Páginas

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

ENTRE O EGO E A ALMA

Enquanto pensamos que a morte é o que mais separa as pessoas, o EGO desde sempre, vem fazendo esse “serviço” muito mais do que ela.
Não há nada que vença o EGO em termos de separações!
E como é que ele age?
- No casamento e nas relações amorosas: em nome da “incompatibilidade de gênios”, homens e mulheres se separam, sem darem chance à flexibilidade que faria com que ambos – de comum acordo – cedessem um pouco.
Não! Para o EGO não tem acordo quando se trata de ceder.
Seria rebaixar-se! Ele só entende assim.
- Nas amizades: uma atitude ou palavra mal colocada são, muitas vezes, suficientes para que amigos se separem, deixando cair no esquecimento as tantas coisas boas que fizeram brotar uma tão valiosa amizade.
Não! O EGO não admite erros nem pedidos de perdão.
Seria abrir mão da punição! Ele só entende assim.
- Nas famílias: tantos pais, irmãos e filhos se separam, só pela necessidade de impor suas vontades, de ver “quem manda aqui”, quem ganha a condição de dono da última palavra. Na maioria dos casos, numa reunião familiar, e com um pouco de humildade todos saberiam até onde ir e quando parar.
Não! O EGO quer deter o poder sobre tudo e sobre todos.
Limites seriam um caso de obediência! Ele só entende assim.
- Nas carreiras: pessoas escolhem seguir a mesma carreira ou carreiras diferentes, e muitas dessas pessoas gastam a melhor parte da sua vida competindo, vigiando, farejando os passos das outras, dada a precisão de ser “a melhor”.
A consciência de que “o sol nasce para todos” faria isso parar.
Não! O EGO quer ganhar sempre, custe o que custar.
Aceitar vitórias alheias seria fracassar! Ele só entende assim.
Em toda situação conflitiva que determina separações o EGO se faz presente e sempre quer ganhar.
É nos carros, em brincadeiras desnecessárias; é no trabalho, em críticas contra colegas; é nas escolas, em exibições de notas; é nas guerras, onde ganhar é questão de vida ou morte; é na vizinhança, em encrencas vulgares, e assim por diante... Infinitamente...
Pense em algo similar, não citado aqui, e você notará que nele também está a ditadura do EGO.
Basta que o caso lembrado seja capaz de separar pessoas.
Não!
Não é a morte o que mais promove essas apartações!
É o EGO, o filho predileto do orgulho!
Sua ALMA e seu EGO ocupam o mesmo “castelo”.
Deixe que sua ALMA seja a rainha vitalícia do lugar!
Ela é aquela parte sua que deseja Paz e Reconciliações.
O EGO é o mal dentro de você.
Dê-lhe um “cala-boca” bem dado.
Assim – e só assim – a Vida lhe abrirá as portas da verdadeira e perene Felicidade.

Enviado por Roy Lacerda do blog MomentoBrasil (
http://momentobrasilcom.blogspot.com/)

18 comentários:

Mãe 24hs disse...

Verdade! No caso de muitas separações conjugais o que mais conta é satisfazer o ego na busca de novas conquistas amorosas. Deixam pra trás um relacionamento duradouro, uma história, uma amizade...Destróem, através de traíções e mentiras, qualquer sentimento de carinho e de cordialidade que poderiam vir a ter. Com a morte, apesar de ser uma perda irreperável, os sentimentos de carinho e amor permanecem pra sempre. Bjos!

diariodumapsi disse...

Quando colocamos o ego em primeiro lugar, fica difícil manter relações saudáveis.
Boa semana Maria José.
Gd beijo

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
O desapego é preciso ante a nossa dependência seja do que for... tenho observado o quão útil é essa aparente "separação"... Poda que se faz necessária...
Um grande abraço fraterno de paz.

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá Maria José, simplesmente MARAVILHOSA esta mensagem!!!. Quanta verdade que insistimos em não enxergar. Parabéns EXCELENTE texto, que blog especial.
Um grande abraço!
Lú.

angela disse...

E quando a gente menos espera lá esta ele se impondo, as vezes sorrateiro e disfarçado.
Bom texto.
beijos

Malu disse...

E mesmo sabendo de todos os malefícios o EGO, muitas pessoas atrelam-se a ele tornando-se amigos inseparáveis por muito tempo de suas vidas...
Beijinhos, Maria

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

MJ, mensagem essencialíssima para a alma espiritualmente liberta dos convites vãos deste mundo.

Me fez lembrar do saudoso radialista HÉLIO RIBEIRO que, a propósito, dizia: "O grande sofrimento do Criador: tirar tudo de um nada qualquer, e depois ser julgado por qualquer um, que nem com TODOS os tudos do mundo seria capaz de fazer um simples quase."

abs

José Gonçalves disse...

