse...

Infelizmente as mascaras são necessárias nesse mundo que vivemos só não podemos nos confundir com elas, deixar que elas se colem no nosso rosto e temos que poder tira-las quando estamos com nossos familiares e amigos.
Maria José meu poema é só uma brincadeira tipo sambinha dos anos 40-50, não perco tempo esperando ninguém tropeçar, mesmo sabendo que quem olha muito pra cima vai acabar tropeçando. Tem tanta coisa melhor para se fazer que ficar amargurando.
Beijos

Paulo Sempre disse...

Hoje não é fácil tirar a máscara sob pena de deixarmos a nu a nossa real personalidade. A autenticidade - retirada da máscara - nem sempre nos é favoravel...

Bom Blog. Obrigado!!!

Paulo
PORTUGAL

Elaine Regina disse...

Obrigada por ter ido conhecer a minha humilde e pequenina arca de tesouros.

Ainda não pude vir explorar a sua... Hoje o tempo me foi tomado... Mas certamente virei aqui lê-la com mais calma em algum momento, pois tenho um interesse sincero por textos que possam iluminar a Alma.

Beijos!

Alma Inquieta disse...

Que lindo Maria José,

Quanta verdade!
O difícil é abstrairmo-nos de nós e ver os outros!

Um beijo e que tenhas um feliz final de semana.