Olá Maria José Rezende,

Que belo exercício de escrita que nos faz meditar, talvez um pouco, na futilidade de tantas pequenas coisas, que juntas, são capazes de nos levar para bem longe da nossa Felicidade.

A Morte, poderá até ser a causa principal da separação física entre pessoas que se estimam, mas não a separação espiritual!

O Ego, o sentir-se acima de tudo e de todos, esse sim, nos separa e nos afasta de coisas que são de facto essenciais para a nossa Felicidade, para a nossa perene Felicidade!

Um bom tema para meditar e não esquecer nunca!

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)

Rejane-Enajer disse...

E por mais que tenhamos consciência do danadinho , vêz por outras ele nos domina.Este texto é para estar na cabeceira e fazermos dele , um puxão de orelha diário.
Um bjãoooooooo e muita paz no coração.

duendes disse...

ola amiga passei pra deixar um beijo e o desejo de uma otima semana .

Alma Aprendiz disse...

Amiga querida
É....ego é coisa complicada...
Deixemos-o de lado

Um grande abraço com muito carinho

Muita paz

Rose Camara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mari disse...

Uma grande verdade neste texto.
O que a gente precisa mesmo é saber lidar com isto sem perder a liberdade; o Ego é sem dúvida um grande inimigo e não tomamos cuidado.

Beijos pra vc querida!

Maria José disse...

Rose Camara. Não costumo fazer comentários em cima dos comentários feitos no meu blog. Prefiro ir aos blogs amigos, ler suas postagens e fazer meus comentários no espaço de cada um.
Mas vou abrir uma exceção e responder ao comentário de Rose Camara, em respeito aos meus amigos.
Cara Rose, em primeiro lugar, se você observar bem, a autoria de todos os posts do Arca está especificada logo após “Postado por....”. Portanto, foi dado o devido crédito à autora.
2º) O Arca possui MUITOS textos de Silvia Schmidt, além de outros autores espiritualistas, pois este é o escopo do blog.
3º) A foto é da Internet e a achei própria para falar sobre EGO. Nesse ponto, tivemos a mesma idéia. Isso acontece com milhares de pessoas, que usam o mesmo ambiente virtual.
4º) Desconheço seu blog, mas terei prazer em conhecê-lo, um dia.
5º) Se você observar bem o Arca, vai perceber que é um blog espírita, que tem o objetivo de levar a pessoa ao autoconhecimento e conseqüente reforma íntima. Não está em sua intenção fazer cópia de outros blogs, por ser absolutamente desnecessário.
Abraços.

Elaine Barnes disse...

Oi amiga! Desculpe-me o sumiço,ando com o ego arrasado e como está difícil fazê-lo servir a minha alma, mas chego lá! Obrigada por esse texto maravilhoso escolhido hoje minha amiga,valeu a pena demais pra mim. Obrigada! Montão de bjs e abraços

TRIBUNA-BRASIL.COM (O Indignado) disse...

Maria José, infelizmente nem JC conseguiui agradar a 'gregos & troianos' qdo aqui passou. Existem ainda na humanidade pessoas sem o mínimo 'simancol' como diria o Simonal. Estas pessoas necessitam chamar à atenção para si próprias, pois somente assim poderão ser 'notadas'. E êste é justamente o caso desta senhora. Lembre-se que: "Os cães ladram, e a carfavana passa". Continue em frente, tchê!Abraços. Abrçs.

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ: Sabe que acesso diariamente tds os blogs que compõe a coluna do MOMENTOBRASILCOM.COM sob o titulo;"Blogs de leitura obrigatória" e o ARCA do CONHECIMENTO integra a relação e não poderia ser diferente pelo belo, profundo e edicante trabalho que realiza. Por questão de fôro íntimo, não faço comentário qdo o texto postado por vc refere-se aos que lhe envio. sabe o qto te admiro. Sou-lhe imensamente grato por td. Não é â toa, que seguimos a Doutrina Espírita. Fico deveras sensibilizado qdo escolhe dentre as diversas mensagens que te envio e a outros amigos virtuais ou não. Como Profissional da Imprensa, sei melhor do que ninguem, que o bonsenso recomenda citar-se sempre as fontes e, àqueles que dão-me o prazer de acessar e ler as matérias que costumo publicar, sabem que seguem este parametro. No caso em questão, o texto foi recebido por mim via e-mail e, ao consultar meu arquivo(dê-me ao trabalho) não consta a autoria e sim a origem do envio. Causou-me espécie e indignação, a infelicidade "IMPAR" desta senhora, denotando tamanho despreparo no trato com outrem. Vou acessar o blog citado e tb vou postar um. Como psicóloga, bem sabe que existem pessoas portadoras de: PPNV. Personlidade Primária e Necessidade de Valorização. Lembre-se que "os cães ladram, e a caravana passa". Abçes.

Lena disse...

Maria Jose,
Só passei para agradecer.
Meu blog foi criado para nos fazer sonhar...
bj